domingo, dezembro 23, 2007

Sinal vermelho em Santa Maria de Lamas

União de Lamas: Fábio Pinhel, André Oliveira, Fábio Silva, António, Ivo, Filipe Silva, Paulo Sérgio (Jonathan 85), Fredy, Kaká (Sousa 90), Edu e Tiago Guimarães (Rafael 77). Treinador: Luís Pinto.


Académico de Viseu: Manuel Fernandes, João Miguel (Eduardo 54), Marcos, Negrete, Calico, Mégane, Beaud, Álvaro (Lopes 74), Cardoso (Santos 72), Filipe Figueiredo e Zé Bastos. Treinador: Fernando Raposo.

Cartões amarelos: João Miguel 39, Manuel Fernandes 43, Megane 66, Negrete 69, Filipe Figueiredo 69 e Zé Bastos 75 (Académico de Viseu); Filipe Silva 44, Edu 74, Paulo Sérgio 79, António 84 e Fábio Silva 87 (União de Lamas)

Cartões vermelhos: Calico 71.

Golos: Paulo Sérgio 68 (1-0)

União de Lamas 1 Académico de Viseu 0: alguma vez tinha que ser. O Académico tinha que perder um dia e foi hoje depois de 10 jogos sem conhecer este sabor tão amargo que é a derrota.
Em Santa Maria de Lamas, esta tarde, a equipa da casa começou por cima tal como lhe competia mas foi o Académico a primeira equipa que criou perigo com Álvaro a fazer brilhar o guarda-redes da equipa da casa. Num jogo morno durante a primeira parte o resultado aceitava-se até porque as oportunidades foram repartidas.
A segunda parte começou com Zé Bastos a levar perigo à baliza contrária. Dava toda a impressão que o Académico tinha o jogo controlado se bem que não se instalasse no meio campo contrário, no entanto a nossa defesa ia dando conta do recado fazendo com que a União de Lamas andasse longe do golo. Longe do golo andava também o Académico com Zé Bastos muito desapoiado no ataque, algo que se tem vindo a revelar nos últimos jogos, mas sempre que a bola lá chegava o Zé levava sempre perigo à baliza da equipa da casa. E de repente surge o golo da União de Lamas. Marcos – em falta segundo o Professor Raposo – tem uma falha e a equipa da casa chega assim ao golo e o Académico vê-se mais uma vez obrigado em ir à procura do benefício – sim porque o prejuízo já estava feito.
Para isso – para procurar a vitória – todos eram pouco par ir buscar o objectivo. Mas o Académico continua obcecado pela cartolina vermelha e desta vez foi Calico o contemplado. Será só culpa do árbitro? Porque é que sistematicamente o Académico acaba os jogos com 10? Será sina? Já alguém parou para pensar nisto? Peço desculpa pelo desabafo mas é triste ver os jogadores do Académico em todos os jogos a serem carregados de amarelos. Um dia tinha que parar ao sinal vermelho. Foi hoje!
Num assomo de brio e já com Carlos Santos em campo – lá está eu dava-lhe uma cadeira para se sentar e levantar-se apenas para nos dar magia – o Académico veio para a frente tentou o empate e ainda houve tempo para o “mágico” mandar uma bola à barra, para o Académico se queixar de uma grande penalidade não assinalada e para o guarda-redes da casa brilhar a grande altura. Claro que a União de Lamas também esteve perto do 2-0 mas o resultado acabou mesmo assim.
Com este resultado o Académico termina a primeira volta na segunda posição com 24 pontos, a 4 da liderança mas apenas com 3 pontos sobre posição que não interessa “nem ao Menino Jesus” que é a sétima.
António Albino disse aos microfones da Rádio Vouzela que o Académico está à procura de dois reforços mas que não entrará em loucuras.
A MAGIA DO FUTEBOL deseja a dirigentes, atletas, sócios e adeptos do Académico de Viseu um Santo e Feliz Natal!

Nota: Crónica escrita baseada no relato da Estação Diária e nos comentários do nosso amigo anónimo que voltou a aparecer!

31 comentários:

ALMA NEGRA disse...

"...António Albino disse aos microfones da Rádio Vouzela que o Académico está à procura de dois reforços mas que não entrará em loucuras. ..."

SE PROCURASSE MAS UM TREINADOR EM CONDIÇÕES!!!

domingo, 23 dezembro, 2007
Anónimo disse...

É verdade, Sr alma negra, querem contratar para quê? Para irem buscar jogadores tipo o central que nunca joga? Além do mais deve ser barato, deve... para nunca jogar... Mais, o Marcos, não critico se é bom ou mau jogador, mas se não treina, como pode jogar?

domingo, 23 dezembro, 2007
Anónimo disse...

De cada vez que o Académico perde há uma tremenda guerra contra o técnico. depois, enquanto vai ganhando, tudo serena.
Desta vez foi por demais evidente que o Académico não ganhou por causaa do senhor que se senta no banco.
O Lamas foi completamente inferior ao Académico e na segunda parte, quando o sr. idalino devia apostar na vitória, com decisão, não fez nada disso. Parecia que o empate o satisfazia. Acabou derrotado.
Não foi mal empregue o tempo da ida a Lamas, mas convenhamos que não é agradável ver uma equipa em tudo inferior à nossa, ganhar os 3 pontos.
Li agora osa comentários do Anónimo que os vai fazendo ao vivo e só tenho que cvoncordar com ele. O jogo que eu vi foi exactamente o que ele viu.
É uma tristeza!
Académico sempre! de preferência sem Idalino.

domingo, 23 dezembro, 2007
ogirdoR disse...

O Senhor Treinador do Académico esteve no banco? É que pela palavras do seu adjunto no final entendi que o homem está doente. Alguém que confirme por favor.

domingo, 23 dezembro, 2007
ogirdoR disse...

Li agora que o Mister Idalino não esteve no banco (infelizmente por motivos de luto) o Professor Fernando Raposo é que foi o técnico no jogo.

domingo, 23 dezembro, 2007
ogirdoR disse...

Quero aqui fazer a defesa do Marcos que tanto tem dado ao clube inclusivé golos decisivos. E esse golos foram feitos já quando estva fora dos treinos. O Académico precisa mais do Marcos do que o Marcos do Académico.

Quanto ao central que "nunca joga" ele esteve ausente na selecção do sue país. Pelo menos foi o que ouvi.

domingo, 23 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Sim senhor Albino, como na época passada foram pelo menos 75.000 € do seu bolso.Portanto cuidado!

domingo, 23 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Excelente ponta final do Académico que só não deu golo, porque o futebol por vezes é assim mesmo. Os melhores 15 minutos do Académico em toda a época. Foi um massacre em cima da baliza do Lamas. 2 bolas que não deram golo em cima da linha, uma delas parece-me calramente que houve corte com a mão e o remate
à Barra no livre do Santos, poderiam ter ditado outro resultado.
Em resumo, perdemos apenas um jogo, mas mostrámos potencial para o conseguir virar.
Equipa com uma atitude excelente. Parabéns aos Jogadores e aos Treinadores, com votos de um rápido regresso d Prof. Idalino Almeida.
Uma última palavra para o MArcos, que fez um excelente jogo, que aliás vem acontecer jornada após jornada, apenas com o lance que acaba por ditar o resultado, mas que em 99% dos caso os árbitos aptitam a falta, que em meu enteder existiu.
Força, Marcos, contamos contigo, rumo à subida.

Sempre Académico,
Carlos Silva

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Os jogos, ganham-se quando há condições para o fazer. O Académico teve condições para o fazer durante 89 minutos e perdeu no que falta.
parabéns aos jogadores e aos técnicos por perderem?
Ora bem, ora bem!
Juízo

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Faltou a coragem do banco para ganhar o jogo com a superioridade que tivemos. Faltou decisão no banco, mais nada

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Se não esteve o Sr. Idalino, esteve alguém por ele e pelos vistos tão medroso como ele.

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

O Marcos esteve bem. Falhou na decisão do lance em que não se devia encolher, mas não foi ele que não deixou a equipa atacar e estender-se até ao Zé Bastos.
Falta muita disciplina e isso é problema da equipa técnica. É só expulsões e, pior ainda, por bocas e por má criação, o que não se admite. Se a expulsão for por travar um golo eminente, ainda vá, agora por Bocas? Não se admite.

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Concordo que o Marcos já fez coisas bonitas. Mas desculpem lá, quando se erra, e na posição dele não há espaço para erros, tem que ser criticado! Um central não pode fintar, nem que chute a bola "para as couves"...

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

O IDALINO É ZERO!!! Não esteve no banco, e daí? Se estivesse tinham corrido mais? O Marcos já não enterrava? Uma equipa que quer subir não pode entrar em campo e deixar no banco: Eduardo e Santos!!! Acho eu!

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Lamentavelmente o Académico acabou por perder e, ao que parece, por culpa inteiramente própria. Uma coisa é o adversário ser superior ou igual e o jogo caír ou não para o nosso lado. É futebol, a bola é redonda e por isso há lugar a todas as hipóteses.
outra coisa bem diferente é uma equipa ser muito superior à adversária, mesmo no seu terreno e acomodar-se ao empate, não arriscar quando deve, ficar à espera que o adversário erre, quando ela também pode errar. Foi o que aconteceu.
Pelo que li e ouvi, o Académico foi superior e mesmo quando o nosso Anónimo já clamava há algum tempo para que o Académico se chegasse à frente e não seixasse o Zé Bastos tão isolado, para ganhar um jogo que tinha tudo para ganhar, eis que a equipa técnica fica parada, hesitante, medrosa, como vem sendo habitual, de resto e deixa um adversário completamente controlado e à espera do golpe de misericórdia marcar e ganhar!
Dir-se-à que é futebol! Tudo bem, mas o futebol joga-se para ganhar e se tal não for possível, pelo menos que se tente ganhar, que se faça tudo para isso.
O Académico COM DEZ, caíu em cima delees e por pouco não virava o resultado, sinal mais que evidente que não precisava de muito para ganhar com calma a um adversário que não mostrou muito.
Enfim, são tristezas que vamos tendo.
Nesta noite de Natal, aqui fica um fortíssimo abraço para todos os academistas - e para os outros também, mas (desculpem lá!) mais pequeno -, com votos de uma feliz época natalícia, com muita saúde, muitas prendas e muitas vitórias do nosso Académico.
FELIZ NATAL
LUMAGO

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

E particularmente FELIZ NATAL para os organizadores deste espaço, que nos permite falar sobre o Académico.
Apesar de serem do Sporting (ninguém é perfeito!)têm aqui um belo blog onde podemos vir matar algumas saudades dos tempos em que estavamos em Viseu e podíamos acompanhar à vista as peripécias do nosso Académico.
Assim à distância, as coisas parecem mais complicadas, sofre-se muito mais.
Para vocês, que nos aturam com paciência, FELIZ NATAL, com TUUUUDO de BOM e para a vossa Família (pessoal e academista!)
FELIZ NATAL!

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

E particularmente FELIZ NATAL para os organizadores deste espaço, que nos permite falar sobre o Académico.
Apesar de serem do Sporting (ninguém é perfeito!)têm aqui um belo blog onde podemos vir matar algumas saudades dos tempos em que estavamos em Viseu e podíamos acompanhar à vista as peripécias do nosso Académico.
Assim à distância, as coisas parecem mais complicadas, sofre-se muito mais.
Para vocês, que nos aturam com paciência, FELIZ NATAL, com TUUUUDO de BOM e para a vossa Família (pessoal e academista!)
FELIZ NATAL!
LUMAGO
Segunda-feira, 24 Dezembro, 2007

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Bem gostaria também que visitassem a área Academista pois é um site onde também se fala única e exclusivamente do Académico! E sem vocês visitantes um site não é nada.

Aproveito para desejar um Feliz Natal a todos os Academistas e aos criadores deste excelente blog!

Cumprimentos...

http://areacademista.pt.vu

segunda-feira, 24 dezembro, 2007
ogirdoR disse...

Antes de mais quero agradecer as palavras elogiosas que nos foram dirigidas. Quem corre por gosto não cansa. Mas este espaço que é de todos os academistas pode melhorar. Para tal necessitamos de todos, que venha por bem. E dou-vos um exemplo se o “amigo anónimo”, o dos comentários, nos desse o prazer de nos dizer quem é entrando em contacto com o nosso mail por certo arranjaríamos uma maneira de os seus comentários em directo serem mais visíveis.
Já agora deixo o apelo para que comentem não só quando perdemos como quando ganhámos para ninguém nos acusar de ficarmos felizes com as derrotas do Académico.

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Ó Lumago, o Idalino foi sempre muito conservador e defensivo. às vezes leva a água ao seu moinho, mas muitas vezes não.
Com a equipa que o Académico tem, impunha-se muito maior coragem para apostar no ataque, mas o que é que podemos fazer? A direcção já disse que este era o seu técnico.
Estou consigo nos votos de feliz Natal para todos, sobretudo para os organizadores deste blog.

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Onde param os comentários do tal anónimo, que não consigo encontrar?
Toni

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Em primeiro lugar quero elogiar a forma correcta que todos os participantes utilizaram para expressar a sua opinião, seja ela concordante ou discordante. Vamos continuar desta forma e assim tornar este espaço, um local de Academistas.
O Académico merece e precisa do apoio de todos!
Ainda a propósito do jogo com O U. Lamas, vamos ter algum cuidado na análise ao jogo. Assim, O Lamas na 1ª parte correu muito, e mostrou alguma segurança defensiva. O Jogo não era de todo fácil de ganhar. Nada garante que outro tipo de atitude desde o início conduzisse à vitória.
Perdemos um jogo apenas, uma batalha, nada mais, acredito que vamos atingir o objectivo, subida de divisão.
Quanto a elogiar derrotas, acredito que pode levar a conseguir vitórias, pois a atitude demonstrada nos 15 minutos finais repito, foi espectacular e o futebol desenvolvido também. Não concretizámos como muitas vezes acontece no futebol, mas que criámos oportunidades e produzimos futebol, isso ninguém pode negar.
Eu sei que custa a todos nós estar na 3ª Divisão, mas não esqueçamos que ainda há 2 anos estávamos na distrital e não conseguimos subir, nem estivémos perto de tal vir a acontecer.
O ano passado subimos, mas com imensa dificuldade e no final da 1ª volta estávamos longe de pensar que tal poderia suceder.
Este ano, e no final da 1ª volta estamos nos lugares que dão direito à subida, os 2 primeiros, não nos esqueçamos disso, pois é isso que interessa, ficar nos 2 primeiros lugares, para subir de divisão!
Não vai ser fácil, mas acredito que o iremos conseguir. Se assim acontecer após entrarmos na 2ª Divisão, poderemos voltar ao final da década de 80, em que após cairmos na 3ª, entrámos numa fase altamente positiva, tendo atingigo a 1ª divisão.

O Académico não é clube para a 3ª, como é óbvio, mas não podemos esquecer o passado recente e os erros cometidos. Vamos apoiar quem neste momento assume os destinos do Clube com imensa coragem, pois pegar num clube como o Académico tão em baixo, é tarefa de coragem e Academismo.

Precisamos conseguir levar mais gente ao Fontelo, mais muito mais, para isso seria interessante criar o Cartão família (Pai, mãe e filhos), do género, um só cartão com uma só anuidade, dar direito a assitir todos os jogos no Fontelo durante a épocam, por um valor a rondar os 50 Euros. Assim cativámos adeptos e tornávamos Clube maior.
Outra ideia, já várias vezes por outros indicada, distibuir convites pelas escolas para permitir assisitir aos Jogos no fontelo.
Distibuir convites em bombas de gazolina, hipermercados, etc.
Precisamos de mia gente, muito mais, no Fontelo.
Sempre Académico.
Carlos Silva

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Caro Sr. Carlos Silva, apesar de concordar da sua opinião deixe-me só rectificar uma coisa, não sobem os dois primeiros classificados como disse, mas sim vão participar numa segunda fase os seis primeiros classificados em jogos entre si a duas mãos. Por isso é tambem importante realçar que estamos a apenas 3 pontos do 7 lugar. E não nos podemos tambem esuqecer que este grupo está extremamente equilibrado a diferença de pontos entre as equipas é minima.

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

mas ao fim dessa "segunda fase", sobem 2...

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Caro amigo, não tenho a certeza, mas julgo que no final das 26 jornadas, os pontos são reduzidos a metade e os 6 primeiros jogam entre si, um mini-campeonato de 10 jornadas, subindo os 2 primeiros.
Julgo ser assim e não por eliminatórias, estilo play-off.
Alguém pode esclarecer exactamente como vai ser a 2ª Fase?

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Ainda vão ter que jogar com apurados de outra série

terça-feira, 25 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Há por aqui muita confusão!
Ora vejam o que diz o regulamento da Federação:

CAMPEONATO NACIONAL DA 3ª DIVISÃO
2007/2008
O Campeonato Nacional da 3ª Divisão será disputado em duas fases como segue:
A – Primeira fase
A1 - Noventa e quatro (94) Clubes com seis (6) séries de catorze (14) Clubes cada,
Continente e Madeira, e uma Série de dez (10) Clubes dos Açores. Esta fase é
disputada a duas voltas, para apurar os seis (6) primeiros (1º ao 6º lugar) e os oito (8)
restantes (7º ao 14ª lugar) de cada série do Continente e Madeira.
A2 - Da 1ª para a 2ª fase (subidas – manutenção / descidas) os Clubes passam com
50% dos pontos obtidos, arredondados por excesso.
A3 - Os Clubes da Série Açores regem-se, até à regularização do Quadro Competitivo,
pelo Regulamento especifico em vigor.
B – Segunda fase
Cada uma das Séries da 1º fase será dividida em duas, a Série dos seis (6) Clubes
classificados do 1º ao 6º lugar e a Série dos oito (8) clubes classificados do 7º ao 14º
lugar.
FASE DE SUBIDA
Os seis (6) Clubes classificados do 1º ao 6º lugar, de cada série, da primeira fase,
jogam entre si a duas voltas para apurar os dois primeiros classificados de cada série
que sobem automaticamente ao Campeonato Nacional da 2ª Divisão.
No final do Campeonato Nacional da 3ª Divisão sobem ao Campeonato Nacional da 2ª
Divisão doze (12) Clubes.

Portanto, não há dúvidas: Sobem os 2 primeiros da 2ª fase de cada série.
Primeira etapa, ficar entre os 6 primeiros; depois transita com 50% dos pontos para a 2ª fase, onde jogam todos contra todos s duas mãos e os 2 primeiros sobem automaticamente.
LUMAGO

quarta-feira, 26 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Obrigado, Lumago!
Tudo mais que esclarecido.

quarta-feira, 26 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Os arredondamentos são feitos sempre por excesso pelo que 1 ponto de diferença não dá nenhuma diferença e entram iguais.

quarta-feira, 26 dezembro, 2007
Anónimo disse...

Não é assim tão directo.
Se o primeiro somar um número ímpar de pontos e o 2º ficar a 1 ponto, portanto par, passam à 2ª fase separados por 1 ponto.
Exemplo, o 1º faz 49 pontos e o 2º 48. O primeiro passa com 25 e o 2º com 24, porque o primeiro arredonda por excesso. 24,5 = 25.
LUMAGO

quarta-feira, 26 dezembro, 2007
ogirdoR disse...

"Onde param os comentários do tal anónimo, que não consigo encontrar?
Toni"

Toni: os comentários do tal anónimo estão no post sobre o Felciano e sobre o Eduardo.

Gostava de deixar também um apelo assinem o que escrevem nem que seja com um pseudónio ou nick name. Que é para não nos tratarmos uns aos outros por anónimo.

quarta-feira, 26 dezembro, 2007