domingo, fevereiro 03, 2019

FC Arouca 2-0 Ac. Viseu FC

«Os arouquenses entraram com mais posse de bola e a jogar mais no meio-campo adversário, mas até foi o Académico de Viseu quem criou a primeira ocasião de perigo do jogo. Lucas respondeu a um cruzamento de Luisinho com um cabeceamento ao poste, aos 12 minutos.

A equipa de Quim Machado continuava sempre mais perto do golo, conquistando muitos cantos e cercando a área contrária. Fábio Fortes viu um golo anulado e Ricardo Janota defender um remate forte de fora da área antes de o cabo-verdiano marcar mesmo o golo inicial.

Com destreza, e quando o cronómetro marcava 29 minutos, Fortes fez sobrevoar a bola sobre a linha defensiva viseense e, à saída de Janota, desfere um remate picado que só parou no fundo da baliza. Já a equipa de Floris Schaap, no primeiro tempo, só contabilizou mais um remate, sem perigo, de Barry.

Um Arouca a consentir o domínio do Académico de Viseu que procurava forçar o empate caracterizou uma segunda parte quase sem grandes lances de registo. Apenas um cabeceamento perigoso de Paná, aos 82 minutos, fez o cenário do empate aproximar-se, só que o arouquense Arteaga ainda se estrearia a marcar esta época e daria uma machadada final no resultado, a passe de Thales, a dois minutos dos 90.

O Arouca sobe assim ao 14.º lugar da II Liga, com 21 pontos, e deixa a zona de descida, já o Académico de Viseu é agora último, com 20, em igualdade pontual com o Sporting da Covilhã e o Cova da Piedade.»

In O Jogo 

Notas aos jogadores (atribuídas pelo Record e aceites por nós para a eleição de jogador do mês/jogador do ano): 3 - Kevin Medina e Paná; 2 - Ricardo Janota, Pica, Tomé, Fernando Ferreira, Nelson Lenho, Luisinho, Lucas e Gabriel; 1 - Fábio Santos, Barry, João Victor e Gonçalo.

3 comentários:

Anónimo disse...

Tanto pessimismo! O Académico está onde deve estar por falta de futebol.
Por acaso foi impressionante ver o Fontelo nos últimos tempos a abarrotar de academistas! Jogos houve em que se ouvia a respiração dos adeptos! Toda a gente quer maravilhas, mas dar o corpo ao manifesto...
O Académico já esteve de portas fechadas e já conseguiu estar à porta da I Liga, onde não entrou pelas aldrabices do Santa Clara com o apoio da Federação e Conselhos Disciplinares e coisas do género.
As coisas vão mal? Vão.
É preciso mudar? Sim.
Quem tem as soluções, chegue-se à frente com o money para as aquisições, sff.
Porra! Todos ao FONTELO! Vamos apoiar a equipa!

domingo, 03 fevereiro, 2019
Hélder Albuquerque disse...

O desastre continua...
Três jogos seguidos contra adversários directos e 1 ponto? É mau demais. Está visto que a equipa não joga nada por incompetência, falta de vontade e de identificação com o clube da equipa técnica.
Rua com o treinador! Já! Antes que seja tarde demais.
Começamos o ano com estatuto de favoritos e estamos em último..
Inacreditável?

Triste figura anda o CAF a fazer...

domingo, 03 fevereiro, 2019
Anónimo disse...

Votos de que venha novo treinador...amanhã até poderá já ser tarde

domingo, 03 fevereiro, 2019