terça-feira, fevereiro 04, 2014

Futebol à 4ª feira?


Numa altura em que, salvo algo de anormal em contrário, o Académico disputará os restantes jogos no Fontelo, que são sete, ao fim de semana, chega a hora de fazer um pequeno balanço do que tem sido a época academista no que às assistências diz respeito.

Sortilégios do sorteio, dirão alguns, mas o certo é que o Académico de Viseu tem sido das equipas mais prejudicadas com os jogos à 4ª feira. Dos dezasseis jogos até agora disputados no Fontelo, seis foram à 4ª feira. Não estranha que nos 5 jogos com menos espetadores no Fontelo, que quatro tenham sido a uma quarta-feira. Neste âmbito “escapa” o jogo com o Leixões, para a Taça da Liga, que foi a uma quarta-feira e teve uma assistência de 714 espetadores, mas aí estávamos em Julho, numa altura em que muita gente gozava as suas merecidas férias.

Dos dezasseis jogos disputados, apenas seis foram ao domingo. E se provas faltassem que o futebol deve ser disputado ao domingo à tarde, cinquenta por cento desses jogos (três) tiveram uma assistência superior a 1000 espetadores. Destoa, nesse aspeto, o jogo com o Marítimo B com apenas 297 espetadores. Tem a condicionante de nesse dia se ter disputado, praticamente à mesma hora, um Benfica vs Porto – o que devia levar muitas pessoas a pensarem se são mesmo academistas, ou se são outra coisa qualquer.

Neste balanço diga-se que o Académico de Viseu é, neste momento, a sétima equipa com mais espetadores nos jogos em casa, num universo de vinte e dois clubes recorde-se, com uma média de 757 espetadores por jogo e um total de 10598. Melhor que o Académico só mesmo o Portimonense (15434), Farense (15334), Moreirense (13913), Leixões (13912), Sporting B (13278) e Chaves (12820). De salientar que estes números são mais baixos do que a realidade, pois não há maneira de a Liga conseguir contabilizar quantos espetadores com livre-trânsito entram no Fontelo.

Depois de nos termos queixado ao provedor, e de termos recebido uma resposta politicamente correta, o impasse continua. O campeonato tem 42 jogos, o ano tem apenas 52 semanas, e tem mesmo que se jogar à 4ª feira, mas nunca às 15 horas!

Em baixo um quadro com os dados de todos os jogos (números oficiais da Liga Portuguesa de Futebol Profissional).


Classificação
Dia
Jogo
Espetadores
Competição
Domingo
Ac. Viseu 2-1 Tondela
1572
Liga 2
Domingo
Ac. Viseu 1-2 Chaves
1556
Liga 2
Domingo
Ac. Viseu 0-2 Moreirense
1119
Liga 2
Sábado
Ac. Viseu 0-1 Porto B
845
Liga 2
Quinta
Ac. Viseu 0-1 Braga B
801
Liga 2
Domingo
Ac. Viseu 3-0 Aves
797
Liga 2
Quarta
Ac. Viseu 1-2 Leixões
714
Taça Liga
Domingo
Ac. Viseu 3-0 Atlético
709
Liga 2
Quarta
Ac. Viseu 3-0 Farense
686
Liga 2
10º
Sábado
Ac. Viseu 3-0 Portimonense
611
Liga 2
11º
Sábado
Ac. Viseu 1-0 Atlético
546
Taça Liga
12º
Quarta
Ac. Viseu 1-0 Covilhã
521
Liga 2
13º
Quarta
Ac. Viseu 3-0 Oliveirense
482
Lia 2
14º
Quarta
Ac. Viseu 1-1 Feirense
350
Liga 2
15º
Domingo
Ac. Viseu 2-0 Marítimo B
297
Liga 2
16º
Quarta
Ac. Viseu 1-0 Penafiel
252
Liga 2


Nota: O Académico de Viseu 0-1 Braga B foi disputado a 15 de agosto, feriado nacional.

José Carlos Ferreira, sócio 325 do Académico de Viseu Futebol Clube

4 comentários:

Anónimo disse...

Interessante trabalho.

De facto, devemos ter sido das equipas mais prejudicadas pelo elevado numero de jogos ás quartas em casa.

Claro que isso tem efeitos no numero médio de espectadores. Mas só isso, não explicará o facto de as assistências, não terem tido a evolução desejada do campeonato amador para uma liga profissional.

Acho que a relação do clube, com a sua massa associativa é muito pouco valorizada: os preços dos bilhetes são altos e raramente se veem promoções que poderiam trazer novos espectadores aos jogos; pouco ou nenhum merchandising nas imediações do estádio em dia de jogos; poucas acções de rua (no ano anterior ainda publicitavam umas visitas a escolas e instituições, este ano nada); a loja do clube, muito despida e sem possibilidade de inscrição para sócio; animosidade nefasta (sem tomar partido) entre direção e claques. E outros exemplos haverá.

Como todos sabemos, não é um exclusivo das gentes de Viseu, a atitude provinciana de apoiar um clube dos 3 grandes em detrimento do clube da sua terra.
Mas não vale a pena estar sempre a lamentar isso. Terá de ser o clube a chamar a cidade e região e não o contrário.

Miguel

terça-feira, 04 fevereiro, 2014
João Nunes disse...

Excelente resumo da realidade.

Com estes números podemos chegar á conclusão, que temos condições suficientes para andarmos noutros patamares do futebol. Digo isto desde os distritais, se a equipa tiver futebol atrativo e bons resultados, as pessoas vão ao Fontelo ver o Académico.

Estamos numa fase bastante positiva, e não fosse o mau tempo que teima em continuar, domingo seria dia para muita gente, ir ao Fontelo verificar o porquê desta recuperação do nosso clube.

Para mim existe apenas um pormenor que me desagrada muito.

Continuamos a ser poucos, os que nos orgulhamos de ser sócios do clube.

terça-feira, 04 fevereiro, 2014
--FD disse...

Mais um excelente trabalho d' A MAGIA DO FUTEBOL.

Estes números provam que estamos acima da média em termos de assistência aos jogos mas continuamos bastante aquém daquilo que gostaríamos. É verdade que não tivemos muita sorte com o calendário (muitos jogos à quarta-feira, jogo a um feriado contra o Sporting de Braga B no pico do calor de Agosto para servir os interesses televisivos e um jogo a um sábado às 11:15 também para dar jeito à SportTV) e com a meteorologia mas também podemos melhorar alguns aspectos:
- a bilheteira é habitualmente alvo de críticas quer seja por nem sempre ter trocos, quer seja por nem sempre praticar os preços visíveis nos cartazes quer seja por ter poucos bilhetes para estudantes - não sei se as críticas são fundamentadas pois tenho lugar cativo e não tenho contacto com estas situações;

- a direcção tem vindo a fazer um trabalho exemplar a reerguer o clube mas, na minha opinião, faltam acções que chamem mais pessoas para o Académico - poucas acções de merchandising, falta de campanhas para novos sócios e um site visualmente apelativo mas com muita falta de conteúdos e poucas actualizações. Gostava também de ver mais acções junto da comunidade tal como se fez no ano passado e tal como o Sr. Miguel referiu;

- adoro o nosso estádio, aplaudo o recente encadeiramento mas penso que a Câmara Municipal de Viseu podia também considerar a possibilidade de dotar o estádio de uma pala na bancada superior central e de aumentar a potência de iluminação. Estes dois pontos permitiram ter um estádio mais confortável e seria também possível realizar jogos sem ser às 15h para as jornadas disputadas aos dias úteis.

A proliferação das televisões, internet e outros deu uma machadada nos chamados clubes "não grandes". Antigamente as pessoas apoiavam o clube da terra para poderem assistir a futebol mas com o advento da tecnologia as pessoas passaram a preferir ver os jogos no conforto de casa e têm muito mais contacto com os clubes ditos "grandes". Infelizmente o futebol em Portugal tem três grandes estarolas e as restantes equipas servem apenas para que estes não tenham de jogar apenas entre si.

Enfim, em resumo penso que o Académico tem dado importantes passos na sua reafirmação no panorama futebolístico mas penso que têm de ser criadas condições para que o nosso clube tenha uma proximidade maior com a sua cidade. O sucesso do Académico é muito importante para a cidade de Viseu.

Para mim é um grande orgulho ser sócio do Académico de Viseu Futebol Clube e acredito num Académico maior ;) .

FORÇA ACADÉMICO!

terça-feira, 04 fevereiro, 2014
Paulo Teixeira disse...

Optimo trabalho José Carlos, de facto os jogos aos domingos seriam de certeza mais concorridos mas tambem se tivessemos os desgraçados lux´s permitidos nas torres de iluminação do Fontelo podiamos ter jogos ás quartas feiras num horário mais adequado ás gentes de Viseu, por isso apelo a quem de direito, penso que seja a CMV, que resolva esta situação, estamos a atravessar uma grave crise economica, sei que devem existir outras prioridades nos dinheiros mas trata-se de um melhoramento que pode trazer para futuro alguns dividendos.
Agora aos domingos está nas nossas mãos mostrar o que valemos, num passado não muito distante a média de assitência no Fontelo andava perto dos 5 mil, onde andam esses adeptos?
Apoiem esta equipa ela bem merece e depois ver um jogo do Académico habilitamo-nos a assitir a um grande jogo onde há a hipotese de não vencemos mas pelo que vejo neste momento esta equipa respira confiança e quando é assim basta fazer o trabalho de casa que o resto aparece.

Paulo Teixeira sócio 752.

terça-feira, 04 fevereiro, 2014