domingo, janeiro 04, 2015

Ac. Viseu 3 - 0 CD Aves

O Académico recebeu hoje no Fontelo, o Desportivo das Aves, e venceu por 3 - 0, repetindo assim o resultado da época passada.

O Aves, atravessa uma fase desportiva complicada, recordemos que o nome do novo treinador será apresentado durante os próximos dias, está numa situação complicada, em termos de classificação, pelo que precisava urgentemente de pontuar, e não podemos esquecer que foi a equipa que o ano passado acabou a época em 3º lugar, perante estes factos a tarefa Academista adivinhava-se complicada. 

O Académico entrou em campo com: 

Estádio do Fontelo, 4 de janeiro de 2015
21ª Jornada da Liga 2
Árbitro: Manuel Oliveira

Ac. Viseu: Ivo Gonçalves; Tomé, Eridson (Tiago Borges, 63), Tiago Gonçalves (c) e Dalbert (Ricardo Ferreira, 73); João Ricardo, João Coimbra (Filipe Nascimento, 58) e Clayton; Luisinho, Tiago Almeida e Sandro Lima. Treinador: Ricardo Chéu.

Aves: Quim; Leandro, Romaric, Miguel Vieira e Jorge Ribeiro; Diogo Pires, Luís Manuel e Grosso (Junior Pius, int); Pedro Pereira (André Costa, 64), Renato Reis e Platiny (Caballero 56). Treinador: Vitinha.

Expulsão: Miguel Vieira 41


Golos: Dalbert 11 (1-0), Luisinho 42 gp (2-0), Clayton 54 (3-0)

O Académico, tal como o seu treinador prometeu na antevisão ao jogo, começou o jogo ao ataque, preferencialmente pelo lado direito, onde Tomé e Tiago Almeida, puseram á prova a qualidade do experiente Jorge Ribeiro.

Curiosamente, foi do lado esquerdo que nasceu o primeiro golo da partida, por volta dos  11 minutos de jogo, Dalbert Henrique, provou que a distinção, que recebeu, como o melhor lateral esquerdo da 2ª liga, lhe assenta que nem uma luva, e vai daí, lançou um "missil" de fora da área, que só parou no fundo das redes de Quim, um golo que levantou o estádio...


( Dalbert marcou o 1º golo. Foto Jorge Paulo )

O Aves, quase não saía, do seu meio campo defensivo, tal era a vontade academista de chegar ao segundo golo, mas o experiente Quim, anulou por duas vezes as excelentes oportunidades de Tiago Almeida e Luisinho, chegarem ao golo da tranquilidade.

Foi através da marcação de um pontapé de canto, que o Académico iniciou a jogada que daria o segundo golo, Luisinho bateu o canto, a defesa do Aves afasta a bola da área, e entretanto o árbitro apita, para a marca de grande penalidade. Segundo o árbitro da partida, Miguel Vieira quando salta para disputar a bola com Eridson, atinge este com o cotovelo, considerando assim agressão, cartão vermelho e penalty.

Este penalty, foi muito contestado no banco do Aves, mas Miguel Vieira, quando questionado por um diretor sobre o que tinha acontecido disse "ele deu-me, e também lhe dei", penalty que apenas as imagens podem esclarecer. 


( Penalty bem batido por Luisinho. Foto Jorge Paulo )

Certo é que o castigo máximo, foi muito bem executado por Luisinho, sem qualquer hipotese de defesa para Quim.

Na segunda parte, o Académico optou por gerir o tempo, aqui e ali com jogadas de grande recorte técnico, mas sem acelerar muito o ritmo de jogo.


( Clayton marca o 3º golo. Foto Jorge Paulo )

Numa dessas jogadas, Clayton Leite, fintou um defesa adversário á entrada da área, com alguma sorte no ressalto, ficou isolado frente a Quim, e chutou para o 3º golo, estavam decorridos 53m de jogo.

A partir deste momento, o técnico academista, fez a gestão do plantel ao seu dispôr, até porque havia jogares em campo em risco de serem amolestados com o 5º amarelo, e ficarem impedidos de alinhar em Portimão.

Por volta dos 60m tirou João Coimbra, e fez entrar Filipe Nascimento, aos 65, Tiago Borges entrou para o lugar de Eridson, e aos 73m Ricardo Ferreira entrou para o lugar de Dalbert.

Excelente vitória, excelente jogo, jogadas empolgantes, e grande esperança para o que resta deste campeonato.

O Académico após 7 vitorias, 7 empates e 7 derrotas, 26 golos marcados e 25 sofridos, está actualmente no meio da tabela, no 12º lugar, a 10 pontos do 1º classificado, e a 7 dos lugares de descida. Tudo é possível, mas teremos de dar um passo de cada vez, e o próximo é pontuar em Portimão, para amealhar pontos necessários para a manutenção, quando essa meta estiver alcançada, o "céu passa a ser o limite"

Destaque positivo, para a arbitragem do Sr. Manuel Oliveira, o negativo, vai mais uma vez para a falta de publico no Fontelo, e hoje não houve a desculpa da chuva, o outro vai sem duvida para os responsáveis, que mesmo estando fora do recinto desportivo, conseguem penalizar o clube, arremessando petardos para dentro do estádio. 

João Nunes

8 comentários:

Anónimo disse...

Bom resultado e bom jogo do nosso Académico!
Pena que os academistas ainda não tenham aprendido o caminho para o Fontelo.
Força Académico! Força rapaziada! O nosso Académico merece!
ACADÉMICO! ACADÉMICO!

domingo, 04 janeiro, 2015
Anónimo disse...

No lance do penalty o eridson disputa a bola nas alturas apoiando-se no defesa cometendo falta o defesa do aved não gostou e pontapeou o eridson. Agressão clara. De resto excelente arbitragem sempre a deixar jogar.

domingo, 04 janeiro, 2015
Anónimo disse...

Porra, viseenses, o Académico GANHOU!
GANHOU, percebem?
Onde estão os incentivos, onde estão os comentários?
Guardados para quando perdermos?
Beirões, Viseenses, Academistas, o nosso distrito pode aspirar a muito mais: O Tondela está no comando desta 2.ª liga e o nosso Académico, agora muito bem orientado por Ricardo Chéu, está a 10 pontos.
Vamos tratar de encurtar distâncias e chegar mais acima na classificação. O sonho existe, mas para isso precisa ser regado, alimentado, acarinhado. O melhor que há para o fazer é irmos ao FONTELO sempre! E fora de portas quando for possível.
O nosso Académico não pode ter assistências de 500 pessoas! O nosso Académico tem de ter mais de 5000 adeptos nos jogos em casa!
Vamos lutar por isso, vamos levar familiares, amigos.
A Direcção do clube anda apática com a mobilização das pessoas, anda a fazer o seu trabalho, mas é preciso mais, é preciso arranjar maneiras de levar mais e mais pessoas ao Fontelo.

domingo, 04 janeiro, 2015
Paulo Teixeira disse...

Nada melhor que começar o ano com uma vitória destas, uma vitória tranquila que nos deixa sossegados quanto ao futuro.
Confesso que cheguei a ter muito receio desta equipa do Aves, uma equipa experiente com a corda ao pescoço (é um perigo),com um gr muito rodado que quando «engata» é muito dificil bate-lo mas hoje o Académico mostrou a todos academistas que podem ficar descansados quanto ao futuro porque as vitórias essas vão aparecer com bastante regularidade e com isso as posições na tabela vão-se conquistando.
Domingo em Portimão espero pelo menos um empate, tem de ser dado mérito a esta equipa algarvia pelo campeonato que está a fazer mas penso estar plenamente ao alcance do Académico fazer um bom resultado no Algarve, isto se nos deixarem...
VIVA O ACADÉMICO!

Paulo Teixeira sócio 752

domingo, 04 janeiro, 2015
Anónimo disse...

Grande vitoria, força académico!!
Acredito que o Fontelo comece a ter mais pessoas a partir de agora, acaba a euforia do natal e dos saldos e se começar a ficar menos frio as pessoas iram ver o jogo, vamos acreditar que sim..e que o académico continua a ganhar jogos, isso é o mais importante e o factor mais motivador de ir ao estádio

domingo, 04 janeiro, 2015
Anónimo disse...

Campeonato Nacional da 2ª Liga
21ª Jornada, domingo, 04 de janeiro de 2015 – Estádio do Fontelo - Viseu
Ac. Viseu – 3 ; Desportivo das Aves - 0

Ivo na Baliza,
Tomé, Iridson, Tiago Gonçalves, Dalbert
João Ricardo, João Coimbra, Clayton, Tiago Almeida;
Sandro Lima e Luisinho.
Entraram na 1ª parte:
Entraram na 2ª parte: Filipe Nascimento, Tiago Borges e Ricardo Ferreira para os lugares de Iridson , João Coimbra e Dalbert


Treinador: Ricardo Chéu

Marcadores:
1ª parte: Dalbert (golo do ano!)
2ª parte: Luisinho e Clayton

Resultado ao intervalo: 2-0


Vitória robusta, 3 pontos, golo do ano!
Exibição de grande qualidade em vários momentos do jogo, resultado escasso para tanta oportunidade e não fora Quim na Baliza do Desportivo das Aves e possivelmente o resultado não parraria antes dos 6!


Vitória certa do Académico, com períodos de muito bom futebol, com um golo fabuloso de Dalbert, com uma exibição de grande categoria de Quim, na Baliza do Desportivo das Aves, a evitar um resultado ainda mais desnivelado.

Entrou bem o Académico, muito bem, criou várias situações de golo e chega à merecida na vantagem num grande golo de Dalbert, depois na jogada que precede o lance Quim ter feito uma espantosa defesa e evitado o 1º do Académico.

Continuou o Académico a jogar mais e melhor e num lance confuso na área, o árbitro marca penalti a favor do Académico e expulsão do jogador do Desportivo das Aves, presumo, pois não vi do sítio onde estava, que tenha sido agressão dentro da área e a ser assim, decisão acertada do árbitro. Luisinho chamado a marcar perante Quim, não tremeu e fez de forma exemplar o 2-0. A partir daí o Académico controlou como quis e até ao intervalo mais 2 golos poderiam ter acontecido em 2 oportunidades flagrantíssimas, mas o 2-0 era o resultado ao intervalo.
Na 2ª parte o Académico entrou bem, fez rapidamente o 2-0 e depois abrandou bastante o ritmo de jogo, e o D. das Aves lutou com as armas que tinha e perto do final do jogo consegue 3 remates perigosos embora sem acertar na Baliza. Até final, sempre que o Académico acelerava o Aves tremia, e Quim, evitou uma goleada mais pesada.
Estamos na metade cimeira da tabela, estamos perto dos 35 pontos, que era o valor que eu acharia que estaria ao nosso alcance na 1ª volta, cumprindo aquela média que o nosso presidente em tempos falou, de 1,5 pontos por jornada.
Há que continuar a trabalhar com querer, determinação, alegria, que a dada altura andou arredia, devido aos resultados que teimavam em não aparecer, mas agora só falta mesmo que mais e mais pessoas venham ao Fontelo e APOIEM estes magníficos jogadores e esta equipa Técnica, bem como a Direção que tudo, tudo tem feito para timonar uma nau que em ano de centenário, se quer que chegue a bom porto, mas para isso, todos temos de fazer a nossa parte, e repito, ser Sócio e ADEPTO e o mais fácil, pois basta ir ao Estádio estar comodamente sentado e APOIAR! Não é preciso correr, transpirar, passar bem, ou passar mal, rematar ou fintar, basta ir, assistir e aplaudir, simples!
Ricardo Chéu tem vindo a moldar a equipa às usas ideias, que todos já conhecemos bem, e jogo após jogo a equipa está mais sólida, mais robusta, mais capaz!

Arbitragem de excelente nível, e depois de um início de Campeonato em que os árbitros, em minha opinião não estiveram bem, em vários jogos, de então para cá, temos assistido a excelentes arbitragens!


Sempre Académico!

Carlos Silva

domingo, 04 janeiro, 2015
--FD disse...

Foi uma vitória claríssima que podia ter sido mais dilatada! O guardião Quim, apesar dos três golos sofridos, foi - na minha opinião - o melhor jogador do Aves. Desta vez, mesmo falhando muitos golos, conseguimos uma vitória confortável. Há claramente que treinar as finalizações pois nem sempre acontece este desfecho positivo. Ainda há umas semanas desperdiçámos golos atrás de golos em Olhão e deixámos lá ficar dois pontos...

A equipa está motivada (veremos como fica após as saídas e as entradas), há ainda muito campeonato pela frente e neste momento tudo é possível. É verdade que o sonho comando a vida e toda a gente sonha com a subida mas mais importante que isso é que o Académico de Viseu cimente umas boas bases. E é neste aspecto que temos vindo a falhar. Precisamos de mais gente no estádio. O Académico precisa de mais apoio de TODOS! Outro aspecto igualmente negativo é o comportamento de alguns que se dizem academistas. Como é possível rebentar petardos e prejudicar o próprio Clube? Não podemos andar a desbaratar dinheiro em multas perfeitamente evitáveis...

segunda-feira, 05 janeiro, 2015
--FD disse...

Entrevista do Zerozero ao nosso treinador

http://www.zerozero.pt/noticia.php?id=148454

segunda-feira, 05 janeiro, 2015