segunda-feira, maio 16, 2016

Jogador do ano: Ricardo Janota

NOME COMPLETO
Ricardo Baleia Janota
NOME
Ricardo Janota
DATA DE NASCIMENTO
10/03/1987
NATURALIDADE
Mem Martins
POSIÇÃO
Guarda Redes
ESTREIA
Ac. Viseu 1-0 Atlético (27/07/2013)
JOGOS
82
ÉPOCAS
13/14, 15/16

Janota foi eleito pelos editores de A MAGIA DO FUTEBOL como jogador do ano, sendo o mais pontuado ao longo do ano.

A classificação ficou assim ordenada:

NOME
P
C
Ricardo Janota
146,5
Bura
121
Romeu Ribeiro
115,5
Tiago Borges
113,5
Carlos Eduardo
101
Tomé
99,5
Yuri
94
Capela
93,5
Clayton
91
Tiago Gonçalves
90,5
10º
Tiago Costa
85
11º
Mathaus
73,5
12º
Kiko
71,5
13º
Alex Porto
69,5
14º
Forbes
62,5
15º
Bruno Carvalho
53
16º
João Ricardo
48
17º
Ricardo Ferreira
45
18º
Gradíssimo
44
19º
Diogo Fonseca
42,5
20º
Bruno Loureiro
38,5
21º
Lameirão
37,5
22º
Zé Pedro
37,5
23º
Moses
35,5
24º
Fábio Martins
33,5
25º
Steve Ekedi
25
26º
Belly
7,5
27º
Ruca
3,5
28º
Rafa
3
29º

3 comentários:

Paulo Teixeira disse...

http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/2--liga/ud-oliveirense/detalhe/quatro-jogadores-venderam-jogo-ao-leixoes.html

Noticia do Record que menciona o Ac. Viseu - Sp. Covilhã como um jogo que tambem está sob suspeita.

Paulo Teixeira sócio 433

segunda-feira, 16 maio, 2016
Anónimo disse...

Falta aí o numero de jogos, porque de certeza que o Ricardo Janota, beneficiou muito da quantidade de jogos que fez (fruto da posição em campo), para chegar a esse total.

Ainda assim, parece-me justa a distinção. E nós este ano, sofremos uma carrada de golos, pelo que ainda mais estranho poderá parecer um GR, ser o jogador da época.

Mas mais uma vez será justa a distinção, porque o Ricardo Janota, foi um esteio de estabilidade, numa época que foi muito conturbada.

Destacaria também o Tomé, que ao poderio fisico aliou esta época o sentido posicional, o Mathaus,o Yuri e o Moses, como prometedores, o Bura com a sua estatura e remate e claro o Zé Pedro, que nos deu a manutenção e nos livrou deste sufoco.

Um obrigado também ao Jorge Casquilha, que se revelou um homem de muita calma e focado.

Miguel

segunda-feira, 16 maio, 2016
Anónimo disse...

Só quem não viu o jogo, ou por pura má fé, pode lançar essa barbaridade.

O Covilhã, bateu-se muito bem, os jogadores foram duros, o Moses saiu em maca e parece que outro, julgo que o Zé Pedro, teve de levar pontos na boca depois do encontro.

Já para não falar na grande exibição do guarda redes do Covilhã.

Uma dica para esses pacóvios: já tiveram tempo de analisar o que se passou no Seixal no sábado?

Miguel

terça-feira, 17 maio, 2016