domingo, agosto 14, 2016

Fc. Porto B 1 - 0 Ac. Viseu

 ( Foto - O Jogo )

O FC Porto B, campeão da 2.ª Liga, conquistou este domingo os primeiros pontos de 2016/17, ao vencer em casa o Académico de Viseu, por 1-0, com um golo do uruguaio Fede Varela, de penálti. O tento do médio surgiu aos 71 minutos e permitiu aos bês dos FC Porto retificarem a derrota sofrida em Aves (1-0) há uma semana, na primeira jornada.

O FC Porto B entrou dominante, procurando construir a partir da zona defensiva e mantendo a posse de bola. Por outro lado, o Académico de Viseu começou a partida muito organizado defensivamente e a sair rápido nos contra-ataques. Até à meia hora, existem apenas três lances de registo e todos por parte do FC Porto B. Dois remates à entrada da área por parte de Graça que saíram por cima da barra e um pontapé acrobático de Galeno, depois de um lançamento lateral longo de Rodrigo.

O Académico de Viseu acalmou e partir dos 25 minutos começou a jogar um futebol de posse, tentando chegar com a bola controlada à zona de finalização e explorando as bolas paradas fazendo uso da altura dos seus dois centrais. Até ao intervalo, vale a pena registar um remate forte de Yuri para as mãos de João Costa, e uma combinação entre Fede Varela e Graça, que culmina com um remate do uruguaio para bela defesa de Rodolfo.

Na segunda parte as equipas aumentaram o ritmo de jogo, mantendo-se fieis ao plano tático do início de jogo. As entradas de Rúben Macedo e Bruno Costa para o lugar de Claudio e Galeno, refrescaram o ataque portista e criaram dificuldades para a turma viseense.

Aos 64 minutos, um passe longo de Varela desmarca Rúben Macedo nas costas da defesa, e o português arrancou para cima do defesa, puxou a bola para o meio e disparou cruzado para uma grande intervenção de Rodolfo.

Aos 71 minutos, Rui Pedro aproveitou uma bola mal atrasada para o guarda-redes Rodolfo, para conquistar uma falta dentro da área provocada pelo guardião. Chamado para a marcação, Fede Varela atirou rasteiro e colocado sem hipóteses de defesa.

Após sofrer o golo, o Académico de Viseu aumentou a pressão em busca do empate, tomando conta da posse de bola e pressionando a saída para o ataque portista. Em resposta, os dragões procuraram os espaços nas costas e aproveitaram as desconcentrações defensivas para criar perigo.

Aos 77 minutos, João Costa vê a bola a passar muito perto do seu poste direito depois de um remate de Bruno Loureiro, que voltou a testar o guardião portista sete minutos mais tarde, com um livre forte e colocado ao qual João Costa respondeu com uma defesa apertada com a ponta dos dedos.

Até ao final, o FC Porto B mostrou a sua solidez defensiva, não se registando nenhuma falha de concentração ou lance de perigo, criando até mais oportunidades de golo através de contra-ataques.

Jogo no Estádio Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.
FC Porto B - Académico de Viseu, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:  1-0, Fede Varela, 73 minutos.

- FC Porto B: João Costa, Rodrigo, Chidozie, Verdasca, Luís Mata, Rui Pires, Graça, Fede Varela (Rui Moreira, 83), Claudio (Rúben Macedo, 46), Galeno (Bruno Costa, 56) e Rui Pedro.
(Suplentes: Mbaye, Rui Moreira, Sérgio Ribeiro, Rúben Macedo, João Cardoso, Bruno Costa e Tony Djim).
Treinador: Luís Castro.

- Académico de Viseu: Rodolfo, Tomé, Bura, Bruno Miguel, Stephane, Capela, Paná, Bruno Loureiro (Abner, 85), Yuri (Luisinho, 63), Carlos Eduardo (Tiago Borges, 58) e Zé Pedro.
(Suplentes: Diogo Freire, Tiago Gonçalves, Luisinho, Zé Postiga, Tiago Borges, Abner e Ricardo Ferreira).
Treinador: André David.

Árbitro: João Matos (AF Viana do Castelo).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Bruno Miguel (45+1), Verdasca (58), Zé Pedro (70) e Rodolfo (71).

Assistência: cerca de 500 pessoas.


Autor: Lusa

( Texto retirado do site do Record )


Pontos aos jogadores: 2.5 – Carlos Eduardo e Yuri; 2 – Rodolfo, Tomé, Bruno Miguel, Bura, Stephane, Pana, Capela, Bruno Loureiro e Zé Pedro; 1,5 – Tiago Borges e Douglas Abner; 1 – Luisinho.

4 comentários:

Paulo Teixeira disse...

Dois erros grosseiros no mesmo lance ditam resultado, o primeiro um atraso de Bruno Miguel que nem nos escalões de formação deve acontecer, o outro uma grande penalidade assinalada pelo sr. João Matos que só se justifica pela maneira como o ´´menino azul de branco`` conseguiu ludibriar o juiz da partida, já estamos habituados a isto, em quatro epocas de Segunda Liga se formos fazer um levantamento de erros de arbitragem mais abébias da nossa defesa devemos ficar bastante admirados!
No geral mesmo assim gostei muito do Académico, pratica um futebol muito apoiado com ideias no qual realço a qualidade de Paná e Stephane no meio campo, o guarda-redes Rodolfo foi uma excelente contratação, sempre bem posicionado muito seguro, transmite muita tranquilidade á equipa.
Agora é continuar este bom futebol pois mais tarde ou mais cedo vamos começar a ganhar.

Paulo Teixeira sócio 433

segunda-feira, 15 agosto, 2016
Anónimo disse...

E assim se vão perdendo pontos...

Com o Vizela foi jogar razoavelmente e... perder!
Com o FCP foi jogar razoavelmente e... perder!

neste jogo, em caso do campeão ofereceu-se o penalty para o golo.

Dua possibilidades de conclusão: O Académico está quase lá ou o Académico não chega lá!
Agora é escolher...

Esperemos que o plantel fique pronto e que o técnico fique a saber com quem conta e depois sim, há que pedir resultados. O campeonato não espera por ninguém e há que começar a somar pontos para um campeonato longe da descida e depois... se houver engenho e arte, pensar mais para cima...

segunda-feira, 15 agosto, 2016
Viriatus disse...

Assisti ao vivo em Pedrosos ao jogo. Gostei da equipa, precisamos afinar a pontaria, o reforço Luisinho tem de jogar de inicio, compreendo que neste jogo tenha ficado no banco. O Mosses tem de jogar, pelo que mostrou no final da ultima época. O Sandro Lima e o Romário eram a cereja no topo do bolo.
Podia mos sonhar mais alto, apesar destas duas derrotas iniciais.
Confesso que acho que não temos é treinador e não foi pelas duas derrotas...

segunda-feira, 15 agosto, 2016
302 disse...

Estive no estádio e gostei do que vi. Um CAF organizado, a jogar bem, com critério. Temos um GR que parece de facto ser muito bom, temos o Pana que é uma máquina, temos extremos de qualidade, enfim... Temos um ótimo plantel, com qualidade e experiência.

Ontem, achei que o Bruno Loureiro foi o único erro. Nunca apoiou o Zé Pedro, esteve sempre muito distante. Deveria ter jogado o Tiago Borges de início, mas está é apenas a minha opinião.

Pessoalmente gosto de treinadores jovens e com novas ideias e valores, por isso acho que o André David deve ser apoiado. É inexperiente mas tem valor. Quando o Chéu chegou, também houve gente a deitar as mãos à cabeça e depois...

Ontem tivemos azar e, há que dizê-lo, fomos roubados. Nunca na vida foi penalti... Ao longo do jogo notou-se a tendência do árbitro para o azul, para não falar do fiscal de linda do lado da bancada...

Temos tudo para uma grande época!
Força Académico!

segunda-feira, 15 agosto, 2016