domingo, agosto 02, 2015

Gil Vicente FC 1-1 Ac. Viseu FC (4-5 gp)

Estádio Cidade de Barcelos, 2 de agosto de 2015
1ª Eliminatória da Taça CTT     
Árbitro: Rui Silva (Vila Real)

Gil Vicente: Serginho; Pedro Lemos, Sandro, Cadú e Gabi (Vítor Gonçalves, 58); Djamal, Ricardinho e Alphonse; Goba (André Soares, 86), Paulinho (c) (João Pedro, 71) e Avto. Treinador: Nandinho.

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tiago Costa, Tiago Gonçalves (c), Bura e Ricardo Ferreira; Romeu Ribeiro, Alex Porto e Gradíssimo (Fábio Martins, 74); Tiago Borges, Bruno Carvalho e Diogo Fonseca (João Ricardo, 86). Treinador: Ricardo Chéu.

Golos: Avto 28 (1-0), Bruno Carvalho 45+1 (1-1)

GP – Bruno Carvalho falha - defesa (0-0); Sandro falha – defesa (0-0); Tiago Borges falha – à barra (0-0); Djamal marca (1-0); Alex Porto marca (1-1); João Pedro falha – defesa (1-1); Bura marca (1-2); Vítor Gonçalves marca (2-2); Fábio Martins marca (2-3); Cadú marca (3-3); Tiago Costa marca (3-4); André Soares marca (4-4); Ricardo Ferreira marca (4-5); Pedro Lemos falha – à barra (4-5).


Num jogo equilibrado e de fraca qualidade, foram os visitantes quem entraram melhor e criaram algumas dificuldades à defensiva barcelense.  Aos poucos, o Gil Vicente foi equilibrando a contenda e aos 28 minutos conseguiu adiantar-se no marcador graças a um bom remate de Avto.


O Académico de Viseu reagiu e aos 35 minutos esteve perto de conseguir a igualdade, só que o remate de cabeça de Romeu levou a bola a embater na barra da baliza do já batido Serginho. Em cima do intervalo, e já em período de compensação dada pelo árbitro, os viseenses conseguiram o empate, através de um livre direto superiormente apontado por Bruno Carvalho.


Na segunda parte, a formação viseense voltou disposta a desfazer a igualdade e os locais passaram por momentos complicados devido aos constantes erros de marcação que o adversário aproveitava para criar perigo.  O técnico gilista procedeu a alterações e a equipa passou a controlar o jogo e a criar algumas situações para marcar só que Goba, por duas vezes, foi demasiado perdulário. 


A igualdade prevaleceu até ao final do tempo regulamentar, pelo que foi necessário recorrer à marcação de grandes penalidades para decidir que seguia em frente, e aí os visitantes foram mais felizes, marcando encontro com o Leixões.


In Record, foto incluída

Notas aos jogadores (atribuída pelo jornal Record e aceites por nós para a eleição de jogador do ano/jogador do mês): Janota (4), Tiago Costa (2), Bura (3), Tiago Gonçalves (3), Ricardo Ferreira (2), Romeu Ribeiro (3), Gradíssimo (2), Alex Porto (2), Bruno Carvalho (3), Fonseca (3), Tiago Borges (2), Fábio Martins (2), João Ricardo (1)

6 comentários:

Anónimo disse...

Taça da Liga, domingo, 2 de agosto de 2015
Estádio Cidade de Barcelos
Gil Vicente-1; Ac. Viseu-1 (4-5 após G.P.)

Eu estive lá, e vi a 1ª vitória da época, no 1º jogo a contar. Houve aquele pingo de sorte na parte final, algo que costumava andar arredio da nossa equipa, mas felizmente, hoje, esteve connosco.

No jogo, jogado, grande equilíbrio, mas o Académico sempre a controlar mujito bem, todo o jogo, embora sem conseguir criar muitas situações de perigo, ainda assim, na 1ª parte, há uma jogada que mostoru de forma inequívica a forma como o trabalho estar a ser feito, bem feito, aquela jogada de envolvimento que passou por quase toda a equipa e culmina com um remate à barra que merecia golo. O Gil marca numa falha nossa e na 1ª vez que chega com perigo à nossa baliza, mas a equipa reagiu muito bem, e aquele golo em cima do intervalo é de uma execução espectacular, e a repor justiça no resultado. NA 2ª parte o Académico entrou muito bem, tem ali 2 situações, em que poderia ter marcado. Depois disso o Gil Vicente arriscou mais, nós com a entrada do Fábio tb tentamos ganhar dentro do tempo, mas o empate ficou até final, e de forma justa.

Nos penaltis, bem aí, de facto, dizem que é sorte, mas houve de tudo, uma mau começo do Académico, Janota, sempre bem, e depois uma sucessão de grande categoria quer por parte dos jogadores do Gil Vicente, sempre a marcarem para o mesmo lado, enganando Janota, quer por parte dos Jogadores do Académico, rematando com tal determinação que não deram a mínima hipótese ao Guarda-REdes. No final, muito justa e merecida a nossa passagem.

Excelente arbitagem, sempre a deixar jogar, a praticamente não precisar de mostrar cartões, sempre a deixar o jogo fluir, não se deu pela suja presença. Excelente.

Público do Gil, muito correto, e mesmo perante resultado adverso, aplaudiu a sua equipa, muito bem!


Vamos AJUDAR o Académico neste projeto.

SÊ Sócio e traz um amigo

Carlos Silva

segunda-feira, 03 agosto, 2015
Anónimo disse...

Parabéns equipa e força Académico!!

segunda-feira, 03 agosto, 2015
--FD disse...

Passámos nos penalties, onde há sempre uma boa dose de sorte, mas a verdade é que estamos de parabéns. Perante a "fava" desta eliminatória e ainda para mais a jogarmos fora de casa a verdade é que conseguimos trazer de Barcelos um resultado muito positivo e que nos deve deixar orgulhosos.

No próximo sábado recebemos o Farense e o apoio de todos é fundamental para darmos o pontapé de saída neste ultra competitivo e desgastante campeonato.

Força Académico!

segunda-feira, 03 agosto, 2015
Anónimo disse...

equipa do academico de viseu joga muito bem, com 2 ou 3 reforços a mais, eu garanto que a ascensão a primeira liga, agora deve ser acessível.
continuar e tudo vai correr ben, os academistas poden começar a encher o Fontelo.
vamos viseenses todos o estadio...

segunda-feira, 03 agosto, 2015
Paulo Teixeira disse...

Uma vitória importante que vem lançar os níveis de confiança para bem alto para o difícil jogo que aí vem sábado contra o Farense, começar com os 3 pontos é o objectivo tanto mais que nos últimos anos temos tido começos muito negativos.

Paulo Teixeira sócio 433 (antigo 752)

segunda-feira, 03 agosto, 2015
--FD disse...

Notícia de interesse academista: http://dsport.pt/tiago-costa-pode-estar-a-caminho-da-grecia/

quarta-feira, 05 agosto, 2015