domingo, março 16, 2014

FC Porto B 3 - 2 Ac. Viseu FC

Numa excelente tarde e num bom estádio, hoje o Academico sofreu a sua segunda derrota com o comando de Ricardo Cheu.
Um jogo muito bem jogado, disputado e em que parece-nos que o empate era o mais justo.
Palavra inicial para os adeptos viseenses que cada vez são em maior numero fora de casa. O apoio foi quase do início ao fim. É muito bom sentir o clube a crescer neste aspecto de apoio, que é muito importante.

No onze academista , não podia deixar de se falar na ausência de Bruno Loureiro, rendido por João Alves e pela manutenção do Fausto Lourenço na equipa.

Estádio Municipal Jorge Sampaio, 16 de março de 2014
34ª Jornada da Liga 2 Cabovisão
Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)

FC Porto: Kadú; Victor Garcia (David Bruno, 90), Zé António, Tiago Ferreira e Quiñones; Mikel, Pedro Moreira e Tozé; Kayembe (Leandro, 64), Kelvin (Ivo, 75) e Gonçalo Paciência. Treinador: José Guilherme.

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé, Cláudio, Thiago Pereira e Tiago Costa (Tiago Rosa, int); Capela, João Alves (Bruno Grou, 83) e João Martins; Luisinho (Leonel, 58), Fausto Lourenço e Cafú. Treinador: Ricardo Chéu.

Expulsão: Cláudio 90+1

Golos: Kayembe 37 (1-0), Gonçalo Paciência 52 (2-0), Pedro Moreira 54 (3-0), João Alves 61 (3-1), João Martins 83 (3-2)
Foto de Catarina Morais retirada do site zerozero.pt

Em termos de lances , houve vários com destaque.

O Porto B com alguns bons valores individuais mas não é como equipa muito forte, perante um Académico com uma equipa unida e bem organizada. Mas o 1º golo surgiu cedo, com uma abertura de Gonçalo Paciência para a direita onde surge Kayembé, que finta Ricardo Janota e marca. Uma abertura que apanhou descompensado o lado esquerdo do Académico.

O Académico jogava com a pressão alta e a flanquear, aproveitando o excelente apoio e as subidas de Tomé. O jogo era bem flanqueado com Fausto e Luisinho em evidência pela rapidez, enquanto Cafú parecia mais desacompanhado e não teve muitas oportunidades de tocar na bola.

Tomé estava incisivo e destemido a subir e até remates tentou, bem como alguns centros mas que não tiveram consequência.

Há uma jogada a meio do 1º tempo em que Tomé aparece solto na direita, entra na área cruza para Cafú, mas na hora H surge um defesa da equipa B a cortar para canto. Aliás, o Académico teve inúmeros cantos.

Num desses cantos, há um contra ataque seguido por Tozé e quase dá segundo golo.

O Final da primeira parte chegou e adivinahva-se um Académico diferente na 2ª parte.
Saiu Tiago Costa (lesionado?) e entrou Tiago Rosa para defesa esquerdo.

O Académico começa melhor com algum perigo na área e mais alguns cantos.

Mas mais uma vez o Porto foi lá à frente , Gonçalo recebe a bola, flecte para o meio e fora da área remata encostado ao poste, fazendo o 2-0 .

O Académico fica atordoado e sofre outro numa carambola. Bola no poste , confusão, Janota toca na bola e Pedro Moreira aparece na boca da baliza e remata. A bola entrou mas ainda foi tirada por Janota. No entanto, estava feito o 3-0 aos 55 minutos e temia-se algum desnorte.

No entanto, o Académico cresceu e nao deu a batalha por vencida.

Entretanto, Ricardo Chéu tira Luisinho e entra Leonel para a esquerda do meio campo  e para também investir para os flancos. Leonel entrou bem, segurou muito bem a bola e criou alguns desequilíbrios e lances bem flanqueados que geraram perigo na área portista e alguns calafrios.

Surge por isso, de forma justa o Golooooooooooooo do Académico após uma jogada de insistência e com vários jogadores na área surge um passe da direita, aparece João Alves que perto da marca de penalty remata para o fundo das redes!

O Académico empolgou e continuou a desenhar boas jogadas de envolvimento. É bonito ver a equipa jogar com objetividade e profundidade.  Capela mostrava força e empenho em dar a volta, o seu físico imponente impunha-se perante alguns  portistas mais "verdes".

Perto dos 20 minutos da 2ª parte surge o 2º golo. Mais um lance insistência , bem construído. a bola chega mais uma vez a Tomé bem inserido no ataque e centra para o remate de João Martins a fuzilar na pequena área. 3-2, animava-se o jogo e as hostes academistas.

Ouvia-se ACADÉMICO, ACADÉMICO e sentiam-s os portistas (jogadores e adeptos) nervosos.

O Porto apostava claramente no contra ataque e abdicou de controlar o jogo também.

Entretanto, perto dos 80 minutos, Tomé com mais uma boa investida, centra e aparece Fausto na pequena área com tudo para fazer golo. Mas remata de cabeça por cima.

Até final, algumas perdas de tempo do Porto, algumas lesões, mais paragens e substituições e jogou-se menos.

O Porto poderia ter marcado quando o Académico jogava praticamente com 3 centrais, já que Thiago aparecia no meio campo a apoiar o jogo.

No final, destaque para Janota que subiu para a área contrária em mais um canto, mas que não surtiu efeito. E Tozé, apanhou a bola, rematou antes do meio campo para a baliza deserta mas a bola desviou-se da baliza e foi até intercetada por um defesa do Académico.

Mesmo sobre o pano, destaque para a expulsão de Cláudio que viu 2 amarelos na mesma jogada. Um por uma falta e outro por mão na bola a travar o contra ataque. É pena, no próximo jogo vai jogar mais uma dupla diferente de centrais. Tem sido um sector muito alterado nos últimos jogos, entre lesões e castigos.

E pronto, surgiu o apito final e a derrota acabou por ser o desfecho.

Próxima semana há mais , com um derby da região Centro, contra o Beira Mar. um "Clássico" entre estas duas equipas, que se espera bem jogado.

Crónica feita por Pedro Simões

17 comentários:

Anónimo disse...

o jogo deu em directo na Porto Canal e por isso todos pudemos ver que o Académico fez um grande jogo, apesar de algumas azelhices no in´cio da segunda parte que deram em golo. O primeiro golo do Porto é em fora de jogo. A perdermos por 3-0, sem merecermos, fomos para cima e poderiamos chegar à igualdade, com o Porto a sofrer no fim.
Foi pena a derrota, mas deixámos uma boa imagem e fomos roubados mais uma vez.
Espero que a direcção já tenha falado com o treinador para a próxima época, Uma vez mais esteve muito bem na orientação e foi derrotado sem merecer. Muito bem Académico!

domingo, 16 março, 2014
Anónimo disse...

Campeonato Nacional da 2ª Liga
34ª Jornada, 16 de marco de 2014 – Estádio Dr. Jorge Sampaio – Pedroso – V.N. Gaia
F.C. Porto B - 3; Ac. Viseu – 2

Ricardo Janota na Baliza,
Tomé, Thiago Pereira, Cláudio, Tiago Costa,
Fausto, João Martins, João Alves e Capela;
Luisinho e Cafú.
Entraram na 2ª parte: Tiago Rosa, Leonel e Bruno Grou para os lugares de Tiago Costa, Luisinho e João Alves

Marcadores: João Alves e João Martins (2ª parte)

Treinador: Ricardo Chéu

Somos um Grande Clube, Temos um Grande Equipa!
Somos a melhor massa adepta do mundo!

Tarde de sol, temperatura muito agradável, Estádio com magníficas instalações, relvado em excelente estado. Muito público afeto ao Académico nas Bancadas do Estádio, excelentes condições para uma magnífica tarde de futebol, o que veio a acontecer.
O F.C. Porto almejava a manutenção do 1º lugar, depois do Benfica já ter vencido o seu jogo, e de facto foi o FC Porto, a equipa que entrou melhor em campo, mais rápida sobre a bola, com excelente toque de bola, com os jogadores do Académico a terem alguma dificuldade em parar as investidas da equipa da casa. Nesse período que durou cerca de 15 minutos, o FC.Porto tem uma oportunidade flagrante, em que a bola vai ao poste. Se aos 15 minutos de jogo estivesse 1-0, nada haveria a dizer, mas nesse período o Porto não marcou e o Académico equilibra as operações e daí em diante o jogo pautou-se por grande equilíbrio, até que num lance sem um perigo por aí além, a equipa da casa chega ao 1-0, num lance em que já de Ângulo apertado o avançado o Porto consegui concretizar. O golo surge numa altura em que o equilíbrio era a nota dominante. Até ao intervalo nos minutos que ainda faltavam o Académico tudo fez para tentar empatar, mas sem sucesso, no entanto ficavam boas indicações para a 2ª parte, pois a equipa estava desinibida, e com vontade de dar a volta.
Na 2ª parte, Tiago Costa teve de ser substituído por lesão, entrando par ao seu lugar Tiago Rosa. O Académico que até entrou bem, n a 2ª parte, acaba por sofre no prazo de 3,4 minutos 2 golos de rajada, algo consentidos que colocaram em 3-0, um jogo que até aí tinha sido equilibrado, e que no máximo, até essa altura, poderia ditar a diferença de um golo par ao Porto, nunca mais, mas isto no futebol, todos sabemos, que o que conta são as que entram, e o resultado era esse mesmo aos 56 minutos da 2ª parte, 3-0. A jogar fora, contra o 1º classificado e a perder por 3-0, o normal seria o Académico e qualquer equipa descrer das suas capacidades, e tentar leva ro jogo até ao fim sem mais estragos, mas meus senhores, este ACADÉMICO, é ENORME, tem uma alma, um Treinador com uma ambição do tamanho do mundo, e nunca, mas nunca se dão por vencidos, mesmo quando parece que nada há a fazer. E aqui, chegados, eis que tenho de fazer uma referência muito especial, a alguém fora do campo, e esse alguém é A CLAQUE do Académico, que com 3-0, gritou bem alto o nome do Académico e com os seus cânticos deu ao jogadores forças que eles já não teriam, mas o que se viu daí até ao fim, os 30 minutos que faltaram foram talvez, apenas e só, os melhores 30 minutos do Académico, pois foram tantas as situações criadas especialmente pelos corredores, que obrigaram o Treinador do Porto a constantemente olhar par ao relógio, a queimaram tempo como podiam, e a desesperarem para que o jogo chegasse ao fim. O Académico cresceu, subiu muito no terreno, pressionou e acabou por fazer o 3-1, depois o 3-2 e teve oportunidades mais do que suficientes para empatar jogo, embora, obviamente, jogando contra uma equipa desta qualidade, também sofreu na sua defesa, alguns calafrios, mas isso teria de ser mesmo assim.

(continua)

Carlos Silva

domingo, 16 março, 2014
Anónimo disse...

(continuação)

Em minha opinião, o Académico não merecia perder este jogo, mas erros que acontecessem no Futebol, ditaram o resultado final, nada a dizer.
Não tivemos, hoje, a sorte do jogo que outras vezes já esteve connosco, e isso é futebol, e temos de encarar. A dada altura parecia que, hoje, nada corria bem, mas de repente tudo virou e com um pouco mais de calma até teríamos marcado mais golos.

A arbitragem não foi excelente, mas também não foi por aí, em minha opinião, que o Académico perdeu o jogo, e eu não gosto de ver fantasmas onde eles não existem, no entanto, julgo que os 5 minutos de compensação forma curtos para as várias e demoradas interrupções da 2ª parte. No lance do 3º golo, ainda não vi na televisão e não sei se há ou não qualquer motivo par aparar o jogo, mas também aí a sorte nada quis com a nossa equipa.

Em resumo este Porto tem um boa equipa, 2 excelentes centrais, e o Académico atravessa o melhor momento dos últimos 20 anos, não tenho dúvidas em dizer “ESTE é O MELHOR ACADÉMICO das últimas 2 décadas!”

Faltam 8 jornadas, vamos jogo a jogo fazer apenas e só, aquilo que fizemos hoje, que não foi diferente do que se tem feito nos últimos jogos, que é jogar cada jogo como se fosse uma final, seja onde for, seja contra quem for. Assim dá gosto ir ao Futebol, assim dá gosto ver o Académico. Perdemos, mas saímos de cabeça bem levantada e prestigiamos, e muito o Clube e a Região.

Cláudio viu duplo amarelo, já perto do fim do jogo será certamente uma baixa para o jogo com o Beira-Mar.

Vamos fazer o nosso Benfica-Sporting da zona centro, o Académico-Beira-Mar, vamos todos ter a missão de divulgar o jogo pelo distrito e pela Região de molde a que o Fontelo volte a te ruma grande casa, na linha das 2 últimas jornadas.

Repito, objetivo 1 : Manutenção: Conseguido, com distinção e a tempo!
objectivo 2 : Ficar à frente na classificação de Beira-Mar, Covilhã e Tondela (ainda possível).
objetivo 3 : Ficar à frente na classificação de Farense e Desportivo de Chaves, clubes que subiram à 2ª Liga, tal como nós (ainda possível).
objetivo 4 : Procurar o melhor lugar possível na tabela classificativa


VAMOS TODOS APOIAR O ACADÉMICO!


Nós Somos o Académico! Nós Fazemos o Académico!

Sê Sócio e traz um amigo!

Força Académico!
Força Ricardo Chéu

Carlos Silva

domingo, 16 março, 2014
Paulo Teixeira disse...

Uma derrota que poderíamos considerar normal se não acontecessem certas coisas durante o jogo.
Vi o jogo pelo Porto Canal acompanhados pelos comentários horrorosos de Manuel Queiroz e companhia, o Académico entrou mal no jogo foi a primeira impressão que fiquei, sabemos que do outro lado está o lider deste campeonato possivelmente a melhor equipa deste campeonato mas de facto entramos muito mal no jogo, a espaços fomos equilibrando e depois começa a acontecer algo que já estava á espera que acontecesse uma arbitragem habilidosa e quando digo habilidosa digo que não é preciso marcar dois ou três penalties ou anular igual numero de golos, ás vezes basta arbitrar demasiado para enervar jogadores, e foi exactamente isso que aconteceu 80% das faltas contra o Académico eram as prima donas do Dragão que se atiravam ao chão arrancando faltas muito duvidosas, em situação identica mas em contrário nunca era falta, e estou a recordar-me de uma mocada que o João Alves levou que em qualquer parte do planeta era cartão amarelo e aqui nem falta foi, esta jogada provocou uma arrancada do Porto que só não deu em golo porque o fiscal de linha talvez com a consciência pesada decidiu anular o ataque azul e branco.
Mais uma vez senti-me muito pequeno e fica aqui uma grande verdade, Presidente se algum dia apostar na subida faça uma equipa fabulosa capaz de esmagar completamente os adversários, pois se em 10º encomodamos tanta gente imagine-se nos lugares cimeiros!
Domingo há que regressar ás vitorias e eu acredito que podemos vencer o Beira Mar e continuar este belo campeonato que estamos a fazer e isso apesar de tentarem ninguem nos tira!

Paulo Teixeira sócio 752 apesar da derrota continuo com orgulho e grande amiração pela minha equipa, FORÇA ACADÉMICO, FORÇA VISEU!

domingo, 16 março, 2014
Anónimo disse...

Hoje o academico demonstrou que quando poe a bola no chao nao ha nenhuma equipa que nos faça frente...apartir dos 3-0 foi uma equipa so que existiu no relvado onde poderiamos perfeitamente ter empatado o jogo mesmo cometendo erros atras de erros defensivos.... resta m salientar que mesmo nao sabendo o porque do paulo monteiro ter ficado de fora é de total relevancia que é dos jogadores que mais falta faz a este academico porque a liderenca com ele parece outra pk ate o claudio se viu erros nele que nao parecem normais e nao se viram ate hoje... de salientar que o facto de o bruno loureiro nao ter jogado tambem perdemos alguma criatividade no nosso meio campo.... resta ganhar ja ao beira mar para podermos fazer a melhor classificacao possivel....

segunda-feira, 17 março, 2014
Anónimo disse...

A primeira conclusão a tirar é que o Académico, tem de se recusar a participar jogos transmitidos na tv. Não tenho bem presente, quantos é que deram na tv, mas devem ter sido para cima de meia dúzia e julgo que todos com derrotas. Fica a curiosidade.

Quanto ao jogo, o resultado mais justo era o empate. Mostramos raça e ambição mas faltou algum discernimento, principalmente no último terço do terreno, onde continuamos a abusar muito dos cruzamentos. Falta jogo interior perto da área.

Hoje o Tomé fez um grande jogo. È um jogador que eu critico muito, mas a atacar tem estado bem. O grande problema dele, é a colocação em campo.

Capela, um autentico bicho.

Menos bem, estiveram o Luisinho (denota algumas fragilidades contra bons defesas laterais). Aliás o Luisinho, acho que é mal aproveitado nas alas. Salvaguardando as devidas diferenças, acho que ele precisa de um Guardiola. Guardiola, que quando chegou ao Barça, tirou o Messi das alas para o colocar numa posição mais central. O Luisinho, nos jogos que fez mais perto do Cafú, foi quando o seu futebol rendilhado mais se evidenciou.

Menos bem também esteve Claúdio, que não é um jogador que me convence a 100% (tem tido algumas falhas infantis nos últimos jogos, e mais uma vez hoje no lance do 2º golo e nas mãos na bola). Penso que a melhor dupla de centrais será Paulo Monteiro e Capela.

Agora, o importante é acabar bem o campeonato e segurar estes jogadores e técnicos para na próxima época, atacarmos a subida desde a primeira jornada.

Somos o maior clube desta liga e bem maior que muitos que andam na primeira.

Miguel

segunda-feira, 17 março, 2014
Anónimo disse...

Sr Paulo Teixeira.
Dou-lhe os Meus Parabens. Analize Corretissima do Jogo. De facto foi isso que senti tambem. ( Estive No Estadio ) Foi essa sensaçao que fiquei desde muito cedo. Nao entramos bem no jogo e certo mas Sr arbitro ,para ficar bem na foto como sempre ,decidiu nos prejudicar nos detalhes .Esses sim enervam bastante . E possivel que o primeiro golo esteja em fora de jogo. ( Lance rapido etc....). Mas como ja disse anteriormente o n/ campeonato continua. E obvio que a manutençao ja ca mora mas a melhor classificaçao tem que ser procurada em cada jogo que realizamos . Se puder ficar em 5º nao vou querer ficar em 10º. E Normal! Isto e competiçao ate ao Fim. ( Estes ultimos 8 jogos continuam a ser muito importantes para o curriculo de todos . « Jogadores , Treinadores e do proprio Clube . Da prestigio uma boa classificaçao »).A Luta Continua..........

segunda-feira, 17 março, 2014
académicomania disse...

No próximo jogo a equipa vai voltar as vitorias!! Força Académico!

segunda-feira, 17 março, 2014
--FD disse...

Infelizmente apenas pude acompanhar o jogo na rádio e somente a segunda parte. Fiquei com a impressão que na etapa complementar sofremos dois golos nos primeiros minutos completamente contra a maré mas não baixámos os braços e o empate chegou a passar na cabeça de todos. É essa a atitude que queremos ver no nosso Académico. A equipa não atirou a toalha ao chão, deu tudo por tudo e nos últimos lances até o Janota foi à área.

De facto a curiosidade do Academista Miguel é verdadeira e já me tinha ocorrido o mesmo. Tivemos três jogos na SPORTTV (Braga B, FC Porto B e Benfica B), um na BenficaTV (Benfica B) e perdemos estes quatro jogos. O único jogo "televisionado" (escrevo em aspas porque na verdade foi transmitido através da televisão online do Clube) em que pontuámos foi contra o Marítimo B - empate a uma bola.

Resta esperar uma resposta positiva dos nossos atletas - já se sabe que a equipa vai ter de sofrer alterações já que o Cláudio vai ficar de fora - e esperar que regressemos às vitórias já no próximo domingo. Era bom que o Fontelo voltasse a ter uma boa moldura humana para ajudarmos os nossos jogadores a somar mais três pontos.

Força Académico de Viseu!

segunda-feira, 17 março, 2014
Anónimo disse...

So Para Responder a um Sr ( Anonimo ) que Pos a Questao do Paulo Monteiro nao jogar.
Esta pura e Simplesmente Lesionado. ( Parece ser ruptura Muscular ........).Infelizmente pra ele e Equipe.

segunda-feira, 17 março, 2014
Anónimo disse...

Ontem estive presente no Jorge Sampaio e saí com grande amargo de boca pois o Académivo nos últimos 25 m demonstrou que poderiamos ter trazido os 3 pontos na minha opinião respeitamos em demasia a equipe do porto não tirando mérito porque realmente o Paciência herdou os genes do pai e o kyembe foram uma dor de cabeça constante para a nossa defesa...mérito tambem para o porto que não deixou jogar a nossa equipe e tornou a nossa fase de construçao nula na 1 parte onde o Thiago Pereira denota bastantes dificuldades com a bola nos pés....apartir dos 3-0 também porque o porto baixou as suas linhas foi uma avalanche cim sentido único para a baliza do porto salvo 2 ou 3 contrataques do porto que poderiam ampliar o resultado.....de salientar a boa entrada do Leonel veio dar outra alma ao nosso ataque....defensivamente fomos frageis pela zona central onde não é costume mas também muito por culpa da ausência do Paulo Monteiro (por castigo????) onde realmente juntamente com o Claudio me parece o melhor central do Academico e infelizmente a sua ausência fez se notar bastante....agora resta - nos ganhar ao Beira- Mar onde me parece uma equipa perfeitamente ao nosso alcance....

segunda-feira, 17 março, 2014
Anónimo disse...

Bom jogo do AVFC, apesar da derrota ( com a sabor a vitória diga-se, pela luta que deram ). Mais um jogo EXCELENTE de Tomé, justo homem do jogo,

segunda-feira, 17 março, 2014
--FD disse...

Notícia de interesse academista: http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=466629

terça-feira, 18 março, 2014
Leonardo disse...

Seria um passo arriscado a entrada em Belém nesta altura, uma vez que a descida está cada vez mais visível no horizonte. Ainda assim, se se concretizar a mudança, resta ao Académico começar já a preparar a nova época com uma nova equipa técnica.

terça-feira, 18 março, 2014
--FD disse...

A notícia ganha cada vez mais força:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=724474&tm=45&layout=158&visual=49

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Belenenses/interior_premium.aspx?content_id=873570

quarta-feira, 19 março, 2014
Paulo Teixeira disse...

Como já tinha dito quando da entrada do mister Cheu os treinadores passam e o clube fica, é claro que este treinador dava garantias de um grande final de época e quiçá um grande principio da próxima época, paciência, confio plenamente na nossa direcção para encontrar a melhor solução, aliás no dia que o nosso presidente deixar o clube aí sim vou ficar bastante preocupado.

quarta-feira, 19 março, 2014
Anónimo disse...

Este treinador veio para o viseu e contra tudo e todos os criticos triunfou pelo nosso viseu, Renasceu o clube e cresceu ele, tenho a certeza que nao vai deixar-nos, pois e um grande treinador e homem.
OBRIGADO POR TUDO QUE FEZ PELO ACADEMICO,MISTER CHEU.

quarta-feira, 19 março, 2014