quarta-feira, janeiro 29, 2014

Ac. Viseu FC 3 - 0 SC Farense

Estádio do Fontelo, 29 de janeiro de 2014
27ª Jornada da Liga 2 Cabovisão
Árbitro: Daniel Cardoso (Aveiro)

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé, Paulo Monteiro, Cláudio e Ricardo Ferreira; Capela (Ibraima, 69) e João Alves; João Martins, Luisinho e Bruno Loureiro (Leonel, 74); Cafú (Fausto Lourenço, 83). Treinador: Ricardo Chéu.

Sp. Farense: Ivo; Pedro Eugénio, Luzardo, Lameirão e Hugo Luz (Hernâni, 65); Zugic, Fábio Felício (Carlitos, 76), Clemente e Neca (Adelaja, int); André Matias e João Reis. Treinador: Jorge Paixão.


Golos: Luisinho 23 (1-0), Leonel 75 (2-0), Fausto Lourenço 85 (3-0)


Mais um jogo, mais uma vitória, começa a ser a rotina do Académico. A equipa respira confiança e quando assim é, as coisas acabam por correr bem. Foi assim que escrevi no último jogo e hoje volto a dizê-lo, e com mais propriedade, ainda, pois hoje, a vitória foi mais robusta e a exibição melhor do que no jogo anterior.

Vitória muito saborosa, depois da polémica que tanta tinta fez correr e que tanto falatório deu em programas televisivos por quem falou daquilo que não viu e que se tivesse visto todo o jogo, concluía que se alguém foi prejudicado pela arbitragem (no jogo com o Sporting da Covilhã), foi o Académico.

O Académico respondeu à altura, não se deixou intimidar por uma campanha que foi criada em nosso desfavor e reagiu com grande categoria, uma grande exibição, uma grande resultado, perante uma arbitragem excelente que também não se deixou influenciar pela polémica da semana.

Falando do jogo de hoje, o Académico entrou bem, o Farense também mostrou que vinha jogar o jogo pelo jogo e tentar conquistar os 3 pontos, não se remeteu a uma defesa cerrada, nada disso. Ou seja foi um jogo aberto com ambas as equipas em busca do ataque.
O Académico chega ao golo por Luisinho num pontapé de difícil execução, a ver com atenção no vídeo do jogo. Cafú, o incansável Cafú gritava com os colegas dizendo que era preciso correr que era preciso lutar, e hoje, como sempre, mas, hoje, em especial, Cafú correu, lutou, pressionou, foi ajudar atrás, ao meio, esteve em todo o lado e com uma atitude, um empenho que impressiona quem vê jogar Cafú, um exemplo para todos.
Faltou o golo a Cafú, que era de todo merecido, e houve uma grande ocasião, em que o raio da bola poderia ter entrado! Mas fica para a próxima quando o golo for decisivo para os 3 pontos, como aconteceu no último jogo. Cafú é o homem dos golos decisivos!

O Académico faz o 1-0, o Farense tenta ir em busca do empate, cria algumas situações de algum embaraço para a defesa do Académico, mas sem criar lances de golo iminente.
Na 2ª parte o Farense arrisca mais, retira homens do seu sector mais recuado e coloca mais homens na dianteira, logo ao intervalo, um jogador com cerca de 2 metros de altura.
No entanto, apesar de ter mais posse de bola, durante os primeiros 15 a 20 minutos da 2ª parte, a verdade é que em termos de ocasiões de golo, mesmo nesse período, as mais significativas são do Académico.
Ricardo Chéu mexe na equipa e hoje, tudo nos saiu bem, Lionel no 1º pontapé faz golo, o 2-0, que acabou com a incerteza quanto à nossa vitória. Muito boa toda a jogada e excelente a execução de Lionel, com uma rotação de pé direito colocar a bola fora do alcance do guarda-redes.
 De Seguida Fausto acabado de entrar marca um golo de grande categoria, à ponta de lança.
3-0 no marcador, e daí até final mais algumas situações de grande perigo por parte do Académico e um ou outro lance perigoso por parte do Farense.
A vitória do Académico é justa, indiscutível, mas talvez por números exagerados face À produção das 2 equipas, talvez a diferença de apenas 2 golos fosse mais justa para aquilo que fez o Farense.
Ricardo Chéu fez alinhar de início, novamente Tomé, que fez um excelente jogo, mas tal poderia ter causado surpresa depois da excelente exibição de Tiago Costa na última partida. Tomé é mais ofensivo, e Tiago Costa dá mais garantia em termos de solidez defensiva, por isso em função do adversário e do resultado, Ricardo Chéu poderá optar por um ou outro jogador, uma coisa é certa são 2 jogadores em excelente forma e que dão garantias de grande qualidade naquele corredor.
Ricardo Janota, uma vez mais muito bem, com uma ou duas intervenções de grande categoria, embora não tenha tido muito trabalho.

Sector defensivo todo ele muito bem, com Cláudio a ter uma ou 2 desatenções, que não são nada a que estejamos habituados a ver em Cláudio e só por isso as refiro, pois nada a dizer da sua exibição, com o empenho, a atitude e a qualidade de sempre.

Paulo Monteiro, imperial e tem uma ocasião de golo na 1ª parte que de cabeça poderia ter feito golo. Ricardo Ferreira, em excelente momento de forma, muito, muito bem. Tomé excelente nas subidas pelo corredor, correu muito, muito.

No meio-campo, todos cumpriram e bem.

Na frente Luisinho e Cafú decisivos na vitória, uma vez mais, pelo que jogaram, pelo que correram, pelo que fizeram jogar.

Os 3 homens que entraram (Ibraima, Lionel e Fausto) fizeram-no de forma excelente.

Fizemos 33 pontos com o jogo de hoje, faltam 3 vitórias para de vez resolver o problema da manutenção, mas vamos jogo a jogo, com a atitude de hoje, procurar obter os 3 pontos, para ir passando Beira-Mar, depois Covilhã, e deste modo ir subindo na tabela.

Ricardo Chéu 4 jogos, 3 vitórias, 1 empate, 6 golos marcados, zero sofridos, bem melhor era pedir o Céu e a Lua, por isso, há que continuar com a humildade, com muito vontade de trabalhar bem e deste modo os bons resultados hão de continuar a acontecer.

Arbitragem excelente em todos os capítulos; técnico, disciplinar, relacionamento com os jogadores, excelente, nota 10 em 10. Quem viu o jogo não deu pelo árbitro em campo, e esse é normalmente o melhor elogio que se pode fazer a uma equipa de arbitragem.

Excelente atitude dos adeptos da claque do Farense presentes no Estádio do Fontelo. Apoiaram a sua equipa do princípio ao fim, nunca insultaram fosse quem fosse, apenas e só se limitaram a apoiar a sua equipa e o seus jogadores. Mesmo a perderem por 3-0 e quando já nada havia a fazer em termos de resultado, continuaram com os cânticos de APOIO.

Excelente atitude, os meus parabéns aos membros da claque do Farense e aos seus dirigentes. Assim vale a pena pertencer a uma claque e ir a todo o lado apoiar o seu Clube.

A Claque do Académico esteve igualmente excelente no apoio e na forma como o fez

Grande momento de futebol, nas bancadas do Fontelo. Assim deveria acontecer sempre!


Nós Somos o Académico!

Sê Sócio e traz um amigo!

Força Académico!

Força Ricardo Chéu

Carlos Silva

Notas aos jogadores (Record): Ricardo Janota (3), Tomé (4), Cláudio (4), Paulo Monteiro (3), Ricardo Ferreira (3), Capela (3), João Alves (4), Bruno Loureiro (3), João Martins (4), Luisinho (4), Cafú (4), Ibraima (3), Leonel (3), Fausto Lourenço (3).

20 comentários:

Luis disse...

Parabéns Académico!! Grande resultado, acredito que a boa forma da equipa vai continuar e no próximo jogo fora vamos obter a nossa primeira vitória fora de casa..
Força equipa!!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
562 disse...

Grande vitória do Académico!
Somos a equipa da Liga 2 com mais vitórias caseiras. Onde estaríamos com uma ou duas vitórias fora?... Pode ser que aconteça já no domingo. Oxalá. De acordo com o vaticínio que fiz, com uma vitória em Chaves, teremos a manutenção garantida!

Lamentavelmente não consegui acompanhar grande parte do jogo, por isso estou ansioso por ver o resumo na Estação Diária, mas tenho a certeza de que o académico foi igual ao que tem sido nos últimos jogos: bravo e abnegado. O Académico tem merecido ter sorte.

Gostava de deixar uma referência ao nosso treinador Ricardo Chéu que, com humildade e vontade, tem feito um trabalho excelente, com resultados brilhantes. Pode não ter o nível necessário para ser treinador principal na 2ª Liga, mas, lá qualidade, ele tem... Sr. Presidente, o contrato do treinador não acaba no final da época?... A rever, portanto...
Está, agora, claro que havia problemas que precisavam de ser resolvidos.

Estão todos de parabéns: Direcção (começam a ser poucos os elogios merecidos pelo milagre que implementaram e que continuam a fazer no CAF), jogadores e equipa técnica. Com regularidade, a manutenção é já ali.. Falta, agora, um Fontelo cheio até ao final da época para mostrarmos os nossos galões e marcar a nossa posição de força: Para o ano, ataque à primeira!!

Um abraço a todos e viva o Académico!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
Sócio 98 disse...

Boa vitória do nosso AVFC na fuga à despromoção.Só um reparo à claque do Farense, isto sim uma claque como devem ser todas, nada comparável à nossa, sem o minimo de educação e que só dá prejuízo ao nosso clube. Que sejam banidos para sempre do nosso estádio.

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Só um reparo, a arbitragem não pode ter nota 10, o lateral esquerdo do Farense devia ter sido expulso, mas pela segunda semana consecutiva foi perdoado o segundo amarelo a um adversário que de seguida é substituído... e assim se vê ao que os árbitros andam!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
Anónimo disse...

alguém sabe porque os bancos de suplentes mudaram de sitio?

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Agora ninguém fala mal...agora ninguém diz que o novo treinador não tem experiência...agora ninguém diz que o plantel é desiquilibrado...agora ninguém fala mal da direcção...agora os maldizentes não aparecem...Enfim, o normal! Que desapareçam de vez os falsos Academistas!! Que desapareçam de vez aqueles que apenas querem o insucesso do NOSSO ACADÉMICO para simplesmente aparecerem...e...voltarmos ao passado...FORÇA ACADÉMICO!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
josé pereira disse...

Força, força Académico de Viseu.
Domingo mais uma victoria.
Estamos no bon caminho.
ACADEMICOOOOOOOOOOOOOOOOOO.

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
João Nunes disse...

Concordo, que agora os comentários diminuíram. É um reflexo da sociedade em que vivemos, em que só estamos bem a criticar os outros.

Foi uma grande vitória, que nos enche de orgulho, e que nos dá esperanças para o futuro.

Falta ganhar o 1º jogo fora, vamos em frente Académico.

Hoje a Magia do futebol, ainda não recebeu na caixa de correio electrónico, o habitual miminho, do nosso "anónimo" de estimação.
Estará também ele derrotado, com a grande recuperação do nosso clube?

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Alguém consegue ver alguma equipa superior a nós lá para cima da classificação, retirados os dois ou três de cima e as equipas B, que têm outra estrutura? Seremos inferiores ao Aves, ao Tondela, ao Covilhã, etc., etc.? Andámos foi a perder tempo com o FM e agora estamos a recuperar muito bem. Os treinos mostram isso mesmo, a humildade regressou e o trabalho também. Se o FM tivesse ido embora quando devia, estavamos bem lá para cima.
É só verem os nossos resultados fora de casa. Só temos 3 TRÊS golos marcados!! O FM lutava pelo 0-0, assim que sofriamos um golo, perdiamos. Foi sempre assim, com cobardia, com medo de todos e havia por aqui alguém que pedia tempo e mais tempo e depois mais tempo, não dá para acreditar.
O Académico está outro! Faltam os resultados fora de casa para treparmos pela tabela acima. Agora, estamos muito bem!
Em frente Académico!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
Paulo Teixeira disse...

Vitória espectacular, finalmente o Académico deu aquele clique que faltava quando encetava uma recuperação, confesso que hoje mais uma vez cheguei a pensar que nos iriamos espalhar novamente ao comprido mas tal não aconteceu para grande contentamento da familia academista, hoje sofri novamente e sofri bastante pois ao contrario dos outros dias em que posso ouvir a Estação Diária hoje não foi possivel devido a questões profissionais, mas acompanhar o jogo no movel num daqueles sites em que aparecem os resultado online é sofrer de loucos, quando acontece o segundo golo dei um grito que provavelmente assustei uns quantos que viajavam comigo numa das carruagens do metro, ««foi golo de quem?» resposta minha com grande rapidez «do melhor clube do mundo».
Agora vem a parte mais facil que é gerir a vantagem de 11 pontos, acredito que não vai ser dificil manter esta diferença esta equipa respira confiança e quando isso acontece tudo sai bem.
Na proxima jornada vamos a Chaves e porque não contrariar o velho ditado «para lá do Marão mandam os que lá estão!» vai ser complicado esta equipa do Chaves é muito dificil de bater vejam o resultado que eles fizeram hoje na Covilhã, mas acredito que com a confiança que estes rapazes estão podem conseguir a vitória que falta, se não conseguirem continuem a ganhar os jogos no Fontelo ou melhor consigam a primeira vitória fora no dia 30 de Março quando forem á Tapadinha pois aí lá estarei para ver o meu Académico no ultimo jogo em Lisboa esta epoca.

Paulo Teixeira sócio 752 a sofrer com o Académico desde 1982 e com um orgulho do tamanho do mundo!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014
José Carlos Ferreira disse...

Um grande começo do Ricardo Chéu sem dúvida, mas ainda é cedo para se dizer que a equipa esta muito melhor:

1 – Pela primeira vez teve duas vitórias consecutivas na presente época. Aqui vantagem para Ricardo Chéu. Podemos dizer que teve a “sorte” de ter dois jogos consecutivos em casa, mas Filipe Moreira também teve essa sorte (Aves e Moreirense) e apenas venceu um dos jogos.

2 – Quarto jogo consecutivo sem perder. O máximo que Filipe Moreira conseguiu foram 3, mas também nunca conseguiu em 4 jogos consecutivos ter a sorte de 3 serem no Fontelo.

3 – Terceira vitória consecutiva em casa com Ricardo Chéu (6-0 em golos). Filipe Moreira conseguiu 4 consecutivas (10-0 em golos). Chéu pode empatar neste caso, “basta” ganhar ao União da Madeira.

4 – A grande pecha da equipa eram os jogos fora. É neste aspeto que eu espero, todos esperamos, que Ricardo Chéu faça a diferença. O próximo jogo é em Chaves, vencendo lá podemos, aí sim, dizer que a equipa está melhor, pois desse modo fará 4 pontos em apenas dois jogos, tantos como Filipe Moreira em 11.

5 – De qualquer das formas, Filipe Moreira já saiu e não me parece certo continuar a “bater no ceguinho”. Filipe Moreira teve coisas boas, outras más. Agora o treinador é Ricardo Chéu, é ele que devemos apoiar. Eu apoio.

quinta-feira, 30 janeiro, 2014
Anónimo disse...

O meus Amigos ,Voces nao acham que o Jornal Record e a propria comunicaçao social nao anda a bater demais no Duarte Gomes. ???Porque tanto alarido ??? O homem possivelmente equivocou-se mas caramba ,ate parece que ninguem se engana neste mundo ........O Presidente do Sp Covilha compreendeu o Erro etc......Mas hoje o Record volta novamente a falar no assunto e connosco ao baralho ........Ja Chega!

Sou suspeito mas para mim nao ha Penalti nenhum ........Sou academista , Ta Claro !

quinta-feira, 30 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Anos depois os bancos voltam ao sitio de onde nunca deveriam ter saído.
Não tira visibilidade das bancadas e protege mais os jogadores e equipa técnica e ainda aproxima mais os adeptos da outra bancada uma vez que parecia que estavão ali esquecidos.

Excelente, espero que seja para manter.

A cada fotografia que vejo dos jogos que se vão sucedendo é como se de uma facada se trata-se. Aqueles, equipamentos, blusões, fatos de treino, etc com o símbolo errado são uma desilusão. Uma vez que este ano já não vai tempo, (pensei que quando roubaram os equipamentos mandassem fazer com o símbolo do clube, mas não), pelo menos para o ano facção o favor de colocar o VERDADEIRO SÍMBOLO DO ACADÉMICO!

quinta-feira, 30 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Ao Sócio 98 - "banido deverias ser tu".... E ve la se respeitas as pessoas da claque que também são sócios pagantes!

A acrescentar não serás mais do que um velho do "restelo" já com um pé no outro mundo!

P.S - Já que es tao informado vai ver ao site da Liga o "prejuízo" que os south side (a tal claque a serio que referes) já deram ao clube esta época

sexta-feira, 31 janeiro, 2014
firenze disse...

Há que valorizar o excelente trabalho realizado agora pelo jovem treinador.

A minha perspectiva é que os jogadores recuperaram a alegria em jogar com um líder autocrático e individualista!

Força Ricardo!

sexta-feira, 31 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Nesta altura do campeonato ainda ha gente que se preocupa e que se sente "esfaqueado" por causa do simbolo (?) do Académico. Ainda não viram que não é com o emblema que a Direção do clube se preocupa? Se não teem nada mais para dizer, ocupem-se com atividades mais lucrativas para o clube. Dizer mal de algo ou alguem, não é para todos, mas sim para aqueles que conseguem fazer melhor.
Um abraço de Toronto.
C FERREIRA

sexta-feira, 31 janeiro, 2014
José Carlos Ferreira disse...

E o emblema não é importante? Obviamente que é, e sei que é uma preocupação que a direção academista tem.
Mas atenção que não é um problema actual, no passado já se passou isso, como podem ver no link em baixo (83/84)

http://3.bp.blogspot.com/-n4ZpaUcm2WM/TV3ineGer4I/AAAAAAAAFyg/iuLgmuqH6dk/s1600/caf%255B1%255D.jpg

sexta-feira, 31 janeiro, 2014
Anónimo disse...

Sim na verdade esse erro já foi cometido outras vezes, geralmente em camisolas brancas mas esse facto não justificada nada.
Na verdade o equipamento alternativo foi dezenas de anos à Sporting.

sábado, 01 fevereiro, 2014
Anónimo disse...

O Viseu Futebol Clube (clube satélite, agora equipa B) tinha o emblema branco com letras negras. O CAF era o inverso.
O VFC foi fundaodo em 1990 e teve pouca actividade. Jogava na II Divisão eo CAF no escalão principal.


Rui Zé

sábado, 01 fevereiro, 2014
José Braz disse...

Um clube sem massa crítica é um clube condenado.
Criticar, debater ideias e não pessoas.
Fico triste quando vejo neste site críticas a pessoas, no lugar de se debaterem apenas pontos de vista, que podem ser diferentes, mas não há mal nenhum nisso, pelo contrário.
Este site faz tanto pela vitalidade do clube como o trabalho de qualquer direcção. E bem sabemos que o mais difícil não é encontrar jogadores ou treinadores, mas sim directores dispostos a dar o seu tempo e o seu dinheiro por um clube que é, no fundo, uma causa.
O que nos faz vir a este site é a nossa qualidade de academistas. Pelo que todos são bem vindos. Os verdadeiros academistas querem ver cada vez mais pessoas ligadas ao académico. Não pretendem excluir. Por isso, lanço um repto aos autores do blogue, cujo trabalho em prol da consolidação do nome do académico deve ser mais uma vez enaltecido: sejam mais cuidadosos na filtragem dos comentários que contêm ataques pessoais a outros intervenientes na discussão.
Todos os que aqui vimos ficamos naturalmente satisfeitos com as vitórias do académico, todos mais do que ninguém.
Mas as vitórias não retiram nenhuma validade às críticas: a aposta em Ricardo Chéu foi uma aposta de risco. Está a dar bom resultado. Mas podia ter dado mau resultado.
No entanto, nesta altura, a questão não é essa: ele é o nosso treinador e todos esperamos que os receios iniciais tenham sido infundados e que o académico seja o princípio de uma grande carreira (já agora com o nosso clube a tirar os frutos do investimento que também fez nele).

sábado, 01 fevereiro, 2014