sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Recordar: Vitória FC 1-0 Ac. Viseu

Amanhã, no Fontelo, teremos no banco a orientar a equipa o ex adjunto de Ricardo Chéu, Tony. Isto numa altura em que parece já estar encontrado o sucessor de Chéu - João Eusébio.
Assim sendo, tudo leva a crer que Tony fará apenas um jogo no comando técnico do nosso clube. Fomos ao nosso "arquivo" pesquisar se alguma vez isso já tinha acontecido na história academista, no que à Segunda Liga diz respeito.
Aconteceu na temporada de 91/92. Na altura Carlos Simões havia sido despedido e João Basto, provavelmente o maior nome da história academista, fez a ponte entre Carlos Simões e Carlos Alhinho.
E as coisas não correram bem. Na visita Setúbal o Académico acabaria por perder por 1-0, embora tenha feito uma exibição agradável dificultando, e muito, a vitória sadina.
Aqui fica a ficha de jogo:



Estádio do Bonfim, 29 de Dezembro de 1991
14ª Jornada da Divisão de Honra
Árbitro: Veiga Trigo (Beja)

V. Setúbal: Paulo Sérgio; Jorge Ferreira; Figueiredo e Quim; Nunes; Branko, Hélio e Nando (Gil, int); Paulo Gomes; Yekini e Bajovic. Treinador: Raúl Águas.

Ac. Viseu: Paulo Renato; José Duarte, Rogério, Cartaxo (Herbert, 63) e Tiago; Bio, João Manuel, Sotil (Luís Saura, 53) e Carlos Ferreira; Quim e Alain. Treinador: João Basto.



Golo: Bajovic 46 (1-0)

0 comentários: