domingo, dezembro 11, 2016

Ac. Viseu FC 1-0 AD Fafe

Estreia vitoriosa do treinador Francisco Chaló

O Académico regressou às vitórias, no estádio do Fontelo, 104 dias depois. 
Na estreia do novo treinador, a equipa obteve 3 pontos importantíssimos numa fase complicada da temporada.


O mister Francisco Chaló fez algumas alterações na sua estreia no banco academista, com destaque para a inclusão a titular de Bruno Madeira, que ainda não tinha realizado qualquer minuto com o manto sagrado. 

Estádio do Fontelo, 10 de dezembro de 2016
18ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Miguel Libório (Lisboa)

Ac. Viseu: Rodolfo; Tomé (c), Bura, Bruno Miguel e Stephane; Bruno Madeira, Capela e Zé Paulo; Carlos Eduardo (Zé Pedro, 87), Luisinho (Bruno Loureiro, 58) e Sandro Lima (Yuri, 75). Treinador: Francisco Chaló.

Fafe: Ricardo Fernandes; Vasco Cruz (João Nogueira, 81), Lytvyn, Xavi (Marquinhos, 62) e João Carneiro; André (Leandro Borges, 10), Landinho e Silvestre; Pedro Pereira, Marco André e Alan Junior. Treinador: Agostinho Bento.

Expulsão: Bruno Madeira 41


Golo: Luisinho 7 (1-0)

O jogo começou com um caudal ofensivo academista assinalável, surpreendendo a equipa do Fafe. E foi aos 7 min. que Luisinho ofereceu a vitória a todos os academistas, aproveitando frente a GR Ricardo Fernandes, para finalizar da melhor forma. 1-0, que deixava um bom tónico para a partida, e que só não foi ampliado por Bura pouco depois, porque a barra não deixou, numa execução de cabeça digna de registo. A partir do meio da primeira parte, o Fafe começou a criar perigo e a tomar conta da partida, sem contudo, criar ocasiões flagrantes de golo. A 5min do descanso, Bruno Madeira, na estreia, foi expulso por acumulação de amarelos, onde mais uma vez, se verificou a facilidade com que se expulsa jogadores do Académico. 


No 2ºtempo, a toada de jogo não se alterou, e perante um Fafe muito ofensivo, opôs-se um Académico guerreiro, com um espirito de entreajuda tremendo entre os setores. E só assim foi possível levar vencida esta difícil formação fafense.
O resultado não se iria alterar mais, e o Fontelo voltava a festejar 104 dias depois.
Três pontos importantes, muito importantes, que ainda não permitem o Académico sair da zona de descida, mas que motiva e que pode catapultar na recuperação que todos desejamos.

No próximo sábado, dia 17/12, temos a GALA do nosso clube, onde todos estão convidados aparecer. O próximo jogo é novamente no Fontelo, dia 21/12 (4ªf), frente ao Famalicão.
Parabéns equipa!! Força Académico!!!

3 comentários:

Unknown disse...

Vitória merecida, muito sofrida porque jogámos mais de 50 minutos, uma vez mais, com apenas 10, e hoje, há um exagero claro na expulsão de Bruno MAdeira, os árbitros têm que ler o jogo e ver que uma expulsão muda radicalmente o jogo, acabando muitas vezes com o mesmo. Tal de ser feita quando há uma agressão, obviamente, uma entrada durissima, com certeza, agora, o 2º amarelo, não podia perfeitamente ter sido substituído por aviso, agora expulsa-se um jogador no prazo de 5 minutos sem haver agressão, entrada violenta, corte de lance de golo, nada disso, é falta de leitura correta do jogo por parte do árbitro, tem de se proteger o futebol e o jogo de outra maneira, pois num campeonato onde os equilíbrio é total entre quase todas as equipas, retirar desta forma um jogador de campo, é colocar uma equipa em praticamente incapacidade total de discutir o jogo.
Felizmente que os nosso Jogadores e o nosso Treinador mantiveram a cabeça no lugar e perante circuntâncias tão adversas conseguiram com um esforço tremendo justificar a vitória no jogo.
Muito bem a claque do Fafe que apoio sempre a sua equipa, mas no seio seio alguns elementos com atitudes provocatórias para os nossos jogadores que eram de todo dispensáveis, mas o saber-estar não se aplica, infelizmente, a todoas as pessoas, mas, repito, apenas uma minoria, teve esse comportamento inadequado, pois todos os restantes membros da numerosa claque do FAFE, estiverem excelentes na atitude e no apoio à sua Equipa.

A nossa Claque esteve bem no APOIO, mas temos de ser maioritários, muito maioritários no Fontelo,seja contra quem for, e para isso TODOS, temos de apelar a Amigos, conhecidos, Academista de longa data, de há pouco tempo, que venham ao FONTELO, venham APOIAR o Académico!

Para o Sr. Albino, o nosso Presidente um palavra de ânimo,nesta altura tão difícil, mas TODOS temos de o APOIAR na sua que é a nossa ambição de levar o Académico À 1ª Divisão do Futebol PortuguÊs.
Mas um passo de cada vez, e hoje, foi um jogo muito importante para conseguirmos, rapidamente, chegar ao lugar 10, desta 2ª Liga, que está ali tão longe, mas também, tão perto em termos pontuais,lugar esse que dá algum descanso, embora, todos temos de estar preparados para um campeonato com competição até à última jornada. TODAS as Vitória contam e somarmos de 3 em 3, fica mais fácil!

Por fim, e os últimos, costuma dizer-se são os primeiros, uma palavra muito elogiosa para o nosso Treinador, que perante tamanha adversidade, ainda sofrida na 1ª parte, a expulsão de Bruno Madeira, conseguiu montar uma estratégia vencedora que nos últimos 20 minutos, poderia mesmo ter-nos dado o 2º golo e o descanso, mas nesta 2ª Liga, isso não existe, um jogo descansado!
Para Luisinho, o regresso aos golos, o 1º de muitos, todos assim acreditamos, tal a qualidade do nos mágico, que veio de lesão, +é bom não esquecer, e ainda não está no pleno das suas capacidades, mas quando tal acontecer, não há nesta 2ª Liga, jogador de idêntica categoria.

Sempre Académico!

Carlos Silva

sábado, 10 dezembro, 2016
Hélder Albuquerque disse...

Vitória importantíssima.
Não vi o jogo; tive de acompanhar pelo radio; mas fiquei com a sensação de que a atitude estava a mudar para melhor. Marcámos cedo e estivemos perto de aumentar a vantagem, algo que, com o anterior treinador, seria impensável.

Parabéns a todos.

Era isto que falava ao Académico: garra e atitude.

Estou esperançado de que a experiência do novo treinador vá ser fundamental para nos mantemos na 2a liga.

Viva o CAF

segunda-feira, 12 dezembro, 2016
Paulo Teixeira disse...

Vitória imaculada, agora pede-se a mesma receita com o Famlicão e um arbitro mais competente, muito satisfeito com o resultado mas longe de estar tranquilo mas para lá caminhamos acredito nisso!
FORÇA ACADÉMICO!

Paulo Teixeira

segunda-feira, 12 dezembro, 2016