sábado, janeiro 18, 2014

CD Tondela 0 - 0 AC. Viseu FC

Estádio João Cardoso, 18 de janeiro de 2014
25ª Jornada da Liga 2 Cabovisão
Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria)

Tondela: Cláudio, Pedrosa, Deyvison, Palmeira e João Vicente; Fábio Pacheco, Boubacar e Piojo (Dally, 63); Calé, Lucas Romano (Jô, 55) e Johan Viafara (Rúben, 81). Treinador: Álvaro Magalhães.

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé, Paulo Monteiro, Cláudio e Ricardo Ferreira; Capela e João Alves (Ibraima, 84); João Martins, Bruno Loureiro (Fausto Lourenço, 66) e Luisinho (Zé Rui, 77); Cafú. Treinador: Ricardo Chéu.
Foto de Rui da Cruz retirada do site zerozero.pt

O Tondela e o Ac. Viseu empataram este sábado 0-0, num jogo equilibrado da 25.ª jornada da II Liga. Num dérbi com uma rivalidade de 70 anos, os visitantes foram mais fortes na primeira parte, mas os da casa equilibraram a partida na etapa complementar, acercando-se com perigo da baliza de Ricardo Janota na fase final da partida.


Aos 34 minutos, os academistas, num lance de contra-ataque, tiveram uma soberana oportunidade de inaugurar o marcador por intermédio de Luisinho, valendo a defesa de Cláudio Ramos ao remate do avançado do Ac. Viseu. No reatamento da partida, Bruno Loureiro teve mais uma oportunidade para colocar a sua equipa em vantagem, resolvida pelo guarda-redes tondelense à segunda tentativa.


Álvaro Magalhães tentou espevitar os seus jogadores com as entradas de Jô e Dally para o lugar dos argentinos Lucas Romano e Piojo. Aos 75 minutos, lance duvidoso na área do Ac. Viseu, com Jô a cair, mas Olegário Benquerença mandou seguir.


Nos minutos finais, o Tondela, mesmo com o relvado impraticável, ficou melhor no jogo. As transições ofensivas começaram a sair melhor, obrigando o Ac. Viseu a aumentar cautelas junto da sua baliza. Numa jornada ainda incompleta, os tondelenses desceram para o nono posto com 37 pontos, enquanto o Ac. Viseu mantém o 17.º com 27.

In Record

Notas aos jogadores (atribuídas pelo Record, dado que não vimos o jogo, nem ninguém aceitou o nosso repto): Ricardo Janota (3), Tomé (3), Paulo Monteiro (3), Cláudio (3); Ricardo Ferreira (3), Capela (3), João Alves (3), Luisinho (2), Bruno Loureiro (3), João Martins (3), Cafú (3), Fausto Lourenço (2), Ibraima (2), Zé Rui (2).

15 comentários:

Anónimo disse...

Campeonato Nacional da 2ª Liga
25ª Jornada, 18 de janeiro de 2014 – Estádio João Cardoso – Tondela
C.D. Tondela - 0 ; Ac. Viseu - 0

Ricardo Janota na Baliza,
Tomé, Paulo Monteiro, Cláudio, Ricardo Ferreira,
Bruno Loureiro, João Martins, João Alves e Capela;
Luisinho e Cafú.
Entraram na 2ª parte: Fausto, Zé Rui e Ibraima para os lugares de Bruno Loureiro, Luisinho e João Alves

Treinador: Ricardo Chéu

Resultado enganador para quem não assistiu ao jogo, pois quem viu o jogo com olhos de ver, não tem a mínima dúvida de que o Académico foi a melhor equipa, teve as melhores oportunidades e mereceu ganhar o jogo.
Foi a melhor exibição do Académico, em termos de jogos fora de casa, isto tendo em vista a totalidade do jogo, pois, a espaços, o Académico já tinha efectuado na era Filipe Moreira, grandes exibições, nomeadamente na 2ª parte do prolongamento contra a Académica para a Taça de Portugal, na 2ª parte do jogo em Aveiro e na 2ª parte do jogo com o Braga B, por exemplo. Agora, em termos globais não tenho dúvidas em afirmar que foi a exibição mais bem conseguida do Académico fora de portas, esta temporada e que merecia ter sido coroada com uma vitória e os correspondentes 3 pontos.
O Académico entrou personalizado no jogo, impôs o seu futebol, controlou completamente o jogo. Criou ao longo de toda a partida várias situações de golo, algumas delas muito claras e que infelizmente não deram o tão merecido golo da vitória. O Tondela, em todo o jogo não criou, que me lembre, uma única situação de verdadeiro perigo, foi uma equipa apática, sem soluções para entrar na defensiva Academista.
Se dúvidas houvesse, hoje ficaram desfeitas, só há um Clube em toda a Beira Alta com Dimensão e Estatuto para poder ingressar na 1ª Divisão do Futebol Português, e esse Clube ficou patente aos olhos de todos, é o Académico. Pese embora o facto do C.D. Tondela ter efectuado excelentes épocas ao longo dos últimos anos, a verdade é que atingiram, em minha opinião, o seu limite em termos daquilo que poderiam ambicionar, alguma vez conseguir, pois daqui para cima, a exigência é tal, que sinceramente, só vejo, na Região da Beira Alta, um Clube com dimensão para tal, o Académico.
Isto em nada desmerece o excelente trabalho, até aqui efectuado pelo C.D. Tondela.
Hoje, em campo, o Académico, com um atraso de 10 pontos, em relação ao seu opositor, demonstrou em campo, que se calhar, a diferença correta, seria certamente a contrária, pois assistiu-se àquilo a que na gíria do futebol se chama “um banho de bola” ao qual apenas faltaram os golos para selar uma vitória mais do que merecida por parte do Académico.
Ricardo Chéu, 2 jogos, 4 pontos, contra 2 equipas da parte cimeira da tabela, 2 golos marcados, zero sofridos. Em termos defensivos a equipa, na linha do que sucedia com Filipe Moreira continuou muito bem, sendo, em minha opinião, talvez a equipa que melhor defende em toda a 2ª Liga, talvez a par do Penafiel. Em termos ofensivos, embora, em termos de golos, neste jogo, não tivéssemos conseguido marcar, a verdade é que houve muita produção ofensiva, várias claras situações para fazer, repito, o mais do que merecido golo do triunfo.
Excelente arbitragem de Olegário Benquerença.


(COntinua)

Carlos Silva

sábado, 18 janeiro, 2014
Anónimo disse...

(Continuação)

Incidências extra-jogo:
Para prevenir situações futuras deixo aqui algumas recomendações para futuro:
• O preço anunciado na Internet para os vários tipos de ingressos deve ser o praticado na Bilheteira do Estádio.
• Fechar a bilheteira e impedir as pessoas de entrarem no Estádio, isto já com o jogo a decorrer, não é uma medida inteligente no sentido de prevenir a segurança, pois a tensão acumulada, se já era grande, aumenta e pode a situação ficar fora de controlo. Um erro clamoroso ter optado por esta via e ter demorado tanto tempo a desbloquear a situação, impedindo pessoas que queriam assistir calma e tranquilamente ao jogo de adquirem o seu ingresso e verem o jogo desde o seu início, algo que a todos deveria ser garantido.
• Os membros da claque do Académico que tão bem estiveram no apoio à equipa nos últimos jogos, hoje, estiveram igualmente bem, nesse capítulo, mas muito mal, nos cânticos provocatórios às gentes de Tondela. Nada de nada justifica essa forma de estar num Estádio de Futebol, nem que da outra parte tenha existido qualquer tipo de provocação. A Claque, sabe fazer como ninguém, aquilo que só eles podem fazer, APOIAR o ACADÉMICO e toda a energia dos seus membros deve para aí ser canalizada. Todos os cânticos devem ser nesse sentido, tal como vinha a acontecer nos últimos jogos. Não percebo, não entendo, a razão de ser de tanta animosidade para com a Claque do CD Tondela.
• Nós Somos o Académico, Nós Somos diferentes e por isso mesmo, temos de em todo o lado dar esse exemplo, e mesmo que haja provocações da parte contrária, apenas devemos responder com Académico, Académico, Académico!
• É difícil construir uma imagem de prestígio e de respeito, é muito fácil todo deitar a perder em pouco tempo. Deixo o alerta à claque e aos seus líderes para prevenirem situações futuras e para fugirem dos problemas, e para se limitarem a fazer aquilo que tão bem o sabem fazer, APOIAR o Académico.
• Estarei sempre na 1ª linha de apoio à claque quando verificar, como vinha a acontecer nos últimos jogos, um apoio ao Clube e apenas isso, mas serei também o 1º a referir comportamentos que observe e quem não se enquadrem naquilo que eu pretendo ver de uma claque do meu Clube. Hoje tenho reparos a fazer e por isso, o disse. Espero no próximo jogo ter apenas e só elogios a fazer como aconteceu nos últimos jogos.
• Não esquecer que o que está em causa, par ao bem e par ao mal é o nome do Académico, por isso, há que reflectir, antes de entoar determinados cânticos e tomar determinadas atitudes que ponham em causa o bom nome do Académico!



Domingo, todos ao Fontelo, pois temos uma equipa que a TODOS nos Orgulha!


Força Académico

Sê Sócio e Traz um Amigo!

Carlos Silva

sábado, 18 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Neste jogo, sim, mereciamos a vitória. Fomos melhores apesar de algum sofrimento no final.
Muito bem, sem cobardias, olhos nos olhos, temos uma nova equipa, uma nova mentalidade, a equipa quer ganhar, quer jogar.
bravo!
No próximo jogo, vamos encher o Fontelo. Todos ao Fontelo apoiar o Académico!

domingo, 19 janeiro, 2014
Anónimo disse...

foi bom pontuar,pena ainda não ter sido desta que se ganhou fora de casa, mas isso deve acontecer num futuro muito próximo!
Força Académico! próximo jogo temos de ganhar ao Covilhã que esta a fazer um grande campeonato..

domingo, 19 janeiro, 2014
Anónimo disse...

O Académico não perde e já não aparece ninguém? Já não há descontentes nem contra o FM?
Meus caros, o Académico é nosso, todos queremos que vença sempre nem que seja com um penalty inventado 10 minutos depois da hora! Mas o Académico jogou em Tondela, contra uma equipa que nos últimos anos lutou para subir à primeira e andou lá perto e esta época está muitos pontos à nossa frente. E o Académico não perdeu! Empatou e merecia ter vencido. Estou certo que a vitória fugia se tivessemos já o hábito de vencer fora. Estamos no início da segunda volta, com um treinador novo na idade e no clube, que não é cagão, nem nas gabarolices nem no terreno de jogo. Entra para vencer e quer vencer e ojá se viu isso mesmo, os jogadores estão de outra maneira! Venham ver um treino, venham comparar com o que se passava. Venham mesmo.
É muito cedo para conclusões mas tudo leva a crer que a direcção encontrou o nosso Mourinho! Jovem, determinado, sem medo dos adversários, onos olhos, taco a taco, com alegria em campo, sem gabarolices nem promessas. Meus amigos, vamos todos ao Fontelo no domingo, para apoiarmos e vermos com os nossos olhos as diferenças que já se notam.
Domingo, todos ao Fontelo!
E venham comentar, não pode ser só quando o clube anda mal, tem de ser também quando começa a andar melhor.

domingo, 19 janeiro, 2014
A MAGIA DO FUTEBOL disse...

"Domingo, todos ao Fontelo, pois temos uma equipa que a TODOS nos Orgulha!"

Atenção Senhor Carlos Silva, os próximos dois jogos são à 4ª feira. É triste mas é assim mesmo.

domingo, 19 janeiro, 2014
marco em toronto disse...

Forca cheu. Forca academico. Gostei da forma como mudou a equipa e as suas declaracoes. Mostram ambicao, mostram crer e acima de tudo sao realistas e encorajadoras para os jogadores. FORCS ACADEMICO. Os negativistas estao a espera do primeiro sangue para fazer vitimas..............lol

domingo, 19 janeiro, 2014
Paulo Teixeira disse...

Um ponto é um ponto, se me perguntassem se aceitaria este resultado antes do jogo começar eu assinaria logo de pronto por baixo, agora depois das incidências do jogo penso que perdemos mesmo dois pontos ou melhor o Claudio (gr do Tondela) não nos deixou trazer esses pontos do João Cardoso, mas não deixa de ser um bom resultado aliás até deu para alargamos a diferença para o ultimo que agora se cifra nos oito pontos.
Estamos no bom caminho mas não podemos embandeirar em arco, pois esta diferença dá para jogar com tranquilidade mas tambem é de lembrar que oito pontos são duas vitórias e dois empates coisa pouca para este campeonato, se ganharmos os dois jogos em casa Covilhã e Farense estou convencido que o fantasma da descida desaparece de vez do Fontelo.
Não consigo compreender estas atitudes de equipas da AFV que têm aparecido na ribalta do futebol português ultimamente para com o Académico de Viseu, estou a falar do Tondela e do Cinfães equipas da qual eu respeito e sublinho a subida que tiveram, mas depois os seus adeptos e não só têm atitudes que revelam um grande complexo de inferioridade que não lhes fica bem, não necessitam de fazer estas cenas e agora estou a dirigir-me ao pessoal de Tondela, amigos vocês nem dinheiro sabem ganhar, na epoca passada algumas equipas quando tinham a visita do Académico era a salvação da epoca, não havia bilhetes? faziam-se a pressa, não havia espaço? arranjava-se logo um lugar as três pancadas enfim perderam uma grande oportunidade de facturar uns cobres, quanto á claque ás vezes exageram mas ontem fizeram algumas coisas menos boas porque foram picados.
Rivalidades com equipas do distrito é só uma e vai continuar foi sem duvida com o GD Mangualde, grandes jogos, grandes plateias, bom futebol tenho pena que os verdadeiros homens de amarelo não estejam a competir connosco, saudades de um Académico-Mangualde sem duvida.
Para terminar, acredito que vamos vencer os dois jogos que aí veem e atirar de vez com o fantasma da descida para outro lado, vamos ganhar nem que seja á quarta, á quinta ou ao domingo ao fim da missa!

Paulo Teixeira sócio 752.

domingo, 19 janeiro, 2014
--FD disse...

Força Académico!

Esta jornada ganhámos mais um ponto em relação ao lugar de descida. Concordo em pleno com o que o Paulo Teixeira diz: se ganharmos os próximos dois jogos, que por sinal serão disputados em casa, damos um passo muito importante para as concretização do objectivo da temporada - a manutenção. Temos uma boa equipa, muito melhor do que a classificação denota e tenho a certeza que vamos subir na tabela.

domingo, 19 janeiro, 2014
Anónimo disse...

De Facto Melhoramos. as Mexidas trouxeram mais experiencia tactica a equipe. ( Lutamos talvez menos a agressividade no meu ponto de vista nao melhorou muito mas a qualidade de jogo com Joao alves e Capela aumentou em meu entender : Se os indices competitivos aumentarem concerteza que o nosso nivel futebolistico melhorara de certeza absoluta. ) Mas atençao ,continuamos com o mesmo problema : que e de faturar fora de casa .........Continua a nao existir Golos . Ja vos disse so Cafu na Frente e muito Pouco.......Os outros aparecem muito pouco fora de casa . Porque ??? Isso e problema para o treinador descortinar .....Mas que e muito pouco la isso e.........Vejam por ex: Oliveirense ( Penultimo)marca 3 golos em Matosinhos. ( Nos =0) O Atletico em ultimo marca 2 Golos em Aveiro ( Nos=0) Desculpem ,mas falta algo .......a equipe do meio campo pra Frente ......( Goleador Talvez ......???)Ou Talvez Mais ....??''Atençao que a N/ classificaçao nao da pra descansar ........E luta ate ao fim ........( Como disse o Manuel Fernandes no Programa Sic Desporto . »Quem cair nesta segunda parte do Campeonato nos ultimos Lugares ,dificilmente saira dela ........Porque a luta em cada jogo e Terrivel e muito intensa .» So Os Guerreiros Venceram!

segunda-feira, 20 janeiro, 2014
--FD disse...

Alguém já reparou que oficialmente o nosso treinador principal é um tal de Eduardo Luís Marques Kruss Gomes? Acabei de reparar nisso no site da liga e já tinha achado estranha a ficha de jogo contra o CD Tondela.

Força Académico de Viseu!

segunda-feira, 20 janeiro, 2014
Anónimo disse...

e verdade, o que se passa neste club
nao comprendo nada??????????

segunda-feira, 20 janeiro, 2014
A MAGIA DO FUTEBOL disse...

Explica-se facilmente. Ricardo Chéu não tem o nível necessário para ser treinador nos campeonatos profissionais. Eduardo Luís tem, é ele que aparece como treinador nas fichas de jogo. Eduardo Luís que foi internacional português pelo nosso país.
No Sporting B, por exemplo, passa-se a mesma coisa. Abel é o treinador mas é Francisco Barão que aparece como treinador principal.
Paulo Bento, actual selecionador profissional, quando era treinador do Sporting, também era Carlos Pereira, pelo menos no início, que aparecia como treinador.
E há outros exemplos.

segunda-feira, 20 janeiro, 2014
--FD disse...

Grato pela explicação :) . Fui agora ver a ficha de jogo do desafio contra o Marítimo B e de facto aparece a branco a parte do treinador (site da liga).

Força Académico!

segunda-feira, 20 janeiro, 2014
--FD disse...

Mão pesada para o Académico de Viseu.

http://www.ligaportugal.pt/media/16452/comunicado-oficial-248.pdf

Muito provavelmente pelos acontecimentos no jogo contra o CD Tondela.

quarta-feira, 22 janeiro, 2014