sábado, janeiro 20, 2018

Ac. Viseu FC 1-1 Sporting CP B

"Apatia vale a perda de dois pontos"

Académico e Sporting B repartiram os pontos, num empate que sabe a muito muito pouco para as aspirações academistas!!

Os viseenses até iniciaram bem e fizeram cerca de 20/25 minutos interessantes, um pouco à imagem do que aconteceu em Coimbra. Foi nessa fase que surgiu o golo da turma orientada por Francisco Chaló. O reforço NSOR, de cabeça, não perdoou, após exímio pontapé de canto apontado por Kiko .

Desde então, a verdade é que, incompreensivelmente, a equipa relaxou bastante e pôs-se a jeito para eventual dissabor que realmente veio acontecer.

A segunda metade, registo apenas para um lance de antologia de Avto, que por muito pouco não deu o segundo golo do Académico. Mas foi pouco. Fora esse lance, os academistas deram a iniciativa ao adversário, e não conseguiram contrariar essa tendência. 

O golo do Sporting acabaria mesmo por surgir já perto do final da partida, por Ricardo Almeida. Um golo que levantou algumas dúvidas quanto à posição regular do atleta sportinguista. 1-1, resultado final que castiga a apatia apresentada pela nossa equipa, principalmente na segunda metade do desafio. 

Próxima batalha é em Matosinhos, dia 31 /Janeiro. Força Académico !

4 comentários:

José Ferreira disse...

50º Jogo de Chaló como treinador do Académico. Último? Faltam 12 pontos para a manutenção

sábado, 20 janeiro, 2018
Paulo Teixeira disse...

Como se disse muito pusemo-nos a jeito, mas hoje foi mais grave, não tivemos aquelas oportunidades que costuma-mos ter o que me deixa preocupado.
Chaló culpado? normalmente quando não se ganha alguem é culpado e quando não se pode despedir direção ou jogadores ou adeptos o treinador é que paga, se essa é a hipotese a seguir na minha opinião não, apesar de demonstrar alguns erros ultimamente Chaló não é o unico culpado, existem outros aspectos que têm contribuido para esta fase menos boa da equipa, bolas nos postes, perdidas flagrantes dos nossos avançados ás vezes parece que tudo de mal nos acontece.
Vou continuar a acreditar nesta equipa, levantar a cabeça e seguir em frente á espera de melhores dias e acreditar que ainda vamos a tempo de fazer os tais 35 pontos que nos dão a subida, são ´´só`` 11 vitórias e dois empates em 18 jogos, vamos equipa façam-nos felizes!

Paulo Teixeira

domingo, 21 janeiro, 2018
pmarq disse...

Não sei se foi ou deveria ser o último jogo de Chaló, sei é que ele deve sair do pedestal em que se colocou e vir justificar mais uma miserável exibição em casa, repito, MAIS UMA, e porque é que se começa a defender uma vantagem mínima ainda na primeira parte.

Sinceramente, estou cansado do discurso egocêntrico deste treinador, o salvador da pátria que se esquece que evitou a descida numa liguilha que nem devia ter acontecido, que encontrou uma equipa numa situação difícil, é verdade, mas que não correspondia ao seu valor e era resultado do pior treinador da história do Académico. Não sei o que outro faria, mas qualquer um fazia melhor que André David, seguramente.

Este ano tem andado sempre lá em cima, e por isso acha que os adeptos do Académico são burros ao contestar as más exibições, dizendo que não estamos habituados a estar nesta posição, etc... Pois eu acho que 4 pontos de avanço para o 10° classificado não é nada e agora que vai sair da zona de subida, como é sr Chaló, ainda somos burros? Pois é, a sorte que tivemos com muitas vitórias e conjugação de resultados dos adversários não dura para sempre. E agora?

Por mim Chaló pode continuar, reconheço-lhe valor, não tanto como ele acha que tem, mas tem de ser mais humilde, e se o futebol tristonho, a falta de ambição e a quantidade de passes errados que se vai vendo todas as semanas são consequência do discurso no balneário, então também aí tem de mudar.

domingo, 21 janeiro, 2018
A MAGIA DO FUTEBOL disse...

30 CURIOSIDADES APÓS AVFC 1-1 SCP B

1: Nos 4 jogos anteriores disputados a 20 de janeiro, em casa, o Académico tinha vencido sempre e nunca tinha sofrido golos. Ponto final neste percurso imaculado;

2: Rui Miguel e João Mário continuam sem fazer 90 minutos seguidos;

3: Nsor estreou-se a marcar pelo Académico, fê-lo aos 25 anos, 5 meses e 19 dias;

4: Paná voltou a fazer parte da ficha de jogo, algo que não acontecia desde 26 de novembro;

5: Segundo jogo consecutivo sem ganhar em casa;

6: Apenas uma vitória nos últimos 5 jogos disputados em casa;

7: Apenas uma derrota nos últimos 11 jogos disputados em causa;

8: Académico não vence há 5 jogos;

9: Terceiro empate consecutivo

10: Apenas uma vitória nos últimos 8 jogos;

11: Apenas duas derrotas nos últimos 12 jogos;

12: Nos últimos 11 jogos o Académico empatou 7;

13: 50º empate caseiro do Académico na Segunda Liga;

14: Nsor tornou-se no 94º atleta diferente a marcar pelo Académico na Segunda Liga;

15: Nsor foi o 11º jogador a marcar pelo Académico na presente época;

16: Nsor passou a ser o 18º jogador a marcar pelo Académico na «era Chló»;

17: Ao fazer o jogo 20 pelo Académico na Segunda Liga, Fernando Ferreira entra no «top 100» dos atletas com mais jogos pelo nosso clube na competição, saindo de tal top João;

18: Números oficiais de espectadores 735. A segunda pior casa da época, a 47ª melhor nestes anos de Segunda Liga (em 97);

19: Nos últimos 20 jogos (estamos com 21) o Académico apresenta a 7ª melhor performance - menos 3 que o Leixões e menos 5 que a Académica (subida) e mais 13 que o Varzim (primeiro em lugar de descida só contando o período em causa.

20: Nos últimos 15 jogos o Académico apresenta também a sétima melhor performance – menos 7 pontos que Covilhã e menos 8 que Académica (subida) e mais 7 que o Varzim (descida)

21: Nos últimos 10 jogos o Académico tem a 13ª melhor performance – menos 8 que Arouca e menos 11 que a Académica (subida) e mais 3 que Braga B (descida).

22: Nos últimos 5 jogos o Académico tem a 15ª melhor performance – menos 7 que o Nacional e menos 8 que o Covilhã (subida), mais 2 que o Oliveirense (descida).

24: Com Tomé em campo, na Segunda Liga, nesta época o Académico ainda não venceu, nem perdeu;

25: Com Bura em campo o Académico não perde desde 7 de outubro do ano passado;

26: Com Kiko em campo o Académico não vence há mais de dois meses (05/11/2017);

27: Com Rui Miguel em campo (6 jogos) o Académico não perdeu na presente época (Segunda Liga);

28: Desde que regressou ao Académico Rui Miguel ainda não fez um jogo completo;

29: Há dois jogadores que ainda não ganharam com a nossa camisola (Tarcísio e Nsor);

30: Com Erivaldo em campo, o Académico não perde desde setembro (8 jogos);

quinta-feira, 01 fevereiro, 2018