domingo, janeiro 18, 2015

Ac. Viseu FC 0-0 SC Beira Mar

Estádio do Fontelo, 18 de janeiro de 2015
23ª Jornada da Liga 2
Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria)

Ac. Viseu: Ivo Gonçalves; Tomé (Tiago Costa, 39), Eridson, Tiago Gonçalves (c) e Dalbert; João Ricardo, Filipe Nascimento (Alex Porto, 55) e Clayton (Ricardo Ferreira, 79); Tiago Almeida, Luisinho e Sandro Lima. Treinador: Ricardo Chéu.

Beira Mar: Rui Rego; Pedro Moreira (c), Diego, Fábio Santos e Vítor Vinha; Aderson, Edu e Chaparro (Edema, 79); André Nogueira, Nadson (Dieguinho, 90+3) e Bilal (Edivândio, 90). Treinador: Paulo Alves.

Expulsões: Anderson 66, Diego 75

O Académico recebeu hoje o Beira-Mar e, embora favorito, era expectável um jogo bastante complicado, olhando para os últimos resultados da equipa Aveirense, que tinha perdido 1 e empatado 3 jogos, sendo que vinha de 2 empates sem golos.

Ricardo Chéu, fez alinhar de inicio Filipe Nascimento em detrimento de João Coimbra, que deixou a equipa Academista, rumo ao Rapid de Bucarest, da Roménia.

A primeira parte foi dominada pelo Académico com o Beira Mar a trocar a bola em zonas muito recuadas do terreno, enquanto o Académico tentava acercar-se da baliza adversária, quase sempre sem perigo para a baliza de Rui Rego. 
Diego e Fábio Santos,  centrais Aveirenses, contribuíram, e muito, para a falta de ineficácia Academista.

Perto do intervalo, Tomé é tocado por um adversário, junto à linha de fundo, do qual saiu lesionado, dando lugar a Tiago Costa.

O Académico poderia ter ido para o intervalo a vencer, mas Clayton não respondeu da melhor forma a um cruzamento da direita, e cabeceou de forma defeituosa ao lado do poste esquerdo da baliza de Rui Rego.

Na segunda parte, o Académico tentou incutir mais velocidade ao jogo, mas o meio campo academista não conseguia criar desequilíbrios. 

Chéu faz entrar Alex Porto para o lugar de Filipe Nascimento.

Anderson é expulso aos 65m de jogo, por acumulação de amarelos, o que fez a equipa Aveirense recuar ainda mais atrás no terreno.

Aos 75m, o Beira Mar fica a jogar com 9 jogadores, uma vez que Diego é expulso com vermelho direto, por agressão a  Sandro Lima.

O Beira Mar coloca 9 homens atrás da linha da bola, Paulo Alves ainda refresca a sua equipa, mas o Académico continuava a jogar mal.

Ricardo Chéu, dá ordens para Tiago Gonçalves avançar para ponta de lança, e o Académico sem ideias, começa a jogar com lançamentos para a área, ganhando uma sucessão de pontapés de canto, mas sem nenhuma eficácia. Jogava mais com o coração que com a cabeça.  

O jogo acabaria por acabar sem golos, o Beira Mar não jogou, nem deixou jogar, é uma equipa que pratica um futebol feio e duro. Durante todo o jogo não criou uma única oportunidade de golo, contudo conseguiu o seu objetivo, pontuar no Fontelo.

A equipa de arbitragem esteve ao nível do jogo, fraquíssimos, um 4º árbitro, incomodativo, um fiscal de linha, que não sabia descortinar um lançamento lateral, e um árbitro ao pior nível daquilo que já se viu no Fontelo. Ressalva-se que não deve ter feito por mal, ficou foi a sensação que não sabia fazer mais.


Um empate com sabor a derrota, mas Domingo há mais e esperamos nós com um grande jogo frente ao Chaves.

João Nunes Sócio nº 100

6 comentários:

Anónimo disse...

Mau resultado num jogo que nos correu de feição, com quase 15 minutos a jogar contra 9.
A equipa ainda precisa de alguns ajustes. No quarto de hora final faltou um "motor todo terreno" para desmontar o Beira-Mar.
Acho que fizemos a prova de que ainda não estamos no ponto para pensar em outros voos. Temos de solidificar a nossa posição longe dos últimos lugares.
Hoje, pela maneira como correu o jogo, perdemos 2 pontos, claramente.

domingo, 18 janeiro, 2015
João Costa disse...

A vossa crónica acaba por dizer tudo.

Começo a ficar um bocado farto de tudo o que se berra pela bancada (pelo menos na superior). O pessoal quer é bola para a frente (à toa)... não pode ver dois passes entre defesas e é logo o fim do Mundo. Enfim, não há paciência. Para a semana a solução deve ser levar os fones para os ouvidos e ir acompanhando o relato.

Venha o próximo domingo. Venha o Chaves! Acredito que vai ser um grande jogo, com duas boas equipas. O Chaves não se fecha e deixa jogar como não deixa este fraquíssimo Beira-Mar e temos tudo para conseguir um bom resultado.

Saudações Academistas

domingo, 18 janeiro, 2015
Anónimo disse...

Mau resultado, 2 pontos que tanta jeito davam e que não podiam ter sido esbanjados, mas futebol é assim, mas que custou não ganhar este jogo, lá isso custou e muito!

BEira-Mar muito fraco em termos ofensivos, ao nível de Leixões e Trofense, por exemplo, ou seja equipas muito fracas do meio para a frente.

Académico pouco inspirado, ainda assim com mais situações para ganhar o jogo do que o seu adversário, que é muito fraco do meio para a frente, repito.

Académico teve tudo a seu favor em especial na 2ª parte para fazer golo e ganhar o jogo, mas houve algum atabalhoamento, muito bola atirada para a área mas par ao pior sítio, quase sempre para a zona do guarda-redes. Pouco futebol pelas alas, um meio-campo que sentiu a falta de João COimbra, um Clayton, longe das melhores exibições que já protagonizou esta época e alguma infeficácia da nossa equipa, bem como um Beira-MAr com um comboio estacionado na sua zona defensiva, que impediu uma mais que merecida e esperada vitória do Académico.

em resumo: Não gostei do resultado, não gostei da forma como a equipa abordou o jogo nos últimos 15 minutos, onde contra 9, tínhamos de ter criado muitas e melhores situações de golo e mais do que isso tínhamos de ter marcado pelo menos uma e obter os 3 pontos da vitória.

Domingo, há jogo no Fontelo e os Academistas não podem estar à espera do sol par air ao Fontelo, pois o Campeonato não pára e precisamos do apoio de TODOS! Nós Somos o Académico, nós somos muitos, mas no Fontelo atualmente estamos poucos, temos de estar TODOS!

Arbitragem em bom nível durante os 90 minutos, e nas 2 expulsões os jogadores do Beira-Mar teriam de ter outro cuidado. Há um lance em que a bola é rematada pelo jogador do Académico e dentro da área fica a sensação de que há contacto bola-braço, mas não tenho a certeza do lance e por isso aceito a decisão do
árbitro de nada marcar.

Onde o árbitro em meu entender esteve muito mal foi nos 3 minutos de compensação que dá quando houve 2duas explusões na 2ª parte, 5 substituições, várias paragens para assitÊncia aos jogadores do Beira-MAR, etc. 5 minutos seria o mínimo admissível, 3 foi um insulto, no entanto, repito, o Académico perdeu 2 pontos por culpa própria e só tem de queixar-se de si, nada mais.

Os Adeptos do Académico têm de apoiar mais e a claque tem de voltar a ter as suas faixas e fazer-se ouvir de outra forma, pois o seu APOIO é importante, desde que se limitam a isso mesmo, APOIAR sempre e só o Académico!

Que este jogo sirva de lição e domingo, perante um adversário, muiiiio mais forte, um Académico com outra atitude pode e acredito que vai conseguir uma grande exibição aliada a um grande resultado, uma vitória expressiva.

Força Académico!


CArlos Silva

domingo, 18 janeiro, 2015
Paulo Teixeira disse...

Podiamos e deviamos ter ganho este jogo, sinceramente já estava mais ou meno á espera disto, este Beira Mar é uma equipa que só sabe defender e faz dessa arma a unica forma de ganhar pontos, foi assim no jogo com o Freamunde á 15 dias, foi assim hoje com o Académico que definitivamente não sabe jogar contra equipas que se fecham muito.
Mesmo assim há que olhar para o unico aspecto positivo deste domingo, alargámos a vantagem para com o 22º, cifra-se agora em 8 pontos com o Santa Clara com menos 1 jogo, uma diferença que apesar de não ser muita já é alguma coisa, faz por exemplo com que o resultado menos bom de hoje não seja tão negativo, mas não podemos de dar ao luxo de perder pontos como perdemos hoje, como perdemos contra Braga B e Olhanense, eram jogos que deviamos ter ganho!
Terminou a primeira volta muitos gostariam de ver o clube mais uns degraus acima, eu tambem e claro a generalidade dos academistas tambem, mas a posição em que o clube se encontra é aquela que mais condiz á realidade do plantel que temos, temos um razoavel 11 que dá para andar tranquilamente pelo meio da tabela, pedir mais é muito dificil, acredito que os dois reforços que aí veem vão trazer mais qualidade á equipa, mais soluções de ataque e no fundo podemos ver o Académico a ganhar mais vezes. Pelas contas que fiz (valem o que valem) vaticinava 34 pontos no final desta 1ª volta, estamos com 29 não fiquei muito longe, mas tambem posso afirmar que se fizermos uma 2ª volta igual á 1ª em termos pontuais vamos acabar com 58 o que chega e sobra para a manutenção, mas acredito que vamos fazer mais, na minha opinião talvez uns 40 pontos.
Próximo jogo muito dificil, o Chaves para mim a par do Portimonense e os nossos vizinhos do Tondela devem ser as equipas mais fortes deste campeonato mas não acredito que venham ao Fontelo jogar como jogou o Beira Mar e isso pode ser bom para o Académico poder jogar o seu futebol, por isso acredito que vai ser um grande jogo e que a sorte, essa malvada que vai e vem esteja do nosso lado!

Paulo Teixeira sócio 752

domingo, 18 janeiro, 2015
Anónimo disse...

O Filipe Nascimento foi uma desilusão.
Ele tem claramente potencial, mas não pode passar o jogo a andar e sem ir ao choque. Sem raça, vai-se perder um talento.

Uma pala, urgentemente, para a superior do estádio. Quem vê o jogo na superior sem guarda chuva e com este frio, merecia melhor consideração dos responsáveis.

Domingo temos de ganhar (já agora, menos centros e bolas bombeadas dos centrais, é preciso alguém que faça circular a bola pelo meio e crie desmarcações)

Miguel

segunda-feira, 19 janeiro, 2015
Anónimo disse...

Estimado Socio Carlos Silva:

O Académico de Viseu deixou ter claques organizadas, por VONTADE do CLUBE. Todavia os elementos continuam a frequentar o Fontelo (e fora) como sempre. Se houve exageros por parte de alguns integrantes dos grupos (também os há na bancada coberta e na superior), e sinceramente creio que o clube ficou a perder muito mais do que a ganhar com a decisão.Ainda assim, haverá uns quantos "velhos do restelo" satisfeitos com a perseguição a que foram votados os elementos dos grupos de apoio de Viseu....."contra tudo e contra todos não nos irão calar...."

segunda-feira, 19 janeiro, 2015