domingo, agosto 30, 2015

Ac. Viseu 0-2 COL Oriental

Estádio do Fontelo em Viseu.

Académico de Viseu - Janota, Tiago Costa (Tomé, 62), Bura, Tiago Gonçalves, Kiko, Capela (Alex Porto, 73), Gradíssimo, Romeu Ribeiro, Bruno Carvalho (Fábio Martins, 55), Yuri e Fonseca.
(Suplentes: Ruca, Ricardo Ferreira, Tomé, João Ricardo, Lameirão, Alex Porto e Fábio Martins).
Treinador: Ricardo Chéu.

Oriental -  Rafael Veloso, Amorim, Daniel Almeida (André Almeida,46), Hugo Grilo, João Pedro, Tiago Mota, Tom (Bruno Aguiar, 71), Henrique (Fernando, 63), Júlio César, Hugo Firmino e Peter.
(Suplentes: Rafael Marques, Edson Silva, Valdo, Bruno Aguiar, Fernando, André Almeida e Figo).
Treinador: João Barbosa.

Árbitro: Luís Godinho (Évora).

( Foto Jorge Paulo )

Ação disciplinar: cartão amarelo para Tiago Costa (47), João Pedro (64), Hugo Firmino (75), Yuri (75), Kiko (83), Bruno Aguiar (87) e Fábio Martins (90+4).


Assistimos hoje no Fontelo a uma tarde de mau futebol de parte a parte.

Os adeptos academistas, estavam entusiasmados com a possibilidade de subir ao topo da tabela classificativa, e não lhes passava pela cabeça outro resultado que não a vitória.

O que aconteceu em campo foi bem diferente, mas já lá vamos...

Em relação ao jogo com Braga B, entraram para a equipa, Kiko, Capela, Gradissimo, e Yuri. Curioso que em relação a este ultimo jogador, ficámos a saber que pertence ao plantel Academista. Nem o site da Liga, faz referência a este jogador no plantel.

A equipa academista entrou amorfa em campo e assim se manteve durante toda a partida. Os passes, teimavam em sair errado, processos muitos lentos, falta de garra e atitude. Nem o calor, nem o estado do relvado podiam desculpar tamanha falta de aplicação.

Ao Oriental, o jogo estava a correr de feição, face á inoperância academista, e mostrou-se sempre uma equipa muito tranquila, sem grandes preocupações em atacar.

O Académico atacava mais pela direita, através do reforço "surpresa" Yuri, que nos pareceu bom tecnicamente, mas com pouca eficácia, uma vez que foram poucas as vezes em que conseguiu cruzar para a área adversária e criar perigo. Na esquerda, Bruno de Carvalho, passou ao lado do jogo, ao contrário do que tinha acontecido nos jogos anteriores.

A segunda parte, trouxe uma equipa viseense cada vez mais "nervosa", e um Oriental, com mais garra, e com vontade de levar algo mais que o empate.

O factor decisivo para o desfecho final da partida residiu no banco de suplentes. O Oriental face ás fragilidades do meio campo academista, apostou em homens de ataque, Ricardo Chéu, não o conseguiu, porque no seu banco de suplentes, as soluções eram escassas, caindo a escolha mais uma vez, no desinspirado Fábio Martins.

Quase no fim do jogo, surgiu o golo do Oriental, falha de marcação na área academista, e Fernando coloca a sua equipa em, vantagem.
Pouco ou nada havia a fazer por parte dos viseenses, e na falta de melhor, não restou solução a  Ricardo Chéu, que não fosse pedir a Bura, para se colocar na posição de ponta de lança.

Quase a terminar, asneira de Tiago Gonçalves, que em vez de passar a bola a Tomé, optou por “oferecer” um presente envenenado a Janota, que não ficou nada bem na fotografia, e permitiu o segundo golo de Fernando na partida.

Consumada a primeira derrota academista, e em cima do fecho de inscrições, convém fazer algumas considerações em relação ao plantel academista:

O Académico não tem jogadores para salvaguardar as lesões de Tiago Borges e Carlos Eduardo.

O Académico parece uma equipa talhada para ganhar alguns pontos fora de casa, dando a iniciativa de jogo ao adversário, mais complicado vai ser quando tiver de tomar a iniciativa e jogar em ataque continuado.

Ficou mais que evidente que faltam extremos e pontas de lança, que façam com que a equipa esteja á altura das pretensões da sua direção.

O mercado fecha amanhã, face á ideia que nos passaram no início da época, e face ao esforço financeiro exigido aos sócios, é legítimo pedir mais…

João Nunes, Socio nº 81 do AVFC.

13 comentários:

Pedro Cunha disse...

Não fui ao fontelo hoje, mas pelo resultado de hoje e pelo que vi na semana passada acho que e extremamente necessário reforços para a termos a possibilidade de lutar pela subida e não pela descida, acho que no faz falta um ou dois extremos e o ponta de lança acho, caso contrario vamos penar muito esta época, a equipa é demasiado curta para uma época tão dura e com tantos jogos

domingo, 30 agosto, 2015
Anónimo disse...

percebe-se a falta de experiência daquela direção, aqui estao os résultados fracos como é possível jogar um campeonato profissional com poucos jogadores e, especialmente, com a falta de jogadores na frente ?????
mesmo o presidente da camara ten poco interesso a o academico de viseu.
TISTEZA........
graças a deus, temos o CHEU e o TONY.

domingo, 30 agosto, 2015
Anónimo disse...

Não se pode ganhar jogos sem atacantes. O Académico não tem linha da frente e saída do Luisinho deu cabo do motor.
A equipa globalmente é boa, o treinador também, mas não há milagres. O Académico vai fazer melhores resultados fora do que em casa, onde será quase sempre derrotado quando os adversários entrarem para defender e o Académico não souber atacar. Depois, um ou outro contra-ataque e estamos mal.
É urgente o reforço atacante para termos uma época próxima dos primeiros lugares e bem longe dos últimos.

domingo, 30 agosto, 2015
Anónimo disse...

Eu, em anterioes comentários também fiz referência a esses mesmos reforços em falta, mas hoje foi mais que isso que faltou. Faltou garra e e ideias e sobrou apatia.

Basta ver os dois golos: no primeiro, durante a pausa enorme, os jogaores do oriental estavam a falar uns com os outros e em concentração máxima. Os do Académico, estavam de mãos na anca á espera. Livre e golo.
No segundo, com a equipa a perder, o T. Gonçalves, faz um atraso para GR, quando tinha o Tomé a seu lado, solto na linha, pronto para arrancar. O vicio é tanto de andar a trocar a bola com o GR que até a perder fazem isso (então o T. Gonçalves não faz uma desmarcação nem um passe que não seja para trás ou para o lado).

Os que gostei de ver foram o Bura e o T. Costa, que jogam sempre na máxima rotação. O Capela (jogador que gostei muito na primeira passagem), esteve muito trapalhão e Kiko, esteve muito fraquinho, nunca subindo no seu corredor.

Não sei o que se passa mas a equipa em vez de melhorar, está a piorar de jogo para jogo.

Espero que o Chéu abane com eles, porque nos Açores é para ganhar.

Miguel

domingo, 30 agosto, 2015
Gonçalves disse...

Francamente mau o desempenho da equipa, se se pode falar disso hoje. A culpa começou claramente em Ricardo Cheu. Hoje esteve muito mal a armar a equipa e a mexer as substituições. Grandíssimo é Zero e uma paranóia do nosso mister. Vamos passar muitas tardes como esta se não reforçar o plantel. Do meio campo para a frente é muito muito limitada. Os sócios e adeptos saíram muito muito agastados com a prestação da Equipa. Urgente outra atitude outro empenho.

domingo, 30 agosto, 2015
Anónimo disse...

Ora aí estão os que só aparecem nas derrotas! Tenham vergonha! Falsos Academistas!!! Nem sócios são! Força Académico! Rumo a uma época tranquila!

domingo, 30 agosto, 2015
João Costa disse...

Provavelmente, hoje tivemos o pior jogo do Académico de Ricardo Chéu no Fontelo.

Demasiados chutões para a frente, equipa sem ideias e completamente desnorteada, substituições sem grande nexo (Bruno Carvalho não estava a fazer um grande jogo, mas por favor... O Fábio para o seu lugar?), enfim...

Acredito muito no trabalho do nosso treinador. Acredito mesmo! Mas hoje foi um dia não.

O Académico vale muito mais do que mostrou hoje (independentemente de precisarmos de reforços), já o Oriental... deve ter sido das equipas mais limitadas que vi passar no nosso estádio desde o regresso aos campeonatos profissionais.

No entanto, apesar das limitações, hoje eles lutaram e quiseram esta vitória muito mais que nós. E só por isso, a justiça da vitória não é colocada em causa.

Em suma, um mau jogo das três equipas em campo e um relvado que parece piorar de dia para dia. Até tenho medo do que ali vai ficar quando chegarem as chuvas de inverno.

Força Académico!!!

domingo, 30 agosto, 2015
Anónimo disse...

Jogo muito importante para ver quem são os verdadeiros Academistas, dentro e fora do campo, pois foi um jogo penoso, muito mal jogado, mas a pedir o APOIO de todos os Sócios e ADEPTOS de modo a AJUDAR a equipa a ultrapassar esta exibição. Muito bem os adeptos que no final do jogo, apoiaram a equipa e muito bem os jogadores ao retribuir o APOIO e ao confortarem o seu colega, Janota, no lance de grande infelicidade!

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES, tem de ser o nosso lema e só fica no chão quem quer, nós temos de nos levantar bem rápido desta exibição que foi má, muito má, mas que deixou ensinamentos para futuro, de molde a não voltar a repetir.se.

Todos aprendemos a lição e na próxima jornada, lá estaremos para representar condignamente o Académico!

Sempre Académico!

Carlos Silva

domingo, 30 agosto, 2015
Anónimo disse...

É impressão minha ou tem estado um pouco mais de gente no Fontelo? No ano passado mal chegávamos aos 1000 e pelo menos até agora, tem ultrapassado o número. Espero é que no Inverno os números se mantenham, embora seja difícil ir para o Fontelo com 9º graus.

Mau jogo, não acrescento nada à (boa) análise do que foi o jogo.

Só discordo na parte em que diz que a equipa pode não estar à altura das pretensões. A equipa ainda vai melhorar, e se virmos bem os adversários também não vão ganhar tudo. A Segunda Liga é muito longa e há sempre alturas mais penosas. O Atlético e o Famalicão mais tarde ou mais cedo vão descer. Braga B idem. Freamunde teve um início mau e para recuperar vai ter de melhorar, e não é pouco. Penafiel também já perdeu pontos e o Chaves, salvo erro, também não ganhou todos os jogos.

Até podia continuar...Feirense e Covilhã também já perderam pontos.

segunda-feira, 31 agosto, 2015
Anónimo disse...

Tudo o que foi aqui dito .Estou de Acordo com quase tudo .
O jogo de facto foi bastante Mau . Jogamos mal ( ou melhor muito Mal ).
O meio campo ficou axfixiado pela pressão do Oriental e o Ataque nunca existiu. Alias já não existe há algum tempo. E urgente 2 extremos bons e rápidos . Luisinho faz muita falta ..........Bruno Carvalho complica muito o que e simples demais .........( Sem Tiago Borges , Clayton a equipe fica sem ideias na frente de Ataque).Simplesmente não existe.
So tenho pena do seguinte :
Os poucos jogadores que estavam a realizar uma partida dentro do seu Normal ou Habitual ( Certinhos). Estiveram no lance dos 2 Golos do Oriental. Por mera infelicidade.( Tiveram ambos bem ate ao minuto 86) mas como o jogo teve 90+5min , borraram a pintura no final.......acontece infelizmente para o Academico.)E Pena .E Futebol.
A) Bura num mau alivio ......( no lance do 1ºGolo)
B) Janota naquele lance do 2º Golo

So há um caminho . Levantar a cabeça porque Domingo há mais .......e temos que dar uma resposta positiva Ja. E urgente!

segunda-feira, 31 agosto, 2015
Anónimo disse...

Academistas .......( Socios e Simpatizantes do Academico Viseu )

Vem ai mais batalhas , o Campeonato e muito Longo e Desgastante.

Temos que dar apoio a todos. ( Treinadores e Jogadores )

Hoje foi um dia mau da nossa Equipe. ( Muito Mau ..mesmo .......Não jogamos rigorosamente nada ..........A nossa exibição foi muito pior que os 2 golos sofridos .Ou melhor os 2 golos sofridos no final foi o espelho do nosso jogo durante os 95 minutos).

Mas certamente que no futuro próximo haveremos de melhorar ......Sim porque piorar sera difícil certamente.

segunda-feira, 31 agosto, 2015
Paulo Teixeira disse...

Aconteceu aquilo que já podia ter acontecido contra o Braga, como já foi aqui dito temos uma equipa talhada para o contra ataque e vamos ganhar muitos jogos fora até ao dia que os treinadores adversários começarem a estudar a nossa equipa e façam aquilo que os outros fazem no Fontelo.
Não me parece que sejamos candidatos á subida, temos uma boa equipa recheada com bons valores, mas quando esses melhores valores estão castigados ou lesionados a equipa ressente-se, Clayton e Tiago Borges fazem muita falta, agora preparar bem o jogo nos Açores e muita cautela porque este Santa Clara está bem mais forte este ano.

Paulo Teixeira sócio 433

terça-feira, 01 setembro, 2015
Anónimo disse...

Só espero que quando começar ganhar jogos o académico, que apareça tanta gente a dar os parabéns aos jogadores e equipa técnica, como estão aqui alguns a criticar. Apareçam que são bens vindos. Apoiar mais E criticar menos, todos nossos temos dias maus,OS JOGADORES SÃO COMO NÓS.
Sempre contigo académico.
ACREDITEM VÓS VAMOS SUBIR.

terça-feira, 01 setembro, 2015