Recordar: Fernando Martins

NOME COMPLETO
Fernando Luís Correia Martins
NOME
Fernando Martins
DATA DE NASCIMENTO
18/11/1963
POSIÇÃO
Defesa
ESTREIA
Ac. Viseu 1-0 E. Portalegre (14/09/1986)
JOGOS
15
ÉPOCAS
86/87
 
Fernando Martins veio do Estrela da Amadora (82/86) e fez pelo Académico, em 86/87, o número de jogos acima referido. 

Jogou também no Atlético (87/88), Lousanense (88/89), Esperança de Lagos (89/91), Torres Novas (91/92), Malveira (92/93), Sacavenense (93/94) e Massamá (94/95).


Ler Texto Completo

Recordar: João Peixe

NOME COMPLETO
João Carlos Borda D´ Água Peixe
NOME
João Peixe
DATA DE NASCIMENTO
18/11/1975
NATURALIDADE
Nazaré
POSIÇÃO
Avançado
ESTREIA
Ac. Viseu 0-1 Alcains (17/08/2003)
PRIMEIRO GOLO
Ac. Viseu 3-2 Águeda (22/02/2004)
JOGOS
20
GOLOS
1
ÉPOCAS
03/04


Começou no Nazarenos, da sua terra natal, e completou a formação no Benfica. Era considerado uma das grandes esperanças do futebol português mas só por uma vez actuou no principal escalão do nosso futebol, e logo na sua época de estreia como sénior (94/95), ao serviço do Estrela da Amadora.

Ao Longo da sua carreira conheceu imensos clubes: Académica (95/96), Alverca (95/96), Aves (96/97), Desportivo de Beja (97/98), Sporting da Covilhã (98/00), Marco (99/00), Sanjoanense (00/01), Pedras Rubras (01/02, 05/06) Inonikos (Grécia 01/02), Sporting de Pombal (02/03), Estarreja (04/05), Benfica de Castelo Branco (06/08), União da Serra (07/08), Rio Maior (08/09), Tondela (08/09), Torreense (09/10), Penamacorense (09/10), Custoias (10/11), Perafita (10/11), Vila FC (11/12) e UD Valonguense (11/12).

No Académico de Viseu actuou na época 2003/2004 e marcou apenas um golo. Recorda-se do João Peixe?
Ler Texto Completo

Ac. Viseu FC 1-2 GD Estoril Praia

Foto: Juntos pelo Académico (Facebook)

O Académico antecipou o Jogo da 15ª jornada, e recebeu em casa a equipa que viajou do Estoril.

Manuel Cajuda, procedeu a uma alteração, em relação ao último jogo frente ao Mafra, com a entrada de Tomé para o lugar de Tiago Almeida.

Estranha, é a entrada de Jonas no onze inicial, ele que nem fez parte da primeira convocatória. E estranho porquê? Por isto...

Já se sabia á partida, que iria ser um jogo bastante complicado, mas o Académico entrou forte, personalizado, praticando um futebol empolgante.

Cajuda, continua fiel ao seu esquema táctico, com 3 centrais, defesas laterais subidos, três homens no meio campo a tentar servir os 2 homens mais avançados. 

Destaque para o tridente, do meio campo, que demonstra nesta altura, excelente forma física, e entendimento.

Foi contra a corrente de jogo, que o nosso bem conhecido Sandro Lima, rematou forte á entrada da área, e marcou o primeiro da partida, estavam decorridos 16 minutos de jogo. 

Um remate que poderia e deveria ter sido parado por Jonas, que ficou "muito mal na fotografia".

O Académico jogava tão bem, que após o golo, o publico aplaudiu e deu força á equipa.

A justiça foi reposta aos 40 minutos, quando Nsor, em jogada de insistência aproveita um erro adversário e repõe a igualdade.

Excelente primeira parte academista, o melhor futebol que se viu esta época no Fontelo.

A segunda parte começou da pior forma possível, cruzamento da direita, a bola bate em Kevin Medina, que ao tentar aliviar acaba por introduzir a bola na própria baliza.

Contrariamente ao que aconteceu no 1º golo, a equipa viseense sentiu muito a adversidade, e embora tenha estado sempre por cima no jogo, não tornou a repetir o futebol da primeira parte.

Luisinho entra aos 57m para o lugar de Braumer, Fernando Ferreira desce no terreno para central, e Lucas fica com mais liberdade para atacar.

Luisinho trouxe mais velocidade ao flanco direito, e encetou uma série de cruzamentos para a área, mas faltava sempre alguém para dar o melhor seguimento aos mesmos.

Gasilin, não acrescentava nada ao jogo, e Barry entra aos 65m na tentativa de dar mais "músculo" na área adversária.

O Académico "remava contra a maré", mas o Estoril controlava a sua zona defensiva, e mostrava por esta altura porque é um sério candidato á subida de divisão.

Lucas sai aos 75m de jogo, pareceu-nos a coxear, e dá o seu lugar a Rui Miguel.

A equipa academista, quebrou animicamente, nos últimos 15m do desafio, e o Estoril acabou por conquistar os 3 pontos em disputa.

O Académico não merecia perder, pelo futebol que praticou, principalmente na 1º parte.

O Sr. João Matos árbitro da partida, foi o pior elemento em campo, demonstrando pouca categoria, deixou abusar a perda de tempo por parte da equipa adversária, e numa segunda parte com 6 substituições e muitas paragens deu 3m de descontos.

Parabéns equipa, perdemos, mas demos tudo para que o resultado tivesse sido outro.
Ler Texto Completo

Antevisão: Ac. Viseu FC vs GD Estoril Praia


Jogo número 432 do Académico na Segunda Liga, 144 vitórias, 122 empates, 165 derrotas, 444 golos marcados e 496 sofridos. Em casa será o jogo número 217 com 106 vitórias, 53 empates, 57 derrotas, 265 golos apontados e 180 sofridos.
 
Este será o 14º jogo entre os dois clubes, sendo que há muito equilíbrio entre ambos, 6 vitórias, um empate, 6 derrotas, 11 golos marcados e 12 sofridos. No Fontelo será o 8º jogo e ainda não houve empates, o Académico venceu 5 e perdeu 2, marcou 9 golos e sofreu 7.
 
Em confronto vão estar o terceiro e o sétimo classificado com vantagem de 3 pontos para o GD Estoril Praia. Os estorilistas têm muito melhor ataque (22/12), quanto a golos sofridos ambos os clubes têm o mesmo número (11).
Ler Texto Completo

Recordar: Cafú

NOME COMPLETO
Arlindo Gomes Semedo
NOME
Cafú
DATA DE NASCIMENTO
17/11/1977
NATURALIDADE
Almada
POSIÇÃO
Avançado
ESTREIA
Sp. Covilhã 1-0 Ac. Viseu (01/09/2013)
PRIMEIRO GOLO
Ac. Viseu 2-1 Nogueirense (22/09/2013)
JOGOS
38
GOLOS
17
ÉPOCAS
13/14

Foto de Rui da Cruz retirada do site zerozero.pt

Na época 13/14 estreou-se apenas à 5ª jornada, na derrota na Covilhã, e começou aí uma série de 38 jogos, dois como suplente utilizado, sendo substituído em 14 ocasiões.

Marcou 17 golos (o melhor marcador da temporada), 15 no campeonato e dois na Taça de Portugal. Os seus 15 golos fazem dele o quarto melhor marcador da história do Académico, no que à Liga 2 diz respeito. 

Curiosamente só bisou por uma vez, precisamente na última jornada.

O seu melhor período deu-se entre a 30ª e a 32ª jornada, pois marcou nas 3 jornadas referidas. O seu máximo de tempo sem marcar também foi de 3 jornadas e isso aconteceu em quatro ocasiões.

Foi escolhido três vezes como o melhor academista em campo e foi também eleito como jogador do mês por duas vezes. Foi o segundo jogador mais pontuado pelo nosso blogue.

Além do referido anteriormente Cafú foi o melhor marcador do ano civil de 2013 (7 golos) e de 2014 (10 golos).

Outros clubes por onde passou: Amora (97/99), Belenenses (99/02), Boavista (02/06), Siegen (05/06), Freibourg (06/08), Omonia (07/09), Anarthosis (09/11), AEL (11/12), Alki (12/13), Feirense (14/15), Freamunde (15/16), Salgueiros (16/17) e Maia (17/19).
Ler Texto Completo

Recordar: Piscas


NOME COMPLETO
Carlos Fernando Videira Antunes
NOME
Piscas
DATA DE NASCIMENTO
09/06/1937
NATURALIDADE
Luanda
DATA DE FALECIMENTO
17/11/2017
POSIÇÃO
Médio
ESTREIA
Leça 2-1 Ac. Viseu (08/09/1968)
JOGOS
34
ÉPOCAS
68/69

Foto retirada do site zerozero.pt

Depois de 9 épocas na I Divisão – ao serviço de Lusitano de Évora, Académica, Beira Mar e Varzim – Piscas, tanto quanto se sabe, encerrou a sua carreira no Académico de Viseu, ajudando a equipa academista a manter-se na II Divisão.


Ler Texto Completo

Recordar: Flávio

NOME COMPLETO
António Alberto Correia de Almeida
NOME
Flávio
DATA DE NASCIMENTO
17/11/1957
NATURALIDADE
Venezuela
POSIÇÃO
Avançado
ESTREIA
Ac. Viseu 1-1 Sporting (09/09/1980)
PRIMEIRO GOLO
Ac. Viseu 2-1 Académico (29/11/1980)
JOGOS
65
GOLOS
7
ÉPOCAS
80/82
Imagem da página do Facebook Cromos da Bola da Minha Infância

Flávio foi um privilegiado já que actuou em duas épocas consecutivas no Académico de Viseu, sempre na primeira divisão. Na primeira, em 80/81, em 37 jogos apontou 4 golos, na segunda, em 81/82, apontou 3 em 28 jogos. 

Jogou ainda nos seguintes clubes: Oliveira do Bairro (76/80, 91/93), Marítimo (82/83), Águeda (83/85), Varzim (85/87 e 89/90), Fafe (87/89) e Felgueiras (90/91).
Ler Texto Completo

Recordar: Luís Alberto

NOME COMPLETO
Luís Alberto Silva dos Santos
NOME
Luís Alberto
DATA DE NASCIMENTO
17/11/1983
NATURALIDADE
Brasil
POSIÇÃO
Médio
ESTREIA
Lusitano 0-1 Ac. Viseu (24/09/2017)
PRIMEIRO GOLO
2
ÉPOCAS
17/18



Luís Alberto chegou ao Académico de Viseu no último dia do mercado de verão, da época 2017/2018.

Estreou-se frente ao Lusitano FC, no derby da Taça de Portugal, entrando aos 88 minutos para substituir Capela. Acabaria por fazer mais um jogo, frente ao SC Braga B, entrando para o lugar de Yuri. Foram apenas dois jogos, mas pode dizer que venceu todos os jogos que disputou pelo Académico.

Foi ainda duas vezes suplente não utilizado (Varzim em casa, União da Madeira fora).

Em dezembro rescindiu contrato com o Académico e rumou ao Varzim (17/18).

Outros clubes portugueses: CD Nacional (08/12) e SC Braga (11/12).

Ler Texto Completo

Recordar: Jarbas

NOME COMPLETO
Jarbas Krahelski Oliveira
NOME
Jarbas
DATA DE NASCIMENTO
17/11/1987
NATURALIDADE
Brasil
POSIÇÃO
Avançado
ESTREIA
Ac. Viseu 8-0 Vouzelenses (27/05/2007)
JOGOS
1
ÉPOCAS
06/07
Foto: Facebook do Jarbas

Inscreveu o seu nome na galeria dos que ajudaram o Académico de Viseu a sagrar-se campeão distrital em 2006/2007 ao ser utilizado nos últimos 26 minutos da vitória que deu o título ao Académico – 8-0 aos Vouzelenses! 

Jogou também no Juventude de Gaula (11/12) na Madeira. 
Ler Texto Completo

Anúncio do fim

A 1 de junho de 2006 iniciou-se o projecto «A Magia Do Futebol». Nascemos numa altura em que ninguém falava do Académico, e em que no Fontelo havia, no máximo, uma centena de pessoas a ver os jogos.

Não foi um início fácil, mas aos poucos fomos nos impondo, ao ponto de sermos um local de encontro obrigatório de todos os academistas. Lembramo-nos, a título de exemplo, do dia 1 de julho de 2013, dia em que foi batido o recorde de visitas ao nosso blogue – 1828!
No entanto as coisas foram mudando, sobretudo depois do aparecimento em força das redes sociais. Apesar de no «Facebook» estarmos a caminho dos 6700 seguidores, a verdade é que mesmo colocando lá os links do blogue, e de os nossos seguidores reagirem a esses mesmos links, já pouca gente os abre, principalmente os «recordar».
Assim sendo chegou altura de tomar uma decisão. A saber:
I) Os post’s «recordar» (os de aniversário dos atletas) continuam inalterados até ao fim de 2018;
II) Em 2019 só os «recordar» que são feitos pela primeira vez, é que aparecerão no blogue;
III) Post’s sobre a época 2018/2019 continuarão a ser colocados até ao fim da época;
IV) Após o último post da presente época, o blogue termina.
V) Continuaremos com as nossas páginas oficiais no Facebook e no Twitter.
Ler Texto Completo

14 factos/curiosidades após o AVFC 1-0 CDM


I) Tomé foi pela primeira vez na «era Cajuda« suplente utilizado;

II) Terceiro jogo arbitrado por Marco Cruz (Porto), 2V, 0E, 1D;

III) Tiago Almeida foi pela primeira vez na época substituído;

IV) Tomé foi pela primeira vez na época suplente utilizado;

V) Três jogos depois o Académico volta a ganhar no Fontelo;

VI) Segundo jogo consecutivo sem sofrer golos no Fontelo, terceiro no total;

VII) 39ª Vitória por um-a-zero no Fontelo em jogos da Segunda Liga, 56ª no total;

VIII) Fernando Ferreira fez o 5º golo pelo Académico na Segunda Liga, em 40 jogos, e passa a ser o 29º melhor marcador de sempre na competição em causa;

IX) Ao quarto jogo no Fontelo frente ao CD Mafra, o Académico continua sem perder;

X) Tomé defrontou pela 5ª vez o Mafra, tornando-se no academista que mais vezes jogou contra os mafrenses;

XI) Este foi o 9º jogo sem sofrer golos de Jonas ao serviço do nosso clube, ou seja, não sofreu golos em metade dos jogos efectuados pelo Académico;

XII) Com Tomé em campo (2 jogos) o Académico só venceu na presente época, em jogos a contar para a Segunda Liga;

XIII) Com Fábio Santos em campo o Académico apenas perdeu um dos últimos 8 jogos, 2 dos últimos 15;

XIV) Ao fazer o jogo número 87 pelo Académico, Fernando Ferreira igualou Óscar como o 88º atleta com mais jogos pelo Académico.

Ler Texto Completo

Recordar: Ac. Viseu FC 3-0 SC São João de Ver



Foto: Diário de Viseu (autor desconhecido)


Estádio do Fontelo, 16 de Novembro de 2008
9ª Jornada da III Divisão, Série C
Árbitro: Bruno Nave

Académico de Viseu: Augusto, Calico, Sérgio, Tiago Gonçalves, Leandro, Rui Lage, Casal, Rui Santos, Éverson (Álvaro, 62), Milford (Filipe Figueiredo, 28) e Zé Bastos (Fernando Ferreira, 79). Treinador: José Miguel Borges.

São João de Ver: David, Amerquinho, Xavier, Zé Tó, Daniel (Cancela, 42), Gil (Tchocomar, 42), Hugo, Zé Luís, Diogo, Amércio (Armando, 64) e Bino. Treinador: Malhado.




Golos: Zé Bastos 18 (1-0), Zé Bastos 44 (2-0), Fernando Ferreira 84 (3-0)


Ler Texto Completo

Recordar: Hugo

NOME COMPLETO
Hugo Alexandre Silva Ferreira Almeida
NOME
Hugo
ETIQUETA
Hugo Almeida
DATA DE NASCIMENTO
16/11/1981
NATURALIDADE
Viseu
ESTREIA
Ac. Viseu 2-0 Feirense (10/12/2000)
JOGOS
1
ÉPOCAS
00/01
 
Jogador com formação no Académico, transitando depois para os séniores onde na época 00/01 fez um jogo quando entrou ao minuto 90, substituiu Santos, numa vitória do Académico sobre o Feirense com golos de Rui Lage e Santos.

Outros clubes: Mangualde (01/02), Tondela (02/07), Santacombadense (07/08), Oliveira de Frades (08/10), Viseu e Benfica (10/11, 13/14), Ferreira de Aves (11/13) e Carregal do sal (14/19).
Ler Texto Completo