quarta-feira, outubro 26, 2016

Varzim SC 2-0 Ac. Viseu FC

Estádio do Varzim SC, 26 de outubro de 2016
Taça CTT, Segunda Fase
Árbitro: Bruno Vieira (Beja)

Varzim: Paulo Cunha, Jean Philipe, Sandro, Nélson Agra, Delmiro, Leonel Olímpio, Sérgio Organista (Villagrán, 75), Keaton (Neta, 81), Rui Coentrão, Renna e Romário (Éder, 67). Treinador: João Eusébio.

Ac. Viseu: Rodolfo; Tomé, Bruno Miguel, Tiago Gonçalves (Pana, 82) e Stephane; Capela, Bruno Loureiro (Zé Paulo) e Saná; Douglas Abner (Luisinho, 62), Carlos Eduardo e Zé Pedro. Treinador: André David.

Golos: Tomé 45+2 pb (1-0), Éder 80 (2-0)


“O Varzim garantiu esta quarta-feira a sua primeira presença na fase de grupos da Taça da Liga, depois de vencer, por 2-0, o Académico de Viseu, em jogo da 2.ª fase da competição.

Um autogolo do capitão dos viseenses Tiago Gonçalves (nota de A MAGIA DO FUTEBOL: nas imagens vê-se que o autogolo é de Tomé), ainda na primeira parte, e um tento de Éder a dez minutos do final, entregaram o triunfo aos poveiros, que mesmo sem deslumbrar tiveram na solidariedade da equipa o seu maior trunfo.

O Académico até entrou na melhor partida, exercendo desde os minutos iniciais uma forte pressão sobre o último reduto varzinista, mas sem efeitos práticos na finalização.

Os nortenhos foram aguentando a postura mais incisiva dos visitantes, mas só perto dos vinte minutos conseguiram esboçar uma resposta, numa boa jogada de Keaton e na qual Rui Coentrão forçou defesa atenta do guardião Rodolfo.

No outro lado, Carlos Eduardo mostrava-se como o maior perigo para os locais, e por duas vezes esteve perto de inaugurar o marcador para ao Académico de Viseu.

Nesta toada dividida, e quando o empate parecia já uma certeza ao intervalo, uma infelicidade de Tiago Gonçalves ao desviar para a própria baliza um cruzamento do avançado varzinista Romário, permitiu aos poveiros recolher para o descanso em vantagem.

No segundo tempo, o Académico de Viseu voltou a entrara melhor e ainda tentou recuperar a igualdade para relançar a eliminatória, sobretudo através de duas iniciativas de Zé Pedro e Carlos Eduardo, mas que não tiveram a melhor pontaria.

O Varzim, nesta etapa complementar, mostrava-se mais expectante, mas na melhor oportunidade que criou revelou-se letal, quando num contra-ataque esboçado por Renna, o ponta-de-lança Éder, aposta para o segundo tempo, apontou o 2-0 final. “


Foto e crónica in Record

Notas aos jogadores (atribuídas pelo Record e aceites por nós para a eleição de jogador do mês/jogador do ano): 3 - Rodolfo, Tomé, Bruno Miguel, Tiago Gonçalves, Stephane, Saná, Carlos Eduardo, Zé Pedro; 2 - Capela, Bruno Loureiro, Douglas Abner, Zé Paulo, Luisinho; 1- Pana.

5 comentários:

José Ferreira disse...

Entra época, sai época, entra treinador, sai treinador e não conseguimos “fazer figura” em nenhuma taça…

quarta-feira, 26 outubro, 2016
Hélder Albuquerque disse...

Uma vergonha este CAF de André David!
Não pude ir ver o jogo devido a questões profissionais mas ouvi o relato e, a julgar, também pelos comentários, foi uma miséria o jogo do Académico.

À imagem dos outros jogos, não se remata à baliza, não se assume o jogo, porque não se sabe como é que se há-de fazer isso.

Após uma fase de grande contestação ao treinador, houve a vitória nos Açores e eu disse que, a seguir, contra a AAC, era o jogo ideal para a redenção. Porém, verifica-se que o resultado nos Açores foi um episódio único e uma sorte, porque este treinador pura e simplesmente não sabe jogar para ganhar e, como tal, é mais provável perder.

Este jogo, contra o Varzim, já se sabia que ia ser difícil mas era necessário comer a relva e ganhar... Ficámos isentos da 1ª eliminatória e não soubemos aproveitar.. Evidentemente que não íamos ganhar a taça da liga mas era importante para a receita, pelo menos.. Imagine-se que nos calhava um grande a jogar em Viseu; isso ia levar muita gente ao Fontelo e isso podia ser capitalizado para criar laços entre o CAF e novos adeptos. Mas não... Este treinador é muito mau e, com ele, de certeza que vamos descer de divisão. Apesar de haver quem ache que temos resultados muito satisfatórios, como o de Freamunde, que é muito forte mas já despachou o treinador, NÓS NÃO JOGAMOS NADA!

Já não tenho esperança de que este incompetente saia e, como tal, já estou preparado para a tristeza que aí vem...

Esta equipa vale muito mais do que isto...

André David, não tem amor próprio? Não tem espírito crítico? faça o devido exame de consciência e desapareça de Viseu antes que o mal seja irreversível!

Um abraço.

Sócio 302

quarta-feira, 26 outubro, 2016
Paulo Teixeira disse...

Regresso á normalidade, não há muito mais a dizer.

Paulo Teixeira

quinta-feira, 27 outubro, 2016
--FD disse...

http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20162017/tacactt/2/8

Afinal de quem foi o auto-golo? Não que neste momento seja importante mas é só porque esta é a ficha oficial do jogo.

Temos 30 finais pela frente para conseguirmos a manutenção. Não será fácil mas com ou sem mudanças eu continuo a acreditar e vou apoiar da mesma maneira.

Força Académico!

quinta-feira, 27 outubro, 2016
--FD disse...

O vídeo dos golos está na página de facebook do Varzim.

Na verdade quem marcou foi mesmo o Tomé.

Força equipa!

quinta-feira, 27 outubro, 2016