sábado, março 05, 2016

Ac. Viseu FC 0-2 FC Penafiel

Estádio do Fontelo, 5 de março de 2016
33ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Luís Ferreira (Braga)

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé (Forbes, int), Tiago Gonçalves (c), Lameirão e Tiago Costa; Romeu Ribeiro, Capela e Bruno Loureiro (Clayton, 63); Yuri, Tiago Borges e Zé Pedro (Moses, 75). Treinador: Bruno Ribeiro.

Penafiel: Coelho; Kalindi, Amoreirinha, João Paulo e Daniel Martins; Pedro Ribeiro, João Martins e Caetano (Tiago Barros, 80); Gonçalo Abreu, Aldair e Rui Miguel (Bata 65, Vieira, 85). Treinador: Paulo Alves.

Golos: Rui Miguel 17 (0-1), Rui Miguel 45+4 (0-2)

A História do jogo de hoje, conta-se em poucas linhas…

Logo aos 4 minutos de jogo, o árbitro assinala penalty a favor do Penafiel, João Martins, fez tanta cerimónia a bater o penalty, que permitiu uma excelente defesa a Ricardo Janota.

O Académico via o adversário jogar, e foi sem surpresa que aos 17 minutos, Rui Miguel, de cabeça fez o primeiro da partida, Janota ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar que esta entrasse junto à barra da baliza academista.

O Penafiel, justificava a vantagem, face a uma equipa academista, amorfa e sem arte para mudar o rumo dos acontecimentos.

Na segunda parte Bruno Ribeiro tira Tomé, lança Forbes, coloca Tiago Costa à direita, e, imagine-se, Yuri a defesa esquerdo.

O Académico, não conseguia construir uma única jogada de perigo, e teve sempre bastante dificuldades em fazer dois passes seguidos sem perder a posse de bola.

Em cima do intervalo, aparece o segundo golo penafidelense, através de uma grande penalidade convertida por Rui Miguel, que bisou na partida.

O Penafiel na segunda parte, fez um “jogo treino”, ficando a nítida sensação, que se quisessem hoje teriam goleado.

A única jogada de perigo academista, durante os 90m, nasceu numa jogada individual, de Tiago Borges, que culminou com uma excelente defesa de Coelho.

Motivos de preocupação há muitos… não se consegue perceber a atitude da equipa, Bruno Ribeiro teve uma atitude de treinador conformado, raramente saiu do banco para dar instruções à equipa, tendo sido nos momentos finais do jogo o seu adjunto a incentivar os jogadores.

O “fantasma” de Ricardo Chéu, “pairou”, sobre o Fontelo, com muitos adeptos a pedir o seu regresso…

Uma certeza porém, se esta atitude dos jogadores não mudar, estará com certeza em muitos “maus lençois”.

Talvez tenha sido a pior das muitas deceções, este ano no Fontelo.

Caros jogadores, caros técnicos, Exmos Srs. Dirigentes, hoje em campo esteve o equipamento do Académico, porque muitos dos jogadores primaram pela falta de comparência.

Não sabemos os contornos, “desta história”, vamos ouvindo o que se diz no estádio, e estamos atentos ao que se vai passando nas redes sociais, não podemos garantir que seja verdade, mas estamos fartos de ver a equipa chegar a esta altura da época e atirar a toalha ao chão!


Dignifiquem a Instituição Académico de Viseu Futebol Clube

João Nunes, sócio nº 81

28 comentários:

jose pereira disse...

este presidente tem demolido este clube por quê?
ele terá que justificar a sua besteira ou incompetência a este nível.
o Ricardo Cheu que pena, un bon treinador .................

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

A resposta ao primeiro comentário está no que escrevi na antevisão ao jogo:

A guerra dos pontos já começou há muito!
Os "B"s dão benesses aos amigalhaços; nesta jornada já há dois resultados "interessantes", o Atlético ganhou no Feirense!!! e o Guimarães B empatou em Chaves!!!!
Curiosamente, duas equipas atrás do Académico somaram pontos "inesperados".
Neste final de época, vai valer TUDO e se o Académico não conseguir ganhar em sua casa, descerá de divisão, depois de andar a dar tiros nos pés com substituições incríveis de treinadores.
Atenção, falo como adepto, não sei se se passou algo mais que não veio cá para fora, mas o que veio não aconselhava a saída do treinador Chéu.

Uma vez mais faço votos para que o sr. Albino, que respeito como um salvador do nosso Académico esfrangalhado, saiba o que fez e consiga o objectivo que foi sempre o nosso, digam lá o que disserem, que é o de não descer dos campeonatos profissionais.
Academistas, a coisa não está nada fácil.
É preciso ganhar ao Penafiel para respirar um pouco melhor!
Todos ao Fontelo, puxar pela equipa!
Académico!

Afinal não ganhámos ao Penafiel e o cenário da descida fica mais brilhante! O senhor Albino continua a ser o nosso director e a merecer o nosso respeito pelo que fez desde o CAF disolvido até ao novo CAF que aqui temos, na segunda melhor competição nacional.
Falar em demolir o clube como diz o primeiro comentário é demonstrar que não se sabe do que fala, porque o clube estava demolido, arrasado, dissolvido e o senhor Albino trouxe-o para aqui. Construiu, não demoliu, ó José Pereira!
Repito que não sei o que se passou para além do que veio cá para fora, mas a demissão de Ricardo Chéu não se compreende no campo desportivo.
Apesar de tudo, é tempo de unir esforços, porque o Académico somos nós todos, o treinador escolhido é agora, o nosso técnico, os jogadores que envergam o emblema do Académico são os nossos jogadores!
Todos juntos, vamos manter o Académico na segunda liga!
Académico!

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Acho piada às pessoas..Ricardo Chéu bom treinador?? Quando estava no academico, só faltaram os lenços brancos. Agora já é bom.
Deixem de brincadeiras.. tão bom, que ainda está sem clube para treinar! Engraçado.. todas as semanas ele ameaçava os jogadores dizendo que tinha várias propostas.. onde estão agora? Nos sonhos dele

Vocês têm que perceber que o académico precisa do vosso apoio e não das vossas críticas!
Deixem de ser adeptos só de fachada e vão gritar pela vossa equipa no estádio em vez de fazerem a figura triste que fizeram hoje...

Equipa chama-se Ac. Viseu e não equipa Ricardo Chéu ou equipa Bruno Ribeiro!!
É pelo Académico que devem berrar.

O Académico precisa do vosso apoio nestas horas mais difíceis...



Deixem enterrar de vez o nome do Ricardo Chéu!
É passado...

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Este srº que fala de lenços brancos, nao foi haver jogo nenhum ao fontelo porque eu foi e muitos, e nunca vi ou assisti a lenços brancos contra o mister ricardo cheu. Agora digo que este treinador é um zero, foi péssimo para o académico a sua entrada, basta ver as suas substituições e movimentações dos jogadores no campo e o resultado foi sempre o mesmo zero. Agora tenha respeito por um treinador que foi para mim um dos melhores que passou pelo academico. E para que saiba eu foi um dos que gritei pelo nome dele no fontelo, porque tudo isto foi uma vergonha, nao passou de um jogo de treino, patrocinado por este novo "treinador". Estamos a 3 pontos de descida, quando podíamos estar num lugar tao melhor, tudo isto por uma historia tão mal contada.
FORÇA ACADEMICO JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Ou é burro, ou não sabe ler...
Eu disse que só faltaram os lenços brancos! Não disse que houveram...
Enquanto o sr. Ricardo Chéu esteve no comando, era mau e não estava a ter resultados. Agora que foi mandado embora, já é bom!! Já parece a velha história, enquanto vivo não vale nada mas depois de morrer "era tão bom moço" ..
É só contradições!
E já que se assumiu, posso lhe garantir que de adepto do Académico não tem nada! E adeptos como o Sr . não fazem falta nenhuma...
Já disse que não estou a favor dos treinadores, mas sim dos bons resultados do Académico!
Ahh e já que é tão bom e assumiu que gritou pelo nome do ex treinador, porque se apresenta aqui como anónimo??
Quem tem cu tem medo!!!

Cheio de pseudos adeptos está o Ac.Viseu
Faça um favor ao clube? Deixe de ir ver os jogos,porque pessoas como o Sr . não são bem-vindas

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Se gosta assim tanto de representar o academico, guarde a sua voz para gritar pelo academico e não por alguém que já nao está lá.

Se também conhece bem o clube vá de um a um e pergunte se a saída do seu suposto "amigo mister" foi bom ou mau....

Há..... E passo a lembrar que quando o mesmo deixou o comando já estávamos do meio para o fim!

E outra coisa, pensei que este blog era de gente academista mas enganei me até porque este post de hoje faz esta polémica!

Aqui fala um academista e não um fã do Ricardo cheu ou do Bruno Ribeiro!

Vamos academico, juntos somos mais fortes!

Pedro Silva

sábado, 05 março, 2016
João Nunes disse...

Caro Pedro Silva, não sou nem menos nem mais academista que você. O post cria polémica porque o jogo foi polémico pela má qualidade futebolística do meu Académico. Só faltava ao fim de quase 6000 posts, vir VExa, pôr em causa o meu academismo.

Faça a sua análise e deixe-a aqui mesmo neste espaço.

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Sendo assim diga ou apresente provas que o treinador teve sentado nem que fosse por 1 minuto!
Desculpe mas isto não é a realidade...
Aqui está a minha análise!

Pedro Silva

sábado, 05 março, 2016
João Nunes disse...

"Bruno Ribeiro teve uma atitude de treinador conformado, raramente saiu do banco para dar instruções á equipa"

Sentado? como poderia dizer isso, se têem um reclame de publicidade por cima do banco que nem deixa ver o terreno de jogo?

Continuo á espera do seu comentário para perceber o que fez de bom o Académico hoje.

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Concordo com o sr. Pedro Silva,
O comando foi deixado pelo antigo treinador já estavamos para lá do meio da classificação!
É um facto que o actual treinador ainda não mostrou resultados, mas acredito que não seja menos profissional por isso.
Entrou num momento mau do nosso académico, onde muita coisa se especulou. Inclusive, andavam pseudos adeptos (amigos do sr. Ricardo Chéu) criticarem a possivel contratação de um treinador que nem sequer conheciam, mas já era visto como uma menos valia!

A pergunta que faço é.. com o Sr. Ricardo Chéu o Nosso académico estava melhor?? NAOOO
Então parem de vez de culpar a direcção pelas decisões que foram tomadas.
Acredito que as pessoas que trabalham neste momento no Nosso académico querem mais do que qualquer adepto um bom resultado e neste momento garantir a manutenção!!

Quanto ao blog, poderia ser mais imparcial de facto e não dar tanta preferência aos comentários que só falam bem e põe o ANTIGO E ENTERRADO TREINADOR num pedestal!!

Pensem no Académico de Viseu
Acreditem nas pessoas que lá estão..

Puxem pelos nossos jogadores!

E quarta-feira a vitória será nossa

Académico Sempreeeee

sábado, 05 março, 2016
João Nunes disse...

Só ficam por aprovar os comentários que contêm insultos, e muitas das vezes acusações graves sem provas que os atestem, muitas das vezes por anónimos.

O seu comentário, não abona a favor do Mister Chéu, e foi aprovado.

Eu falo por mim, apreciei o trabalho do Chéu, nunca o escondi, porque em anos anteriores com equipas mais equilibradas, nunca abdicava de atacar, mesmo quando estava a ganhar. Nunca gostei do Alex, porque esse nunca apresentou bom futebol. Quanto ao Bruno Ribeiro, hoje não gostei da atitude dele no banco, poderia e deveria ter puxado muito pela equipa.

O anterior treinador tinha sempre um bandeirinha ou 4º árbitro no encalço, este nem foi preciso, porque quem esteve mais em ação foi o adjunto.

Para que se conste, ninguém mas ninguém quer que o Académico ganhe mais do que eu, podem querer com a mesma intensidade, mas nunca mais.

sábado, 05 março, 2016
--FD disse...

Por favor não me interpretem mal mas saí muito preocupado do estádio. Nunca saberemos se com o Chéu teríamos ganho ou não o jogo mas uma coisa saltou à vista: o Académico jogou zero e qualquer adepto ficou alarmado com o que viu.

É com estes jogadores, equipa técnica, direcção e adeptos que temos de dar a volta por cima mas é mais do que evidente que algo tem de mudar...

Força Académico!

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Quando o Chéu saiu a equipa estava no decimo segundo (12) lugar e não a baixo do meio . Só para que conste a verdade.

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Boa noite,
Ainda me lembro que em 3 ou 4 jogos perdemos e igualamos jogos a faltar 10 minutos para o fim....
O jogo com o covilha foi uma "coisa" vergonhosa....e mais do mesmo....
Como cá já escreveram o Ricardo Cheu quando foi embora, nessa semana existiu mais despedimentos na segunda liga, se ele é assim tão fantabulastico porque não foi colocado em lado nenhum?

ATENÇÃO aqui não estou a crítica Lo, com ele ou sem ele SEMPRE academico de Viseu .

sábado, 05 março, 2016
Anónimo disse...

Então a verdade é...
Quando o Chéu saiu, o Académico estava com 37 pontos! Apenas com 5 acima da linha d descida.

domingo, 06 março, 2016
Anónimo disse...

Tanta conversa, tanta treta para concluirmos todos que o Académico jogou mal e que ficamos todos muito preocupados com o que vimos!

O Académico fez o pior jogo desta época e de outras mais e deu a impressão nítida que nunca ia ser capaz de dar a volta ao jogo. Depois de uma chicotada psicológica estavam todos desmoralizados!?

Perder é uma coisa quando nos esforçamos e fazemos o possível para ganhar, mas o adversário é melhor, enfim, jogamos o nosso melhor mas não dá para mais, outra coisa bem diferente foi o que se passou hoje em que o Académico não jogou! Não esteve lá! Numa altura em que todas as equipas começam a dar sinais de tentarem saltar dos últimos lugares, nós caímos para lá.
Hoje, demos a clara ideia de que ou mudamos MUITO ou não nos vamos safar. O Penafiel estava atrás de nós, não era nenhum papão.

domingo, 06 março, 2016
Anónimo disse...

A 5 ou a 10 estavas com metade das equipas abaixo de ti que é bem diferente do que estás agora.

domingo, 06 março, 2016
Anónimo disse...

Deixemos nos destes comentários e vamos mas é apoiar o NOSSO GRANDE ACADÉMICO
Porque o que está equipa, treinadores e direção precisa e que os apoiemos

Não e por ser a b ou c que está no banco que devemos criticar pois eu também era fã do trabalho do miste cheu e agora temos o mister Bruno e temos de apoia lo para que faça um bom trabalho

domingo, 06 março, 2016
marco disse...

Meus amigos academistas...mesmo perdendo não deixaremos de ser academistas. Se querem escolher o treinador devem candidatar-se a presidente e depois vão ver como vão ser criticados...

Se querem treinar tirem o curso de treinadores...não há aqui uma opinião positiva sobre o académico... Quando empatou com o atlético houve 3 comentários.

Com esta derrota foram 17...Grande parte deles com acusações entre adeptos e nada mais...

Jogando mal ou bem eu serei sempre academista e só tenho pena de viver em Toronto senão estava lá caído todos os domingos quer você distrital, nacional, honra ou primeira.

Sou de Viseu sou do académico e vocês?

Divirtam-se mais pura isso é só um jogo de futebol.

Abracos de Toronto e espero não ter censura desta vez

Marco em Toronto

domingo, 06 março, 2016
Paulo Teixeira disse...

Agora sim infelizmente estamos já encostados ao abismo, causas? culpados? isso agora não interessa, interessa sim arranjar as poucas soluções que existem para a salvação e deitar abaixo direcção e equipa técnica não ganhamos nada com isso antes pelo contrário.
Estou preocupado é que alem da derrota parece que jogámos nada o que me deixa muito apreensivo, ás vezes quando não se sabe ganhar pelo menos tentar não perder!

Paulo Teixeira sócio 433

domingo, 06 março, 2016
José Ferreira disse...

Já é a segunda vez que nos acusa de censura. Eu, por exemplo, rejeito muitos comentários. Se fosse eu a aprovar o quarto comentário, por exemplo, não o tinha deixado passar por causa do "burro".

Se lhe rejeitei algum comentário ou tinha um insulto a alguém, ou acusava alguém de alguma coisa. Por exemplo rejeito muitos comentários de quem fala de ordenados em atraso. Para deixar passar um comentário desses tem que estar assinado de forma inequívoca, não pode ser um anónimo.

E nestes comentários todos apenas há 3 pessoas que não são anómimas, eu próprio, o João Nunes e o Paulo Teixeira.

Se o seu comentário não tinha insultos nem acusava ninguém... não faço a mínima ideia do que está a falar.

domingo, 06 março, 2016
Anónimo disse...

Chega de estar a falar do passado. Independentemente de o Chéu ter feito um bom trabalho ou não, agora temos de nos preocupar com o novo treinador.

domingo, 06 março, 2016
José Ferreira disse...

Vamos a números, a factos:

Nos últimos 5 jogos, nenhum deles da responsabilidade de Ricardo Chéu, o Académico alcançou 3 pontos, fruto de 3 empates e duas derrotas.
Neste período o Académico foi a equipa que menos pontuou – 3 pontos. Com 4 estão Oliveirense, Oriental e Aves. Com 5 Guimarães B, Porto B, Santa Clara, Benfica B, Atlético e Sporting B.

Nos últimos 10 jogos, metade deles da responsabilidade de Ricardo Chéu, o Académico de Viseu é 22º classificado com 8 pontos. Pior só Sporting B e Guimarães B com 6 pontos.

Nos últimos 15 jogos, 10 deles sob comando de Ricardo Chéu, o Académico é 20º classificado com 16 pontos, tantos como Oliveirense. Pior só mesmo Guimarães, Benfica e Sporting!

Nos últimos 20 jogos o Académico é 19º com 20 pontos, tantos como o 20º Benfica B, mais um que Mafra, Sporting e Guimarães e mais dois que a Oliveirense.

É preciso ir até aos últimos 25 jogos, 20 deles com Chéu no comando, para ver o Académico com pontos que lhe permitam sair da “linha de água”. Nesse período o Académico é 19º com 26 pontos, apenas mais um que Santa Clara e mais dois que Oriental, Oliveirense, Benfica B e Sporting B.

Resumindo e concluindo, os números não enganam há muito que andamos com a corda no pescoço!

domingo, 06 março, 2016
Paulo Teixeira disse...

Não consigo compreender o que se passa com adeptos e simpatizantes viseenses, existe uma foto a qual eu tenho no fundo do meu perfil google+ com o estádio do Fontelo apinhado isto terá sido no principio da década de 80 numa das liguilhas de acesso á primeira, existem outras fotos de outras épocas, e não vou falar da ultima subida onde estava sempre cheio, falo por exemplo da década de 90 onde mesmo na segunda B e a meio da tabela tinha-mos assistências na ordem dos 2 3 mil pessoas, de então para cá a população só da cidade de Viseu subiu cerca de 10 mil pessoas os concelhos limítrofes subiram a sua população também mas a assistência aos jogos no Fontelo desceram para umas 300, 400 pessoas, sei que a vida não é só futebol e existem outras prioridades cada um fala com a vida que tem mas 300 pessoas num jogo de segunda liga é miserável e não estou a referir-me só a estas ultimas jornadas, pois no principio da época estávamos lá em cima e as bancadas continuavam despidas, o que se passa!!!!
Se 30% da cidade de Viseu fosse sócia do Académico o clube tinha 30 mil sócios pensem nisto, imaginem o Académico com 30 mil sócios, era bom não era, se calhar aí sim podíamos pensar em subida e estabilizar o clube na primeira, a cidade merece, o clube merece e creio que a maioria dos viseenses gostavam, não acham que ainda estamos a tempo de conseguir isso? ou só se vão lembrar de fazer isso quando formos parar novamente a um escalão mais baixo, os próximos 5 jogos em casa Olhanense, Guimarães B, Oliveirense, Sporting B e Aves vão ser cruciais para a continuidade do Académico neste campeonato são 15 pontos que podem fazer a diferença, sei que muita gente deve estar descontente da maneira como o Académico jogou ontem alguns devem mesmo ter pensado que nunca mais punham os pés no Fontelo mas isso resolve alguma coisa? não acham que os jogadores e treinadores são os primeiros a ficar descontentes com os maus resultados? eu sinceramente acho que sim, não acham que a direcção quer o melhor para o clube, eu aqui também acho que sim, por isto tudo mostrem o vosso amor ao clube e vão ao estádio nestes jogos acima referidos, vão porque o clube precisa de todos neste momento, vamos mostrar de que são feitos os Beirões!
VIVA O ACADÉMICO, SEMPRE ACADÉMICO.

Paulo Teixeira sócio 433

domingo, 06 março, 2016
marco disse...

Força académico

domingo, 06 março, 2016
marco disse...

Tudo resolvido de acordo com o meio email. Concordo com o Paulo. Tratar do futuro pois sobre o passado já não temos influência. Qual o caminho?

domingo, 06 março, 2016
José Ferreira disse...

As pessoas não vêm ao Fontelo por decreto, é preciso ir buscá-las.
Em primeiro lugar já não estamos nos anos 90, muita coisa mudou entretanto e a crise de espetadores não é exclusividade nossa.
Depois há que dar espetáculo e hoje estamos longe disso. A mudança CAF/AVFC não foi pacífica e também aí perdemos gente. Poucos? Um que tenha sido, já foi mau.
Não se vê uma única iniciativa nas escolas, nada. Ao contrário de outros clubes não fazemos nenhuma campanha para trazer gente ao Estádio, como já vi muitos clubes fazerem na presente época, como por exemplo um sócio poder levar um acompanhante e nada pagar, ou pagar pouco.
Mesmo assim no campeonato dos espetadores estamos em 13º lugar, 4 lugares à frente da equipa! (e não contam os cativos convém lembrar).
E temos que contar com aqueles, como eu, que se pudessem estavam lá todas as semanas, mas a distância não deixa…

segunda-feira, 07 março, 2016
Paulo Cardoso disse...

Uma coisa boa teve este jogo, colocou os academistas a falar sobre o futuro do clube, sim porque é isso que está em causa neste momento. O momento da equipa é péssimo, já vinha a ser mau, mas a mudança de treinador não trouxe aquela mudança anímica que se verifica quase sempre, alias, bem pelo contrario diria, a equipa não tem qualquer ideia de jogo, não tem alegria no campo e parecem completados "atados", sem magia nem vontade!

É claro que isto nos preocupa, tem de preocupar, e se é verdade que temos todos de estar presentes no apoio à equipa, treinador e Direcção também não é menos verdade que a falta de motivos "válidos" para a mudança de treinador pode eventualmente estar a afectar não só a massa associativa como os próprios jogadores.

Nunca saberemos se com a continuidade do Chéu as coisas estariam melhores, mas algo que ninguém pode negar é que nunca se viu o Académico tão pobre em campo como no jogo de sábado.

Domingo lá estarei a apoiar como em todos os jogos do Fontelo, sem apupar o novo técnico nem gritar pelo nome do anterior como se ouviu com o Penafiel, mas com a exigência de querer ver entrega máxima, vontade de vencer e de dar espectáculo perante os sócios.

Nota final para o que se passou no facebook oficial do Académico com o apagar de comentários, uma situação lamentável, digna de alturas pidescas à qual não fiquei indiferente e tive de constar, e que todos nós sócios o devíamos fazer, nós temos o dever de apoiar mas também o direito de criticar, só assim se evoluí.

Cumprimentos

terça-feira, 08 março, 2016