sábado, maio 14, 2016

Ac. Viseu FC 2-0 SC Covilhã

Estádio do Fontelo, 14 de maio de 2016
46ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: João Pinheiro (Braga)

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé (c), Bura, Lameirão e Ricardo Ferreira; Mathaus, Tiago Costa e Bruno Loureiro (Yuri, 80); Moses (Carlos Eduardo, 32), Tiago Borges (Romeu Ribeiro, 86) e Zé Pedro. Treinador: Jorge Casquilha.

Sp. Covilhã: Igor Araújo; Tiago Moreira, Joel, Massaia e Soares; Zé Tiago, Gibberto e Fabinho (Elenilson, 69); Davidson (Diogo Ribeiro, 55), Traquina e Éder Diez (Elton, 84). Treinador: Francisco Chaló.

Golos: Zé Pedro 58 (1-0), Zé Pedro 85 (2-0)

Terminou hoje mais uma época futebolística, de muito sofrimento, em que só ao minuto 85 do último jogo do campeonato foi garantida a manutenção. É que outro resultado, que não esta vitória, teria enviado o nosso clube para o Campeonato Nacional Prio.

A primeira parte foi muito equilibrada, com os jogadores academistas a revelarem algum nervosismo, normal, pois sabiam de antemão que só uma vitória lhe assegurava com certeza absoluta a manutenção. E a verdade é que no fim dos 45 minutos, com o resultado empatado a zero, o nosso clube estava em zona de manutenção.

Com uma boa segunda parte o Académico, por intermédio de Zé Pedro, iria inaugurar o marcador ainda antes do primeiro quarto de hora, levando ao delírio os mais de 2000 espetadores presentes na bancada, naquela que foi de longe a melhor casa da época, a terceira nestes 3 anos do AVFC na Segunda Liga.

Foi um Académico mandão aquele que vimos na segunda parte da partida, com os covilhanenses a não saberem responder ao poderio academista. Pecou por tardio o segundo golo academista, outra vez por Zé Pedro, mas a verdade é que chegou, com justiça, e aí ficou uma certeza, o Académico manter-se-ia na Ledman LigaPro.


Em agosto há mais. Força Académico!

Notas aos jogadores (atribuídas pelo Record e aceites por nós para a eleição de jogadr do ano): 5 -  Zé Pedro; 4- Ricardo Janota, Ricardo Ferreira, Mathaus, Bruno Loureiro e Tiago Borges; 3 - Tomé, Lameirão, Bura e Tiago Costa; 2 - Moses, Carlos Eduardo e Romeu Ribeiro; 1 - Yuri.

11 comentários:

Paixão disse...

PARABÉNS ACADÉMICO!!!!

VIVA VISEU!!!!

Foi com sofrimento ... mas merecemos a MANUTENÇÃO!!!

Congratulações à nossa EQUIPA que lutou e principalmente na 2ª parte deixou tudo em campo!!!!

Quero aqui deixar também um parabéns ao nosso TREINADOR, que nos momentos decisivos, soube sem medo, arriscar tudo e pôr esta EQUIPA a jogar futebol!!!!

É momento de festejar esta importante manutenção e agora com tempo e com os pés bem assentes na terra, planearem a próxima época, para que assim consigamos obter os nossos objectivos e principalmente não passarmos por este calafrio.

VIVA O ACADÉMICO!!!! VIVA VISEU!!!!

Alexandre Paixão

sábado, 14 maio, 2016
João Costa disse...

Hoje era uma questão de querer. E nós quisemos. MUITO!

Depois de uma primeira parte onde se notaram que os nervos estavam à flor da pele, partimos para o segundo tempo completamente transfigurados. O Académico jogou e empolgou a excelente moldura humana que se encontrava no Fontelo (que estas borlas cativem todos aqueles que só aparecem nestes momentos a vir mais vezes, pois o Académico bem precisa).

Termina assim uma época de muito, muito sofrimento, onde houve alturas que pareceu estar quase tudo perdido e mesmo assim soubemos dar a volta da melhor forma quando mais foi preciso.

Que esta temporada sirva de exemplo e na próxima época cheguemos todos com a mesma força, crer e vontade com que acabamos esta de forma!!

VIVA O ACADÉMICO!!!!!


Podiamos, e deviamos, ter aproveitado a excelente casa que hoje se registou no nosso Fontelo para fazer uma campanha de angariação de novos sócios e vender merchandising no próprio estádio, visto que a loja no Palácio do Gelo se encontrava encerrada. Tenho a certeza que muita gente não iria para casa hoje sem comprar um cachecol do Académico!

sábado, 14 maio, 2016
Anónimo disse...

ESPECTACULAR!
Não deviamos ter passado por estes sobressaltos, mas já está!
O nosso querido ACADÉMICO permanece nos campeonatos profissionais!
E hoje teve uma resposta brilhante!
E aquela claque!!! Espectacular!

Direcção, jogadores, equipas técnicas, sócios e adeptos, PARABÉNS!

ACADÉMICO! ACADÉMICO!

sábado, 14 maio, 2016
Anónimo disse...

Conseguimos! Parabéns à Equipa, Direção, Treinador e Jogadores e restantes Elementos. Parabéns à Claque disse presente sempre e quando a descrença já tomava conta de muitos, eles estiveram sempre lá, sempre sempre APOIANDO, deram uma lição a todos. Muito desta manutenção a eles é devida.

Eu que foi um crítico de um certo comportamento de alguns elementos da Claque, em outras ocasiões, nesta época, tenho de reconhecer que o comportamento foi a todos os títulos IMPECÁVEL!

Esta época decidia tudo, pois assim podemos encarar com outra serenidade a preparação de 2016/2017, fazendo uma análise muito cuidada do que foi bem feito, e houve coisas boas, mas também uma análise, ainda mais profunda do que não correu bem e quais as razões. Temos de conseguir ter o Fontelo, sempre com uma moldura humana semelhante À de hoje, temos de o conseguir e temos de preparar isso desde já. Obviamente que não pode ser sempre bilheteira aberta, mas pode ser o bilhete família, ou o cartão família, ou uma qualquer solução que permita ter a bancada central sempre cheia. Todos ficam a ganhar se tal acontecer, mesmo em termos publicitários e de espetáculo tem outro valor, Há que ponderar, desde já, muito bem e publicitar com antecedência, para que no inicio da próxima época não estejam mil pessoas, mas sim 5 ou 6 mil e aí, sim, o Fontelo voltará a ser temido por todos os adversários, que esta época jogaram demasiado à vontade, no nosso Estádio, pois não havia qualquer tipo de pressão vinda da bancada.

Temos de levar bem alto o nosso lema!

No Fontelo caem TODOS!

Juntos SOMOS mais Fortes!

Carlos Silva

sábado, 14 maio, 2016
Anónimo disse...

Zé Pedro, 2 golos, excelente, mostrou-se ponta de lança de qualidade, na altura em que a equipa mais precisava dele. MAthaus encheu o campo. Ricardo Ferreira, exibição espantosa. Lameirão, imperial. Boa prestação de toda a equipa,com uma gestão muito inteligente do jogo, do tempo de jogo e do esforço. "º parte de grande, grande qualidade, aos 7 minutos da 2ª parte tínhamos criado 3 situações claras de golo, mas no futebol só contam as que entram e o nervosismo com o adiantar da hora, poderia começar a tomar conta de todos, mas tal não aconteceu e o resultado é escasso, o Académico, pelo que jogou poderia ter conseguido um resultado mais dilatado.
GR do Covilhã defendeu tudo, menos os 2 magníficos golos de Zé PEdro.

Parabéns Académico!

Rumo à 1ª!

Carlos Silva

sábado, 14 maio, 2016
Paulo Teixeira disse...

Acabou o sofrimento, acabou a angustia destas ultimas jornadas onde andámos com o credo na boca a ver o Académico a descer posições até ao abismo, hoje conseguimos mostrar mais uma vez que o nosso lugar é na segunda liga por mérito e sem favores de ninguem!


Paulo Teixeira sócio 433

sábado, 14 maio, 2016
stevens disse...

O poder do dinheiro de torneiro mecanico nao confere qualidade de lideranca ...

sábado, 14 maio, 2016
stevens disse...

Pouco sentido critico aos responsaveis do academico....

sábado, 14 maio, 2016
marco disse...

Muitos parabéns académico. Por ser mesmo no fim não tirou o prazer. Para o ano há mais e forca o espectáculo.

Subir não é preciso mas sim comentar o projecto e rentabilizar jovens.

Grande abraço de Toronto

segunda-feira, 16 maio, 2016
--FD disse...

Parabéns a todos pela manutenção. Que a próxima época seja mais tranquila!

Obrigado Equipa, por não terem baixado os braços mesmo quando as coisas pareciam perdidas.
Obrigado MAGIA pelo excelente trabalho.

segunda-feira, 16 maio, 2016
Viriatus disse...

Jogo muito difícil para o Académico, com o Covilhã a tentar complicar a vida dentro de campo, sempre a jogar ríspido para intimidar os jogadores do Académico, com uma primeira parte repartida.
Na segunda metade viu-se um Académico, dinâmico, forte a dominar no meio campo partindo em velocidade para o ultimo reduto do Covilhã, onde o guarda redes efectuou uma exibição de alto nível a negar em três intervenções, quando já se gritava golo na bancadas.
O já merecido golo do Académico, apareceu na marcação de um pontapé de canto, quando apareceu o ponta de lança Zé Pedro a elevar-se e de cabeça apontar o primeiro para o Académico.
O Covilhã tentou a reação, mas, na para mim, melhor jogada do desafio, onde a bola circulou por vários jogadores ao Académico tendo chegado a Tiago Borges que centrou, com conta, peso e medida para a cabeça novamente de Zé Pedro que obteve um excelente golo, pondo um ponto final quanto ao vencedor diz respeito.
Por tudo isto a permanência do ACADÉMICO é inteiramente merecida.
PARABÉS AOS JOGADORES, EQUIPA TÉCNICA E DIREÇÃO NA PESSOA DO SR. ALBINO.
Agora é preparar a próxima época com tranquilidade, manter a grande maioria dos jogadores, adquirir 6 reforços, que façam a diferença e temos equipa.

segunda-feira, 16 maio, 2016