quarta-feira, abril 06, 2016

Ac. Viseu FC 2-1 UD Oliveirense

Vitória importante rumo à manutenção
Ac.Viseu FC 2-1 UD Oliveirense

O Académico recebeu e venceu a turma de Oliveira de Azeméis por 2-1, em mais uma reviravolta importante rumo à manutenção.


Estádio do Fontelo, 6 de abril de 2016
39ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Rui Oliveira (Porto)

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé, Tiago Gonçalves (c), Bura e Ricardo Ferreira (Forbes, 58); Romeu Ribeiro, Capela e Clayton (Moses, 31); Carlos Eduardo (Yuri, 52), Tiago Borges e Zé Pedro. Treinador: Jorge Casquilha.

Oliveirense: João Pinho; Fazenda, Luís Martins, Sérgio Silva e kaká; Zé Pedro, Guima (Leleco, 79) e Godinho; Serginho (Mário Mendonça, 65), Pedro Oliveira e Rafa (Rodrigo Thompson, 71). Treinador: Bruno Sousa.

Expulsão: Kaká (final)


Golos: Luís Martins 43 (0-1), Forbes 60 (1-1), Yuri 77 (2-1)

O jogo tinha carácter decisivo para a equipa academista, em que só a vitória interessava, perante uma formação da Oliveirense que já condenada à descida veio jogar sem qualquer pressão ao municipal do Fontelo.
O Académico contudo, não fez uma primeira parte conseguida, pelo contrário, verificou-se uma apatia sem explicação, que se traduzia na desvantagem ao intervalo por 0-1. Destaque para o guardião R.Janota, que com um conjunto de importantes defesas, foi peça-chave neste desfecho final do desafio. Jorge Casquilha também não gostava da falta de dinamismo da equipa, e ainda na primeira parte, Moses entrava para o lugar de Clayton.
A 2ª parte foi diferente. 100% diferente, felizmente. Os atletas academistas mudaram a postura e “arregaçaram as mangas”, com o treinador academista a colocar também a “carne toda no assador”. Entraram Forbes e Yuri, que foram decisivos para o resultado final. Primeiro foi Forbes, que culminou de forma perfeita cruzamento milimétrico de Tiago Borges. A cerca de 15min do final, o herói da partida, Yuri, tira um coelho da cartola e com uma jogada individual de recorte técnico superior, fez o golo da reviravolta, muito festejado no Fontelo.


Foi uma vitória importantíssima, em mais uma final nesta difícil luta da 2ªliga. 
Mensagem final, para o “árbitro de matosinhos”, que não conseguiu estragar a festa academista, numa arbitragem - mais uma - lamentável.


Domingo temos mais uma final em Chaves.
Força Académico,  
Sempre contigo!!!

6 comentários:

--FD disse...

Uma vitória arrancada a ferros, mas a verdade é que cumprimos e ganhámos hoje mais três pontos com nova vitória em casa. Como curiosidade, é o quarto jogo do Mister Jorge Casquilha e é também a quarta vez que vamos para o intervalo a perder. Felizmente conseguimos pontuar por três vezes (duas vitórias e um empate).

Temos de continuar a nossa, luta e acreditar que é possível pontuar em Chaves. O campeonato está ao rubro!

Força Académico!

quarta-feira, 06 abril, 2016
Paulo Teixeira disse...

Como já disse anteriormente para quem pensa que o que passou foi sofrimento, o maior sofrimento ainda está para vir só espero é que este sofrimento nos leve a bom porto, pessoalmente acredito que sim.
Não gosto de equipas que já estão ou para lá caminham, condenadas, são muito complicadas de jogar e foi exactamente isso que se passou esta tarde, uma vitória saborosa que vai continuar a fazer-nos sonhar com a manutenção apesar dos resultados dos mais directos perseguidores não ter sido muito favorável, mas no fundo não precisamos disso, precisamos sim de ganhar os nossos jogos pois só dependemos de nós próprios para atingir o nosso objectivo.
Domingo mais um jogo complicadissímo mas tenho esperança em conseguir-mos um bom resultado.
FORÇA ACADÉMICO, SEMPRE ACADÉMICO!

Paulo Teixeira sócio 433

quarta-feira, 06 abril, 2016
Unknown disse...

Há várias coisas que têm de ser ditas:

O Académico conseguiu, com um esforço tremendo resgatar nos últimos 4 jogos, 3 resultados positivos depois de ao intervalo tudo parecer perdido, pois com Vitória de Guimarães B, Leixões, Porto B e Oliveirense, ao intervalo o resultado era de deitar tudo a perder, e no entanto, com uma entrega total da equipa e dos nosso jogadores, com uma alma enorme, foi possível, nas 2ªs partes, arrancar 3 resultado positivos e apenas no Porto, tal não aconteceu.
Agora, a este respeito, há que dizer o seguinte, é um esforço tremendo fazer toda uma 2ª parte a ter de correr o dobro ou o triplo, e hoje, por exemplo, os jogadores do Académico acabaram para lá dos seus limites, tal foi o esforço que lhes foi exigido na 2ª parte para vira rum resultado, que tinha mesmo de ser virado, por 37 razões e mais uma, o Académico, não podia ter neste jogo o "seu" Tondela, ou seja não podia, não podia mesmo perder pontos com o último classificado, já despromovido, tal não podia acontecer, ainda par amais a seguir a um resultado que quem não viu o jogo, pensa que foi um desastre no Porto, mas a exibição não foi tão calamitosa quanto o resultado o mostra, embora o Académico não tenha jogado bem e isso todos reconhecem, mas não foi assim tão, tão pessimamente mau como 4-0, poderiam fazer crer.
Hoje era obrigatório ganhar ao último e somar os 3 pontos, mas este último jogou muito, muito mais do que classificação poderia fazer supor, mas já na 1ª volta achei exactamente o mesmo, esta equipa não é tão fraca quanto o último lugar destacado poderia fazer crer, e com o profissionalismo dos seus jogadores, acredito que a Oliveirense ainda poderá ganhar vários jogos até final da época. Com esta atitude e este comportamento vão certamente conseguir.

O Académico tem 7 jogos, e precisa de 3 vitórias, sim temos de ganhar 3 jogos, e o quanto antes, para todos sossegarmos de vez, mas este Campeonato tem um equilíbrio espantoso, espantoso, mesmo, e nenhum jogo é À partida fácil ou está à partida perdido, veja-se, ainda, hoje, o Mafra que ganha ao Porto, depois do Porto nos ter vencido por 4-0, é assim esta 2ª Liga. E se é assim, em Chaves, podemos tudo, mas mesmo tudo fazer para trazer os 3 pontos para a nossa equipa, sim, tem de ser essa a mentalidade, tem de ser essa a vontade, e no final até pode dar empate, mas temos, temos mesmo de tudo fazer para obter uma vitória, onde poucos, acham possível, mas eu acho que é possível, eu vou lá estar e acredito que vamos lá fazer um bom jogo, um bom resultado, com uma BOA arbitragem

No Fontelo, grande iniciativa da Direcção ao permitir entrada gratuita na Superior Central, mas, os adeptos, nós TODOS, temos de corresponder de outra forma no APOIO à equipa, temos de “intimidar” no bom sentido, obviamente, com o nosso APOIO ao Académico a nossa equipa de forma a impor respeito ao adversário, o adversário tem de se sentir em permanente sobressalto no Fontelo, não pode sentir-se à vontade como se em casa estivesse a jogar, NÂO, tem de sentir a pressão do Fontelo, já foi assim, e tem de voltar a ser assim, neste final de Campeonato, onde tanta coisa está por decidir. Temos de Acordar TODOS, temos de ser MUITOS, MUITOS no Fontelo e temos de Gritar Académico, Académico, ACADÉMICO!

(continua)

Carlos Silva

quinta-feira, 07 abril, 2016
Unknown disse...

(continuação)

Hoje, a Superior Central, apesar de ter um número razoável de pessoas, não se fez ouvir e a Claque do Académico, hoje, algo desfalcada, não esteve tão bem, quanto nos jogos anteriores, no APOIO à equipa, mas, ainda assim, foram eles a dar o grito de APOIO e a carregar a equipa na 2ª parte para a Vitória, para eles, o meu cumprimento. Ser Academista, é isso mesmo, apoiar e apoiar sempre, tal como eles o Fizeram no Porto durante todo o jogo e no fim, perante uma derrota de 4-0. Começou aí a Força para a reviravolta, hoje, na 2ª parte.
A nossa equipa já precisa e já merece de um jogo em que marca primeiro, temos de ter essa sorte e estou em crer que vai acontecer, já no próximo fim de semana, em Chaves, vamos marcar primeiro e vamos comandar ,desde cedo o marcador e os tempos dos jogo, precisamos e vamos conseguir isso.
Hoje, Forbes, já recuperado, entrou e no primeiro toque na Bola faz golo, isso dá confiança a Forbes, dá confiança À equipa e temos mais um homem para ajudar nesta fase decisiva.
Iúri entrou e faz um golo extraordinário, Grande golo!
Malta, vamos ser muito determinados, muito sérios, muito corretos, respeitando tudo e todos, e merecendo o respeito de tudo e todos, e vamos pensar, apenas, apenas mesmo no jogo próximo e jogá-lo como se fosse a final da Taça de Portugal, com muita, muita vontade de o vencer!

Temos de anunciar com a devida antecedência, se for para continuar, é claro, a entrada gratuita na superior central, pois, tenho a certeza que muita gente ainda não acredita que é mesmo assim, pois caso contrário muito mais gente teria que estar no Fontelo!

Para Jorge Casquilha uma palavra de apreço, pois chega numa altura terrível, e tem de enfrentar 4 jogos com uma situação de tudo ou nada ao intervalo, em que teve de arriscar tudo, ainda hoje, assim, aconteceu, mas a nossa sorte vai virar e nós vamos ter a sorte de marcar primeiro e fazer o 2-0, já merecermos um jogo onde também tudo nos saia bem, logo de inicio, mas temos de fazer por isso!

Sempre Académico!

Carlos Silva

quinta-feira, 07 abril, 2016
Anónimo disse...

Joga tão pouco o Académico! Os jogadores têm de jogar concentrados e meter mais bola pelo chão! Simplifiquem as coisas, têm qualidade para fazer melhor! Se eles quiserem podem ganhar os jogos todos! Basta querer e ter garra e atitude em campo, concentração acima de tudo e lutar muito! Acreditem em vocês mesmos! Carrega Académico!

quinta-feira, 07 abril, 2016
Anónimo disse...

3 vitórias chegam para a manutenção. E a próxima tem de ser já em Chaves.
Se jogarmos para ganhar como ontem podemos aspirar à vitória. Agora se jogarmos como em Gaia, para o pontinho e sem ambição, o mais provável é perdermos.
Precisamos que o J. Casquilha, esteja em Chaves, como está no Fontelo. Uma vitoria dá o triplo dos pontos de um empate.

Vamos lá: 3 vitórias nas próximas 3 jornadas.

Miguel

quinta-feira, 07 abril, 2016