sexta-feira, janeiro 23, 2015

Notícia de interesse academista

COMUNICADO

No seguimento da notícia publicada na edição de hoje, dia 23 de janeiro de 2015, do jornal Record, a direção do Académico de Viseu Futebol Clube, vem por este meio fazer o seguinte esclarecimento:
Ponto 1 - A direção do Académico de Viseu Futebol Clube informa que tem até à data de hoje, dia 23 de Janeiro de 2015, todos os seus compromissos e obrigações legais devidamente regularizadas.
Ponto 2 - Lamenta ainda esta direção a deturpação de que foram alvo as declarações do capitão de equipa Tiago Gonçalves e do diretor desportivo José Luís Gonçalves, por parte do jornal Record. O Académico de Viseu Futebol Clube repudia categoricamente o cenário de greve aos treinos levantada pelo mesmo jornal, especulação que o clube entende como uma tentativa frustrada de destabilização do grupo de trabalho.
Ponto 3 – Confiantes de que a equipa de futebol do Académico de Viseu, irá já na próxima jornada dar uma resposta cabal e condizente com o profissionalismo inexcedível dos seus atletas, a direção do Académico de Viseu Futebol Clube apela a todos os academistas para que no próximo domingo, dia 25 de janeiro de 2015, estejam massivamente presentes no Estádio Municipal do Fontelo para apoiar o clube com maior dimensão desportiva do distrito de Viseu.
Viseu, 23 de janeiro de 2015
Atenciosamente 


A Direçao do Académico de Viseu Futebol Clube

6 comentários:

Viriatus disse...

A ser assim como diz a Direção, devem ser tomadas as devidas consequências das palavras proferidas pelo Diretor Desportivo e só existe um caminho...rescisão com justa causa.

sexta-feira, 23 janeiro, 2015
Anónimo disse...

"Lamenta ainda esta direção a deturpação de que foram alvo as declarações do capitão de equipa Tiago Gonçalves e do diretor desportivo José Luís Gonçalves, por parte do jornal Record."

Rescisão por justa causa por lhe deturparem as declarações?!

sexta-feira, 23 janeiro, 2015
António Mota disse...

Como é possível a Direcção do nosso Académico não pagar aos jogadores e ainda fazer comunicados deste tipo!! Vergonhoso!



sexta-feira, 23 janeiro, 2015
Paulo Teixeira disse...

Não consigo entender isto, se andássemos nos primeiros lugares ainda compreendia esta jogada, agora andamos no meio da tabela semi-tranquilos e fora de certas guerras, sinceramente não percebo!

Paulo Teixeira sócio 752

sexta-feira, 23 janeiro, 2015
Anónimo disse...

O António Mota sabe que a direcção do Académico não paga aos jogadores. Ele sabe e por isso escandaliza-se pelo comunicado.
Se eu soubesse que era assim, também me escandalizava.
Mas eu não sei e se a direcção do meu clube, Académico, eleita pelos sócios, garante que nada deve, em quem devo acreditar?
Para mim, a menos que o António Mota ou outros PROVEM que os jogadores não recebem, confio inteiramente no senhor Albino e na sua direcção.
É altura da direcção desmascarar quem calunia, apresentando PROVAS de que está tudo pago e legal, como afirma no comunicado.
Além de agir contra o Record se o jornal adulterou entrevistas.
O Académico não pode andar a ser notícia por coisas destas. Se devem dinheiro, se têm dificuldades, assumam; Se está tudo legal e pago, atirem com tudo cá para fora e desmascarem o jornal.
E amanhã, TODOS AO FONTELO!!
ACADÉMICO! ACADÉMICO!

sábado, 24 janeiro, 2015
Anónimo disse...

Mandem processar os jornalistas, cortem relações com o Record.
Façam alguma coisa! O Dr. Ruas é advogado sabe bem o que fazer.

domingo, 25 janeiro, 2015