domingo, março 27, 2011

Ac.Viseu FC 2-1 AD Nogueirense

Estádio Municipal do Fontelo, 27 de Março de 2011
 1ª Jornada da fase de subida, Série D
 Árbitro: João Bento (Santarém)

 Ac. Viseu: Augusto (c); Casal, Jonas, Tiago e Marcelo; Calico, Álvaro (Filipe, 80) e Vouzela (Éverson, 68); Ricardo, Luisinho (Pedro Costa, 68) e Zé Bastos. Treinador: Manuel Matias.

 Nogueirense: Rui Vale, Luís Carlos, Carlos Santos, André, Carlos Andrade, Diogo, Nuno Ribeiro (Diogo Gonçalves, 59), Nuno Pedro, Xano, Daniel (Fábio Cunha, 80) e Paulo Barreto (Manuel António, 59). Treinador: Pedro Ilharco.

 Golos: Luisinho 35 (1-0), Luisinho 55 (2-0), Xano 62 (2-1)



Académico vence contra 14!


Sem medo e rodeios, a verdade é esta. O Académico hoje venceu contra 14, por 2-1 um dos adversários directos, o Nogueirense. Num jogo em que tudo estava em jogo, e que fez recuar no tempo todos os academistas (uma arbitragem vergonhosa ao nível do celebre encontro com o Arouca), o coração viseense foi demasiado grande e intransponível, para se deixar cair por gestos habilidosos de certas pessoas. O nome a reter é o Sr. João Carlos Antunes Pereira Bento, da A.F. Santarém. Demasiado tendencioso para exercer esta mui nobre missão de ser árbitro. O técnico Matias para o jogo de hoje fez alinhar o seguinte onze: Augusto ©, Casal, Jonas, Tiago e Marcelo; Calico, Álvaro (Filipe) e Vouzela (Everson); Ricardo, Luisinho (P. Costa) e Zé Bastos. O Académico foi mais forte. Num jogo bem disputado, onde merece destaque a entrega de todos os jogadores academistas, Luisinho e Augusto foram os heróis. Luisinho pelos dois golos que marcou. Se no primeiro foi só encostar após passe de Zé Bastos, no segundo isolou-se (passe de Ricardo), e desfeiteou o guardião do Nogueirense com um remate simples, mas de categoria. O nosso capitão Augusto, pela proeza de fazer uma defesa do outro mundo, após um penalty desperdiçado pelos forasteiros no último minuto de jogo. Foi realmente um minuto dramático o que se assistiu no Fontelo. O árbitro teve coragem de assinalar um penalty no ultimo minuto de compensação, mas o nosso numero um foi um verdadeiro herói, e deixou o Fontelo completamente em êxtase, e fazendo os adeptos acreditar que a subida de divisão é possível. São nestas alturas que se vê as grandes equipas. Garra, determinação, querer, mesmo quando os adversários são mais que muitos, como foi o caso de hoje. O Nogueirense tem uma equipa muito boa, disso ninguém tem duvidas, e irá longe neste campeonato (esperemos que não tão longe como o Académico), mas não precisava de ajudas externas como se assistiu esta tarde, ficando na retina aquele vermelho perdoado ao defesa do Nogueirense quando Vouzela estava completamente isolado para a baliza. Quanto ao penalty, não sei se foi mão ou não do defesa academista, mas que o árbitro não hesitou, disso não houve duvidas (ao minuto 94). Mas agradeço-lhe, porque com esta defesa de Augusto, pode ter ensinado a todos os academistas o caminho do sucesso. Força Académico! Parabéns a todos os academistas pela união verificada hoje no Fontelo! Com a derrota do Riachense em O.Bairro, o Ac. Viseu está agora a um ponto do 2º lugar, que dá acesso à subida. Para a semana será importante fazer um bom resultado em Soure. Classificação: 1º Monsanto 25 pontos 2º O. Bairro, Nogueirense, Riachense 22 pontos 5º Ac.Viseu 21 pontos 6º Sourense 17 pontos


João Monteiro

17 comentários:

Anónimo disse...

Ac. Viseu 2-1 AD Nogueirense
Monsanto 2-0 Sourense
Oliv. Bairro 1-0 At. Riachense

1 Monsanto 25
2 Oliv. Bairro
3 AD Nogueirense 22
4 At. Riachense 22
5 Ac. Viseu 21
6 Sourense 17

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

Mais uma arbitragem nojenta.
O académico tem que ser muito forte, como sempre foi ao longo de toda a sua história.
Os abutres já estão à espreita!
Acreditem em quem ainda anda à procura de respostas para as maquinações que nos levaram onde levaram.
Eu nunca desisto!
Mas, academistas, preparem-se para o que aí vem! Quando estivermos frente a frente com os de Santarém, tomem nota aos árbitros que vão ser nomeados! E depois olhem para os que são nomeados aos de Santarém... Querem apostar que eles não vão ter nenhum árbitro de Viseu e nós vamos apanhar com escalabitanosa com fartura! Já vamos em dois seguidos, porque será?
Dirigentes, alerta! Já para cima da Associação de Futebol de Viseu a pedir atenção e intervenção, ou julgam que os de Santarém estão a brincar em serviço?
Hoje, nos últimos segundos começou a luta, que acabou por não resultar por mérito do nosso Augusto, mas vai haver mais! Muito mais, acreditem!
Academistas, vamos encher os casmpos todos, vamos mostrar a nossa força e dizer a esses homens do apito que estamos em TODO O LADO! Para apoiar o Académico, sim, mas para lutar pela justiça se necessário for!
Não queremos, nunca quisemos ao longo de décadas, ser beneficiados, só queremos que sejam honestos e que se perdermos algum jogo, que3 seja porque falhámos, porque os nossos adversários foram melhores, mas nunca porque uns tipos vestidos de preto ou amarelo e de apito na boca vêm fazer fretes!
Academistas, vamos a todas!
Direcção, mais um esforço e um autocarro para todo o lado!
Académico!

Lumago

domingo, 27 março, 2011
ogirdoR disse...

Quantas pessoas no Fontelo?

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

ESCANDALOSA arbitragem foi o que se viu hoje no Fontelo. Não restam duvidas que esta arbitragem vinha encomendada! Por quem não sei, só sei que temos uma Associação de Futebol muito fraca sem poder, que só aparecem se houver exitos.Se gostam do Academico, saiam já em protesto contra estas arbitragens. Gostei do apoio que começa a aparecer no Fontelo, vai ser muito importante em todos os jogos, porque estou certo que o Academico vai ter sempre mais de 11 adversarios em cada jogo. Resta-me dizer, FORÇA ACADEMICO CONTRA TUDO E TODOS.. VENCEREMOS!!!

domingo, 27 março, 2011
jose costa disse...

eu antes do jogo ja alertado por ser mais um arbito de santarem apitar mais um jogo do nosso clube, foi o que se viu. nao tem coragem de expulsar o atleta do nogueirense, e o penalty a mao e do avançado do nogueirense. a afv tem tomar medidas, se o riachense e o monsanto tenham a vida facilitada

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

Estive a ouvir o relato e por aquilo que ouvi fiquei chocado. A
não ser que quem esteve a relatar tenha exagerado. Mais uma arbitragem à Arouca? Esta sociedade está podre. Os homens estão a transformarem-se em animais. Cada vez mais tenho respeito pelo meu bobi.

Pedro Jorge

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

Mais uma péssima arbitragem, daquelas que consegue incendiar o ambiente nas bancadas e quase conseguia influenciar o resultado. Aquele FP ainda teve a coragem de se rir para os adeptos quando assinalou o penalty. Sempre que começamos a incomodar (porque a equipa está a evoluir bem)alguém tem de nos tramar. Além do mais ter de gramar com os deptos do Nogueirense na Superior Central e com os topos vazios.
Não sei para que serve a AFV,não sei porque é que o estádio tem de ter pista em ves de bancadas até ao relvado, não percebo muita coisa. O que sei é que faltam 9 jogos e cada vez vai ser pior.

Ricardo Patrício

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

Excelente Resultado, magnífica entrega por parte da equipa, 2 grandes golos, resultantes de 2 boas jogadas.

Em 2 jornadas o Académico passou de uma situação dificilima para a situação em que está a 1 ponto da subida de divisão.


Hoje, o Académico tudo fez para ganhar, mereceu a vitória, teve atitude e aguentou a "encomenda" que nos colocaram no FOntelo com o intuito de nos destruir, mas tal teve o efeito contrário e acabou por nos unir mais fazer, já no Domingo próximo, estarmos novamente em maioria no estádio do nosso adversário. É esta a Força do Académico. Nós somos diferentes e apoiamos quando temos de o fazer, como ninguém.

A ecomenda deve estar a pensar como foi possível, não cumprir aquilo que trazia determinado.

Tenho visto, no Fontelo e fora, boas e más arbitragens, bons e maus árbitros, boas e más exibições, mas o que vi hoje e o que aconteceu, no jogo em Nogueira do Cravo, assemelha-se ao que aconteceu no célebre jogo com o Arouca, em que o árbitro marcou 4 livres na meia-lua, contra o Académico, o último dos quais, no último minuto dos descontos.

Hoje, a encomenda tinha contornos semelhantes, mas mais requintada, pois a não explusão do jogador do Nogueirense quando Luís Vouzela, seguia completa e totalmtne isolado foi um sinal de que algo pior poderia ainda acontecer e de facto aconteceu.
Em todo o jogo o árbitro abusou do apito e apitava a torto e a direito qualquer encosto. Mas, estava reservado para o último minuto do jogo, já nos descontos, portanto, a decisão que não deixou dúvidas, a ninguém, nem aos elementos da equipa adversária, da encomenda que nos calhou em sorte. Há uma bola lançada para a grande área, não se vislumbra nada de coisa nenhuma e o árbitro apita penalti, ou seja do mesmo género da expulsão que estáno vídeo que se segue. Ou seja, bastava a bola, naquele lance ser colocada na área parao árbitro apitar penalti, exactamente como aconteceu com a explusão do MArcelo (ve vídeo, em baixo), bastava Marcelo chutar para ser esxpulso, ou então esperar esperar e ser na mesma expulso por demomar de mais. Ou seja a encomenda seria entregue de qualquer forma.

O Académico, Direcção, nós sócios e adeptos temos que tomar uma posição, junto de quem de direito e dizer de forma firme que não mais vamos permitir que coisas destas aconteçam. Nós somos o Académico respeitamos toda a gente, mas exigimos respeito recíproco.

As gentes do Fontelo, onde nem sempre o ambiente é fácil, deram, hoje, uma lição de civismo, ao não reagir de forma menos recomendada perante a encomenda que nos colocaram em mãos. Não foi fácil mas resisitimos á provocação.

Há, no entanto, que tomar medidas rápidas e fazer chegar junto da FPF o relato do que aconteceu para prevenir situações futuras e retirar em definitivo estas encomendas dos campos portugueses.


Augusto, fenomenal, na defesa do Penalti encomendado.

Luísinho, em grande forma, com uma exibição soberba e 2 magníficos golos.

Manuel Matias, transmite para dentro do campo garra, atitude, determinação. Nota-se que ainda não tem conhecimento pleno do plantel, como não poderia obviamente ter, e as substituições acabaram por não resultar da melhor forma.
O Académico está em crescendo exibicional e pontual e todos acreditamos que o objectivo está mais próximo.

Rápidas melhoras para Rui Santos e MArco Almeida. Alguém tem previsão para o seu regresso?


http://a-magia-do-futebol.blogspot.com/2011/02/expulsao-de-marcelo-henrique.html

Vídeo da esxplusão de Marcelo, no jogo anterior com o Nogueirense

http://www.youtube.com/watch?v=2xp-bzD3Aao



Fora com as encomendas!

Força Académico

Carlos Silva

P.S. Estimativa de espectadores no FOntelo

Superior: cerca de 200 pessoas
Bancada: onde eu estava e por isso mais dificil de contar, talvez 500.

Ou seja, no total 700 pessoas, mais do que em Leiria, ainda asism poderemos e termeos que se mais muitos mais. Podem vir, pois cabemos TODOS!

domingo, 27 março, 2011
João Nunes disse...

Hoje voltámos a ter o velho vulcão do Fontelo activo, e que saudades já tinha de ver os sócios e adeptos unidos a gritar pelo Académico.

A equipa hoje denotou, querer e raça, e contagiou o publico. Tivemos mais uma vez um Luisinho, que empolgou as bancadas.

Por fim fiquei com a voz rouca de tanto chamar de nomes ao canário que houje nos coube na rifa. Se somos roubados assim em casa, imaginem como vai ser nos jogos fora.

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

Toda a gente aqui fala no penalti marcado no ultimo minuto dos descontos. O que toda a gente se está a esquecer é que nessa mesma jogada o Augusto é carregado na pequena àrea. Quando pensei que o sr. João Bento, de Santarém, iria marcar livre em favor do Académico pela falta cometida sobre o guarda redes do Académico, eis que o sr. árbitro vem com um cartão amarelo na mão para marcar uma grande penalidade em favor do Nogueirense. Foram 95 minutos de apito dourado (pensei que essa era já tinha terminado) dignos de uma prenda miserável à moda de Gondomar. Afinal as miséria das encomendas não vem só do Norte, vem de todo o lado.

domingo, 27 março, 2011
JOSE PINHEIRO disse...

Incrivel tarde no Fontelo, muita emoção,bom futebol e felizmente que os nossos jogadores com o capitão Augusto deram uma lição de garra e muito bom jogo que nos vai levar longe...
Vibrei intensamente, ao lado dos jornalistas presentes e sinceramente numca vimos uma coisa igual no nosso campo uma arbitragem vergonhosa totalmente tendenciosa...sem palavras!Eu acredito força Academico!

domingo, 27 março, 2011
Anónimo disse...

Costumo não entrar na onda de condenar os árbitros, por tudo e por nada, nos jogos, como infelizmente é hábito nos campos de futebol portugueses, mas hoje confesso que perdi um pouco as estribeiras...
Depois do jogo em Nogueira do Cravo em que houve aquela expulsão caricata do Marcelo e depois do que vi hoje, as evidências são muito vincadas...
O Nogueirense tem uma belíssima equipa, sim senhor, mas o que se viu hoje roçou o escândalo para ser eufemístico.
É pena, no fim do jogo ver os adeptos Academistas a manifestarem a sua indignação com toda a naturalidade, e ver os jogadores do Nogueirense em tom de ameaça a dizerem que o Académico ainda tinha que visitar a “sua” vila…
Receio o que possa acontecer se não houver um êxodo em grande número de Academistas na visita a Nogueira. Julgo que, depois da petulância demonstrada hoje, a pressão lá será enorme…
É pena que assim seja. Até nutria alguma simpatia pelo grande campeonato do Nogueirense, cuja vila fica claramente em desvantagem em termos de recursos em relação a Viseu. Gostava sinceramente que estas suspeitas fossem infundadas. Não gosto de ser injusto.
Hoje houve justiça, o que nem sempre acontece. Houve um misto de revolta e felicidade.

Saudações Academistas
Marco Paulo Ferreira

segunda-feira, 28 março, 2011
Anónimo disse...

GRANDE, GRANDE, GRANDE ACADÉMICO! A atitude em campo foi ENORME! Muito obrigado a todos os que jogaram e apoiaram o CLUBE no Fontelo. Assim, sim! Ainda temos um longo caminho a percorrer mas estamos a conseguir (re)aproximar o Académico a Viseu! O Augusto já tinha defendido um penalty há dois anos contra o Cinfães e fez uma exibição de altíssimo nível em casa, no último jogo contra o Anadia. Espero que seja um sinal.

FORÇA ACADÉMICO!

PS: Temos também motivos para apoiar o CDTondela na subida à Orangina. Vamos deixar, por uns momentos, a rivalidade de lado e esperar que o Clube suba. O FUTEBOL VISEENSE PRECISA!

segunda-feira, 28 março, 2011
Marco disse...

Já tinha, neste fórum, criticado o locotor da estação diária por festejar um golo adversário como se fosse nosso, mas hoje tenho de o elogiar. O homem nem sequer conseguia relatar perante a roubalheira e teve que se conter várias vezes para não dizer palavras mais incorrectas.
É esse o espírito.

Força Académico

segunda-feira, 28 março, 2011
Castanho disse...

É suposto os relatadores serem neutros no seu trabalho.
A Estação Diária nem sequer é de Viseu. As nossas pouco ou nada ligam ao futebol do académico.

segunda-feira, 28 março, 2011
Pedro disse...

Grande vitória, grandes 3 pontos.
Para quem sofre À distância, como eu, tem que aguentar com relatos e informações vindas por sms directamente do Fontelo.
O Augusto foi enorme.
Há que continuar a ganhar, vai ser até à última!

JPSimões

segunda-feira, 28 março, 2011
JOSE PINHEIRO disse...

Amigos eu vivi este jogo mesmo ao lado dos jornalistas presentes,não sejam ingratos , quero aqui evidenciar o seu excelente profissionalismo e o seu grande Academismo e revolta pois o homem desesperou desde o primeiro mimuto com a arbitragem tendenciosa em campo e no fim até limitou-se a deixar no ar os gritos de protesto do público e não fez os habituais comentários finais.
Continua José Alberto és a paixão do Académico difundida pelo Mundo!

segunda-feira, 28 março, 2011