sábado, maio 27, 2017

Ac.Viseu FC 2-0 Merelinense FC

Foto: Jorge Paulo (retirada do Facebook)


Estádio do Fontelo, 27 de maio de 2017
1ª Mão do Play off de manutenção/subida à Ledman LigaPro
Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria)

Ac. Viseu: Ivo Gonçalves; Tomé (c), Bruno Miguel, Bura e Stéphane; Capela, Paná, Tiago Borges (Luisinho, 61) e Rui Miguel (Bruno Loureiro, int); Zé Paulo (Moses, 81) e Sandro Lima. Treinador: Francisco Chaló.

Merelinense: Rui Rego; Cara, Luiz Alberto, João Faria e Miguel Fernandes (c); Davide (Gustavo, 81) e Crespo; Vasco Braga, Jony (Diogo Torres, 66) e Agdon (Tijane, 78); Tanela. Treinador: Micael Sequeira.

Golos: Sandro Lima 41 (1-0), Stéphane 82 (2-0)

O Académico entrou no jogo como se impunha, a mandar, mas com o Merelinense com as linhas muito baixas, a não dar grande espaço.

Curiosamente foi numa transição rápida que o Académico teve a primeira oportunidade, Rui Miguel isolou Sandro Lima que acossado pelos centrais atirou para boa intervenção de Rui Rego. Pouco depois foi Zé Paulo a disparar forte, de fora da área, com a bola a bater na trave.

O Merelinense, que sabe trocar a bola com mestria, esteve depois bem perto do golo - os seus adeptos chegaram a festejar - com Ivo a desviar um remate forasteiro e quando a bola se encaminhava para a baliza Bura salvou em cima da linha, ou quase.

A partir daí voltou a dar Académico e Bura num livre direto atirou ao poste. Segunda bola nos ferros!

Pouco depois o Académico marcaria mesmo, bola longa Zé Paulo ganha de cabeça, a «segunda bola» sobra para Sandro Lima que rodopia bem e atira a contar para a primeira grande explosão de alegria no Fontelo.

Perguntava, ao intervalo, um colega do blogue, que não pôde ir ao Fontelo, se o Académico tinha o jogo controlado. Aparentemente respondi.

Era mesmo aparência o Merelinense entrou na segunda parte com muita vontade de chegar ao golo, e ele pairou no Fontelo, mas Ivo e um defesa (Bruno Miguel?) lá conseguiram evitar o balde de água fria.

O Académico tentava sair em jogadas rápidas e aos poucos voltou a abeirar-se da baliza de Rui Rego mas não marcava. Até que após um pontapé de canto a bola sobra para fora de área com Stéphane a disparar uma bomba ao ângulo da baliza de Merelim. Um grande golo, o melhor da época seguramente!

Este golo refreou os ânimos do Merelinense, tanto dos jogadores como do público, e o 3-0 esteve perto de aparecer, já bem perto do fim, quando Bura, num livre indireto dentro da área disparou para um grande intervenção de Rui Rego, sobrando a bola de novo para o central academista que atirou ao lado.

O Académico não ganhou, está a ganhar!

Força Académico!

2 comentários:

--FD disse...

O Merelinense é uma boa equipa e praticou um futebol muito melhor do que muitas equipas da segunda liga (nomeadamente o Cova da Piedade, a julgar pelo que vi na semana passada).

Foi pena não termos chegado ao terceiro golo, andámos bem perto, mas foi muito importante não sofrermos um golo.

Do que já fui lendo o Merelinense é uma equipa muito forte em casa e o Académico tem de respeitar o adversário e fazer os possíveis para chegar ao golo. Se conseguir marcar penso que arrumamos a questão da manutenção visto que o Merelinense teria de marcar quatro golos para nos ultrapassar. De qualquer forma temos de ser competentes e não podemos facilitar.

Força Académico!

domingo, 28 maio, 2017
Paulo Teixeira disse...

Resultado que deixa alguma margem de manobra para o jogo de sabado, onde é preciso máxima concentração, este Merelinense não é pera doce e esta epoca em casa ainda não perderam, vamos sofrer isso vai ser uma realidade espero que seja uma bom sofrimento e que sabado por volta das 18h50 respiramos de alivio.
O golo de Stephane é qualquer coisa, digno de ser visto e revisto!

Paulo Teixeira

segunda-feira, 29 maio, 2017