16 curiosidades após o SLB B 4-0 AVFC


I) O Académico perdeu todos os jogos que disputou fora de casa a 16 de janeiro, 3J, 0V, 0E, 3D, 2GM, 8GS;

II) Sexto jogo arbitrado por João Bento (Santarém), o segundo na presente época depois do empate com o Varzim SC (0-0). Resumo – 2V, 2E, 2D;

III) Gonçalo foi pela primeira vez suplente não utilizado, o que equivale a dizer que já não fazia parte de uma ficha de jogo desde o primeiro da época e que foi a primeira vez que fez parte de uma ficha de jogo na Segunda Liga desta época;

IV) Desde que é jogador do Académico esta foi a primeira vez que Kevin Medina não fez os 90 minutos. Os totalistas na presente época passam a ser apenas Jonas e Latyr Fall;

V) Bruno Loureiro foi pela primeira vez na época suplente utilizado;

VI) Ao décimo jogo na época Barry continua sem fazer os 90 minutos e foi pela primeira vez titular na Segunda Liga;

VII) Gabriel foi pela primeira vez utilizado na «era Floris Schaap» passando a ser 18 os jogadores utilizados pelo técnico holandês;

VIII) Terceira derrota consecutiva fora de casa, quatro jogos sem marcar golos e apenas uma vitória nos últimos 8 jogos;

IX) Quinta derrota por quatro-a-zero fora de casa na Segunda Liga, sexta no total;

X) Apenas uma vitória nos últimos 8 jogos e apenas marcamos golos em um dos últimos 7 jogos;

XI) Kevin Medina e Latyr Fall (17 ) entraram no «top 100» dos academistas que mais vezes foram titulares na Segunda Liga. Do referido top saíram Tiago Rosa e João Coimbra;

XII) Paná fez o jogo número 70 pelo Académico na Segunda Liga e entrou no «top 20» dos academistas mais utilizados de sempre na competição. Do referido top saiu Carlos Eduardo;

XIII) Bruno Loureiro fez o jogo número 100 pelo Académico na Segunda Liga e passa a ser o 9º jogador a atingir tal patamar depois de Capela, Sérgio, Luisinho, Tomé, Bura, Tiago Borges, Chalana e Sandro Lima;

XIV) Com Pica em campo o Académico já não perdia há quase 4 meses (3 jogos);

XV) Com Barry em campo o Académico está numa série de três derrotas consecutivas e ainda não ganhou esta época para a Segunda Liga;

XVI) Com Gabriel em campo o Académico está numa série de 7 jogos sem vencer (desde 30 de setembro);

Ler Texto Completo

MVP: Latyr Fall

Latyr Fall - 3 - Para o sócio 170, e consequentemente para A MAGIA DO FUTEBOL, o melhor em campo. Esteve envolvido em todas as jogadas dignas de registo do Académico na primeira parte. Tem que passar ao passo seguinte, marcar golos, sendo que ontem teve mais uma oportunidade para o fazer. Na segunda parte não fugiu ao descalabro.

Jonas - 2 - No primeiro golo ficou a meio caminho. Iniciou a segunda parte com uma excelente defesa, para logo de seguida falhar claramente numa saída dos postes com a bola a embater na trave. Vai demasiadas vezes do oito ao oitenta e vice-versa.

Tiago Almeida - 2,5 - Primeira parte interessante, a segunda não correu bem a ninguém.

Pica - 2- Falha clara no segundo golo e depois nada mais correu bem.

Fábio Santos - 2 - Muitas dificuldades na segunda parte.

Kevin Medina - 2,5- Nota positiva para premiar a sua entrega ao jogo. Que a sua lesão não seja impeditiva para jogar domingo, porque precisamos dele.

Lucas - 2- Passou despercebido pelo jogo. Tem que dar mais.

Paná - 2,5 - Primeira parte muito interessante, mas depois não escapou ao naufrágio colectivo.

Luisinho - 2 - Na primeira parte deixou alguns laivos do jogador que todos adoramos. A primeira oportunidade o jogo é dele e tinha que fazer golo, mas não fez.

João Mário - 2 - Esforçado, mas só isso.

Barry - 2 - Jogo muito discreto, apenas uma oportunidade de golo com um cabeceamento por cima.

Gabriel, Bruno Loureiro e Baumer - 1 - Não entraram numa altura fácil, mas nada de  bom acrescentaram.

José Carlos Ferreira, sócio 170 do Académico de Viseu Futebol Clube
Ler Texto Completo

SL Benfica B 4-0 Ac. Viseu FC

O Académico saiu mais uma vez do Seixal com uma derrota pesada, num jogo que podia, e devia, ter tido uma história bem diferente.

A primeira equipa a criar perigo foi mesmo o Benfica, por intermédio de Jota, mas a superioridade benfiquista durou apenas os primeiros 15 minutos.

Depois disso as melhores oportunidade foram mesmo academistas - Luisinho isolado não marcou, Latyr também esteve bem perto do golo. O domínio academista estava em crescendo, quando surge o golo benfiquista - canto a favor do nosso clube, bola recuperada pela defesa vermelha, muita dificuldade na recuperação defensiva e golo do SLB B, após chapéu a Jonas.

João Mário, Luisinho e Barry teriam ainda boas chances de marcar, mas o zero-a-um manter-se-ia até ao intervalo.

Na segunda parte o Académico continuou a mandar na partida, mas desta feita já sem a mesa acutilância da primeira parte. Até que surge o dois-a-zero, numa falha individual defensiva.

A partir daí foi penoso ver o Académico jogar, que se eclipsou fisicamente. Custa perceber porque se aceitou o adiamento deste jogo, sobrecarregando os atletas academistas. Do banco as soluções nada de novo acrescentaram e o resultado foi até ao quatro-a-zero e até podia ter sido bem pior.

Agora vêm aí três jogos com equipas que estão atrás de nós, começando pelo SC Covilhã que se reforçou bem, enquanto o Académico continua à espera que chegue talento a este plantel que bem precisa.

José Carlos Ferreira, sócio 170 do Académico de Viseu Futebol Clube

Nota: crónica elaborada após visionamento do jogo via TV.
Ler Texto Completo

Antevisão: SL Benfica B vs Ac. Viseu FC

Jogo número 439 do Académico na Segunda Liga - 145 vitórias, 124 empates, 169 derrotas, 447 golos marcados e 507 sofridos. Fora será o jogo número 219 - 38 vitórias, 70 empates, 110 derrotas, 179 golos marcados e 320 sofridos.

11º Jogo entre Académico e versão B do SL Benfica - 4 vitórias, 1 empate, 5 derrotas, 15 golos marcados e 19 sofridos. Fora de casa será o 6º jogo - 1 vitória, 4 derrotas, 7 golos apontados e 14 sofridos.

Em confronto vão estar o 4º classificado e o 13º com desvantagem de 9 pontos para o nosso clube. O SLB B tem melhor ataque (28/15) e melhor defesa (14/22).
Ler Texto Completo

12 factos após o AVFC 2-1 SCF


I) O Académico continua sem perder nos jogos disputados em casa a 13 de janeiro, 5V, 1E, 0D, 17GM, 6 GS;

II) Sexto jogo arbitrado por Vítor Ferreira (Braga), o terceiro na presente época depois dos jogos com SC Covilhã e Vitória SC B. Resumo – 3V, 2E, 1D;

III) Paná e Baumer foram utilizados pela primeira vez vindos do banco, já Bruno Loureiro foi substituído pela primeira vez;

IV) O Académico voltou a vencer seis jogos depois, três depois em casa;

V) O Académico esteve 544 minutos sem marcar um golo, Nsor quebrou o feitiço, ele que já tinha sido o último a marcar pelo Académico;

VI) Esta foi a 25ª vez que o Académico venceu dois-a-um no Fontelo para a Segunda Liga, a 37ª vez no total;

VII) Luisinho fez o jogo número 127 pelo Académico e passa a ser o terceiro jogador com mais jogos pelo Académico na Segunda Liga. Ultrapassou Tomé;

VIII) Paná fez o jogo número 69 pelo Académico e entrou no «top 20» dos atletas academistas que mais vezes vestiram a nossa camisola na Segunda Liga. Do referido top saiu Carlos Eduardo;

IX) O Académico mantém-se 100% vitorioso nas recepções ao SC Farense, 5 jogos, 5 vitórias;

X) Nunca um academista tinha marcado mais que um golo ao SC Farense, Nsor foi o primeiro;

XI) Com Pica em campo o Académico está numa série de 3 jogos sem perder e duas vitórias consecutivas;

XII) Foi a 4ª vez que Fernando Ferreira foi expulso enquanto academista e a terceira expulsão da época depois de Kokorovic e João Mário;

Ler Texto Completo

Notícia de interesse academista


NOME COMPLETO
Aleksei Yevgenyevich Gasilin
NOME
Gasilin
DATA DE NASCIMENTO
01/03/1996
NATURALIDADE
Rússia
POSIÇÃO
Ponta de lança
ESTREIA
Sp. Covilhã 0-0 Ac. Viseu (12/08/2018)
PRIMEIRO GOLO
Ac. Viseu 3-4 Famalicão (23/09/2018)
JOGOS
11
GOLOS
3
ÉPOCAS
18/19

 




O Académico na sua página oficial no Facebook (imagem retirada de lá) anunciou a rescisão de contrato com Gasilin. Recorde-se que esta é a segunda rescisão depois de Kokorovic.
Ler Texto Completo

Análise Individual Ac.Viseu x Farense: Matador NSOR15 o escolhido!!

NSor - 4.5 – Mais dois golos do nosso matador. Um deles, oportuno, de cabeça, estabeleceu a igualdade. O segundo, que daria a vitória do Académico, foi arrancado literalmente sozinho. Após mau passe de um atleta do farense, foi em direção à baliza e fez o golo. Foi o seu nono na competição. Notável. É o escolhido pela equipa da magia do futebol para melhor academista em campo.


Jonas - 3 - Tarde relativamente tranquila do guardião academista. Uma boa defesa digna de registo. Pouco mais foi incomodado.

Tiago Almeida - 3 - Depois de uma primeira metade menos fulgurosa, subiu de produção na segunda, apoiando o lado direito do ataque viseense em várias ocasiões.

Pica - 4 - Foi um dos líderes dentro da equipa. Intransponível no jogo aéreo. Esteve francamente bem no regresso ao onze, onde se assumiu como um verdadeiro capitão.

Fábio Santos - 4 - Na hora da expulsão do colega, fez questão de unir as tropas, e foi um dos responsáveis da reviravolta. O primeiro golo surge após uma assistência sua, de cabeça.

Medina - 3.5 - Nível elevado na abordagem aos lances, mostrou-se sempre disponível na ajuda à equipa. 

Lucas - 3 - Jogo assertivo do lado esquerdo da defesa. Não tão subido no terreno como o colega do lado oposto, cumpriu as tarefas que lhe foram impostas.

Fernando Ferreira - 2 – O primeiro amarelo foi por protestos(?), o segundo pareceu-nos ajustado, após uma entrada algo imprudente. (“coincidência” que o mesmo árbitro expulsou em Guimarães o nosso atleta João Mário, exatamente da mesma forma…). FF até estava a fazer uma exibição positiva, mas a expulsão deixou a equipa em inferioridade numérica.

Bruno Loureiro - 2.5 - Após um excelente regresso à competição em Penafiel, desta vez atuou durante os primeiros 45min. Deu lugar ao colega Paná ao intervalo. Até lá, fez o suficiente para merecer louvor positivo.

Latyr Fall - 3 – Subiu de produção na segunda metade da partida, precisamente após a expulsão do colega FF. Podia ter feito o gosto ao pé, mas falhou com a baliza à sua mercê. Trabalhou muito e bem em inferioridade numérica.

João Mário - 4 – Na bancada, ouvíamos dizer que teria sido um dos seus melhores jogos de Académico ao peito. Talvez. A verdade é que fez um enormíssimo jogo. Muito sacrifício. Na posição “9” fez um trabalho meritório e merecia que aquele golo não lhe tivesse sido anulado.

Paná - 3 - Entrou ao intervalo, e esteve bem, na organização e equilíbrio da equipa. O Académico arrancou para uma excelente segunda metade.

Luisinho - 3 - A entrada do mágico do Académico ajudou a colocar em sentido a defensiva do Farense. Agitou o ataque viseense, tendo havido, desde então, várias ocasiões para “matar” a partida.

Baumer - 1 – Entrou já perto do final, ajudando a equipa a segurar a importante vitória.
Ler Texto Completo

Notícia de interesse academista


NOME COMPLETO
Manuel Ventura Cajuda de Sousa
NOME
Manuel Cajuda
DATA DE NASCIMENTO
27/06/1951
NATURALIDADE
Olhão
POSIÇÃO
Treinador
ESTREIA
Benfica B 1-5 Ac. Viseu (11/02/2018)
ÚLTIMO JOGO
Ac. Viseu 0-4 Paços de Ferreira (23/12/2018)
JOGOS
32
VITÓRIAS
13
EMPATES
9
DERROTAS
10
GOLOS MARCADOS
44
GOLOS SOFRIDOS
42
ÉPOCAS
17/19
 
Foto retirada da página oficial do clube no Facebook

O Académico de Viseu anunciou que aceitou o pedido de Manuel Cajuda para cessar as funções de treinador do Académico. Não há mais informação disponível.
Recorde-se que nos dois últimos jogos o treinador no banco foi Floris Schaap, por doença de Manuel Cajuda.
Ler Texto Completo

Ac. Viseu FC 2-1 SC Farense



O Académico recebeu o Farense e venceu por 2-1.

Flóris deixou Braumer no banco e Pica avançou para a titularidade, num esquema táctico habitual, de 3 centrais.

A forma apática como a equipa viseense começou o jogo, já nem é de estranhar,  pouca garra, disponibilidade e muita fé em Nsor.

Aos 27m de jogo Fabio Nunes, inaugura o marcador, e coloca mais pressão sobre a equipa academista.

Foi desesperante ver Nsor, na linha lateral, no meio campo, sempre á procura da bola, e depois olhar para a área farense, e ver apenas os defesas forasteiros.

Aos 44m uma réstia de esperança, canto na direita batido por Bruno Loureiro, Fábio Santos a cabecear para a pequena área, e Nsor a emendar para o empate.

No inicio da segunda parte, Bruno fica no balneário, e para o seu lugar entra Paná. A equipa veio com outra vontade, e durante largos minutos dominou a partida.

Destaques para a subida de produção de Medina, Pica, Lathyr, João Mário e o incansável Nsor.

Aos 63m o momento do jogo, Fernando Ferreira, deixa-se literalmente expulsar, ao carregar um jogador por trás, com o Sr. Vitor Ferreira, árbitro da partida a mostrar o segundo cartão amarelo.

Sabendo Flóris que FF, ficou sobre pressão com o amarelo na 1ª parte, não faria sentido ter sido ele a dar lugar a Paná?

Referimos atrás que foi o momento do jogo, porque teve o condão de unir a equipa, e logo passados 2 minutos foi Nsor a galgar terreno e isolado marcar o segundo da partida.

Faltavam 25m de jogo, e o Académico em inferioridade, conseguia a cambalhota no marcador.

Nsor sai lesionado logo a seguir, dando lugar a Luisinho.

O Farense avançou no terreno, e o Académico através de Luisinho e João Mário "carregaram", a equipa para a frente.

Numa dessas jogadas, Lathyr falhou de forma escandalosa o 3º golo, apenas com as redes pela frente.

Os 10m finais foram de completo desespero, com o Farense a tentar o empate, e com o Académico a dar total iniciativa de jogo ao adversário.

Correu bem, hoje durante 45m os jogadores academistas tiveram a garra de Viriato.

Não foi estranho verificar a ausência do Mister Manuel Cajuda no banco de suplentes, mas fica mal a um clube profissional não informar os seus sócios e simpatizantes acerca do motivo.

Já depois de começarmos esta crónica, houve muitos desenvolvimentos, e ficámos a saber que Manuel Cajuda já não é treinador do Clube.

Num primeiro comunicado da direcção, ficámos a saber que Flóris iria continuar com os restantes 2 colegas da equipa técnica, num comunicado mais recente essa informação é omitida.

Ficámos também a saber por comentários do próprio Manuel Cajuda nas redes sociais, que o principal motivo do abandono não foram questões de saúde.

Resta-nos agradecer ao Mister Cajuda, a sua passagem por Viseu, e desejar-lhe rápidas melhoras.

Muito tem, e deve esclarecer a direcção academista.

João Nunes ( sócio nº 60 )
Ler Texto Completo

Recordar: AAC - Académica 1-1 Ac. Viseu FC


Estádio Cidade de Coimbra, 13 de janeiro de 2018
20ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)

Académica: Ricardo Ribeiro; Mike, João Real (c), Tiago Duque (Guima, 66) e Nélson Pedroso; Dias, Chiquinho e Zé Tiago (Marinho, 60); Harramiz (Tozé Marreco, 60), Luisinho e Djoussé. Treinador: Ricardo Soares.

Ac. Viseu: Peçanha; Tomé, Bura, Fábio Santos e Kiko; Capela (c), Fernando Ferreira e Rui Miguel (Tarcísio, 70); João Mário (Sandro Lima, 77), Avto e Nsor (Barry, 61). Treinador: Francisco Chaló.

Golos: Avto 13 (0-1), Marinho 90 (1-1)

Ligações:


Ler Texto Completo

Antevisão: Ac. Viseu FC vs SC Farense

Jogo número 438 na Segunda Liga - 144 vitórias, 124 empates, 169 derrotas, 445 golos marcados e 506 sofridos. No Fontelo será o jogo número  220 - 106 vitórias, 54 empates, 59 derrotas, 266 golos apontados e 186 sofridos.

Décimo jogo entre os dois clubes, com 4 vitórias academistas, 2 empates, 3 derrotas, 10 golos marcados e 8 sofridos. No Fontelo será o quinto jogo e o Académico venceu sempre, marcou 8 golos e sofreu um.

Em confronto vão estar o 8º classificado e o 14º, com desvantagem de 7 pontos para o nosso clube. O Farense tem melhor ataque (22/13) e melhor defesa (17/21).
Ler Texto Completo

10 factos após o FCP 2-0 AVFC




I) Esta foi a primeira vez que o Académico perdeu um jogo arbitrado por Iancu Vasilica (Vila Real) – 4J, 1V, 3E, 1D, 2-3;
 
II) Quinto jogo consecutivo sem marcar golos (Segunda Liga). É a quarta pior série de sempre, a pior dos últimos 22 anos (desde 10 de março de 1996);
 
III) Lucas foi pela primeira vez na época suplente não utilizado;
 
IV) Bruno Loureiro voltou a jogar mais de um ano depois. O último jogo tinha sido no Fontelo, curiosamente contra o Penafiel. Equivale a dizer que se estreou na época e fez o seu primeiro jogo na «era Cajuda» tornando-se assim no 33º jogador utilizado na referida era;
 
V) O Académico venceu apenas um dos últimos 7 jogos disputados fora de casa;
 
VI) Terceira derrota consecutiva e sexto jogo sem vencer;
 
VII) Esta foi a 19º derrota fora de casa por estes números, a 25ª no total;
 
VIII) Nsor tem neste momento pelo Académico, na Segunda Liga, 15 golos em 35 jogos, números iguais aos de Cafú;
 
IX) Tomé fez o 120º jogo a titular pelo Académico na Segunda Liga e passou a ser o academista que mais vezes foi titular na competição em causa;
 
X) Barry fez o 39º jogo pelo Académico na Segunda Liga e entrou no «top 50» dos atletas que mais vezes vestiram a nossa camisola na competição em causa. Do mencionado top saiu Faria;
Ler Texto Completo

Recordar: Peçanha


NOME COMPLETO
Peterson dos Santos Peçanha


NOME


Peçanha


DATA DE NASCIMENTO


11/01/1980


NATURALIDADE


Brasil


POSIÇÃO


Guarda Redes


ESTREIA


Leixões 2-0 Ac. Viseu (23/07/2017)


JOGOS


35


ÉPOCAS


17/18


Depois de uma má experiência na época 2016/2017 com os guarda redes, a direcção academista resolveu apostar em Peçanha. Foi uma aposta ganha!
No total da época Peçanha foi duas vezes eleito como melhor academista em campo. Fez 35 jogos, 24 com Chaló. Com Cajuda, depois de alguns jogos menos conseguidos, perdeu a titularidade para Jonas, acabando por não ser eleito por nós como jogador do ano, quando tudo indicava que o iria ser.
Peçanha não sofreu golos em 41% dos jogos que disputou pelo Académico.
Outros clubes (Portugal): Paços de Ferreira (05/08), Marítimo (09/12), Feirense (16/17) e Académica (18/19).
Ler Texto Completo

Análise Individual Penafiel x Ac.Viseu: Maestro Bruno Loureiro de regresso!!

Bruno Loureiro - 3 - De regresso à equipa, mais de um ano depois, (fez a estreia na equipa, desde que o mister Manuel Cajuda assumiu o comando técnico), rubricou uma exibição muito interessante no meio-campo academista, tendo sido inclusive, o jogador escolhido para as bolas paradas dos viseenses. Um regresso que todos os academistas saúdam, certamente. É o escolhido para o melhor em campo, do lado do nosso clube.

Jonas - 2.5 - Duas defesas espetaculares que adiaram o golo penafidelense. No primeiro golo sofrido, parece-nos que deveria ter abordado o lance de forma diferente.

Tomé - 2.5 – De regresso ao onze, teve uma primeira parte positiva, tentando subir no terreno sempre que possível. Foi o primeiro sacrificado, quando os academistas ficaram em desvantagem no marcador.

Medina e Fábio Santos – 2.5 – As duas vozes de comando da defesa do Académico. Nota positiva a ambos.

Baumer – 2 – Não teve uma tarde feliz no lado esquerdo da defesa do Académico. Pela frente teve o atleta mais inconformado do Penafiel – Ludovic. O segundo golo surge do seu lado.

Paná - 2.5 – Tal como os restantes colegas, teve uma primeira metade equilibrada. Na hora do risco, deu lugar a Barry.

Latyr – 2.5 – Teve nos seus pés, talvez, a grande oportunidade de golo por parte do Académico, mas isolado, a bola rasou, por centímetros, o poste da baliza do Penafiel. Que pena!!

Tiago Almeida – 2.5 – Iniciou o jogo mais avançado no terreno, recuando à posição que tem feito esta temporada após a saída de Tomé, e foi aí que até esteve mais interventivo na partida.

João Mário - 2 - Duas ou três jogadas dignas de registo, em que deixou os adversários para trás com a sua velocidade. De resto, menos em jogo do que se esperaria. Pareceu ter saído algo combalido, após choque com adversário.

NSor – 2 – Tarde algo apagada no nosso matador. Domingo correrá melhor certamente. Bem precisamos dos seus golos.

Luisinho – 2 – A primeira cartada vinda do banco, deu alguma vivacidade no flanco direito, contudo numa altura em que a turma da casa estava por cima na partida. Registo final, para um fantástico remate, para uma não menos vistosa defesa de Ivo Gonçalves.

Barry – 1.5 – Dois bons pormenores,- tabelas simples com colegas -, e ainda um pontapé de bicicleta que saiu ao lado da baliza do Penafiel.

Ryan -1 – Poucos minutos em campo.
Ler Texto Completo

FC Penafiel 2-0 Ac. Viseu FC


O Académico perdeu, esta tarde, por 2-0 no terreno do Penafiel.

Com o mister Floris no banco (rápida recuperação ao nosso mister Manuel Cajuda), o Académico alinhou com: Jonas, Tomé (Cap.), Medina, Fábio Santos e Baumer; Paná, Latyr e Bruno Loureiro; Tiago Almeida, João Mário e NSor. Jogaram ainda: Luisinho, Barry e Ryan.
 

A primeira parte foi bastante equilibrada, com o Académico a jogar de igual para igual com a turma da casa. Diga-se até que, a melhor oportunidade do primeiro tempo foi academista. Latyr, isolado por um colega de equipa (NSor?), fez a bola razar o poste da baliza do ex.academista Ivo Gonçalves. Um remate que poderia ter dado o primeiro da tarde. O Penafiel nos primeiros 45min. não tem nenhuma jogada iminente de golo.

A segunda parte foi diferente. Jonas brilhou logo nos primeiros minutos numa defesa espetacular. Mas aos 60 min, e num pontapé de canto mal defendido pelos academistas, o avançado Pires, oportuno, não desperdiçou e encostou para o primeiro da tarde. De imediato, o mister Floris coloca Luisinho em jogo, entrando para o lugar de Tomé. Antes do segundo golo penafidelense, Barry havia entrado para o lugar de Paná. E quando o Académico tentava o empate, Pires fez o segundo da tarde. Numa bela jogada de Ludovic na direita do ataque da turma da casa, trocando as voltas a Baumer, cruzou para o veterano ponta de lança fazer um golo de belo efeito. 75 min, e estava feito o segundo golo do Penafiel. Registo, já perto do final da partida, para um excelente remate de Luisinho, mas que Ivo Gonçalves respondeu com categoria.
2-0 Resultado Final.

 

Permitam-nos uma nota final para Bruno Loureiro. De regresso à equipa, mais de um ano depois, (fez a estreia na equipa, desde que o mister Manuel Cajuda assumiu o comando técnico), tendo rubricado uma exibição muito interessante, sendo inclusive, o jogador escolhido para as bolas paradas dos viseenses. 
Um regresso que todos os academistas saúdam, certamente.

Domingo vai correr melhor, e estamos convictos que marcará o regresso às vitórias. Estão todos convocados para o jogo do Fontelo. Pelas 15h00, tendo como adversário o Farense.
Força Académico!!! Sempre contigo!!

Ler Texto Completo