terça-feira, novembro 29, 2016

Recordar: Tellechea

NOME COMPLETO
Óscar Eduardo Tellechea
NOME
Tellechea
DATA DE NASCIMENTO
29/11/1913
NATURALIDADE
Argentina
POSIÇÂO
Defesa/Médio
JOGOS
40
GOLOS
6
ÉPOCAS
47/50, 71/72

Tellechea começou a sua carreira no país natal onde actuou no Estudiantes de La Prata de 1928 a 1936. Na época de 36/37 veio para a Europa, mais precisamente para França, onde actuou no Sochaux (36/37) alcançando o título gaulês. Seguiu depois para o Sport Reunis Colmar (37/38). O último clube em França foi o Metz (38/39).

Para fugir à guerra Tellechea veio para Portugal. Começou por actuar  no Académico do Porto (apenas seis meses), Belenenses (40/41), Estoril (41/43) e no Famalicão (43/47).

Veio para o Académico de Viseu em 1947. O treinador de então, no CAF, era o também argentino Sbarra, no entanto por motivos de saúde Sbarra teve que deixar o nosso clube, e Tellechea acumulou as funções de treinador/jogador. Levou o Académico à final da III Divisão de 47/48, tendo perdido essa final para o Cova da Piedade (5-2), e consequentemente subiu à II Divisão.

Na época 49/50 chegou à fase final da II Divisão lutando para subir, à I Divisão, com o Boavista, Oriental e União de Montemor. Subiram os dois primeiros

Como treinador voltou ao Académico de Viseu em 71/72 mas acabou por não terminar a época, sendo "despedido" à 19ª jornada.

Outros clubes como treinador: Académica (50/54), Torreense (54/56), Guimarães (56/57), Barreirense (58/59), Beira Mar (61/62), Sp. Covilhã (63/65), Portimonense (66/67) e União de Tomar (69/70).

4 comentários:

Anónimo disse...

Que historico.
Isto dá prazer de ver, a historia que nunca chegou aos mais novos (como eu).

Um dia deviam fazer um livro.

Parabéns!!
Abraço

sexta-feira, 29 novembro, 2013
A MAGIA DO FUTEBOL disse...

É essa o sonho, o livro. Obrigado pelos elogios.

sexta-feira, 29 novembro, 2013
Anónimo disse...

Segundo sei... também treinou o Mangualde.

sexta-feira, 29 novembro, 2013
Anónimo disse...

Conheci pessoalmente O Sr. Tellechea, em Coimbra, onde residia, aí pelos 65 em diante. E dá-se o caso de ter sido colega de seu filho, o Prof. Dr. Óscar Tellechea, médico doutorado em Dermatologia, e Chefe de Serviço nos Hospitais Universitários de Coimbra. Uma outra sua filha conheci-a acidentalmente numa Farmácia na Rua da Sofia, também em Coimbra, onde é uma distinta Farmacêutica. O Sr Tellechea sempre manteve o seu perfil "argentino", com o seu penteado e pose de um autêntico bailarino de tango, o seu penteado "à lá Carlos Gardel" e fez inúmeras amizades em Coimbra, onde era profundamente respeitado.

segunda-feira, 09 dezembro, 2013