sábado, dezembro 28, 2013

SC Braga B 1-0 Ac. Viseu FC



"Sabor amargo na despedida de 2013"
Sp.Braga B 1-0 Ac.Viseu FC
 

Depois da derrota caseira frente ao Moreirense, apesar da boa exibição, previa-se um jogo equilibrado no velhinho 1º de Maio, em Braga. À partida para este desafio, a formação do Minho tinha apenas um ponto a mais que os viseenses.

Estádio 1º de Maio, 28 de dezembro de 2013

23ª Jornada da Liga 2 Cabovisão
Árbitro: José Laranjeira (Coimbra)

Braga B: Kriticiuk, Thales, Gonçalo, Hugo Basto, Núrio, Nikiema, Nuno Valente (Xeka, 81), Chidi, Erivaldo (Kappel, 63), Piquéti e Diogo Ribeiro (Diogo Coelho, 74). Treinador: José Alberto Costa.

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé, Tiago Gonçalves (Paulo Monteiro, 33), Cláudio (Capela, int) e Ricardo Ferreira; Ibraima, Bruno Loureiro (Diogo Alves, 82) e João Martins; Luisinho, Zé Rui e Cafú. Treinador: Filipe Moreira.

Golo: Diogo Ribeiro 39 (1-0)

O técnico Filipe Moreira procedeu apenas a uma alteração no onze em relação ao jogo anterior, fazendo regressar o maestro Bruno Loureiro para o lugar de Leonel.
O Académico iniciou muito bem a partida e podia mesmo ter inaugurado o placard antes do minuto 10, não fosse o guardião do Sp.Braga B, Kritciuk, a negar o excelente cabeceamento de Cafú, após bom trabalho de Zé Rui na ala esquerda do ataque viseense. O Braga só à passagem dos 20/25minutos equilibrou a partida, superiorizando-se depois até ao intervalo. O guardião academista R.Janota nesta altura esteve em grande nível, negando três ocasiões flagrantes de golo aos adversários. A equipa viseense não reagiu, e o golo arsenalista surgiu mesmo através de Diogo Ribeiro, que isolado frente a Janota, fez um chapéu eficaz. Fica a dúvida quanto à posição do atacante do Sp.Braga B. 1-0 resultado ao intervalo.


Para os segundos 45min, e já com duas contrariedades registadas por lesão: primeiro Tiago Gonçalves (entrou P.Monteiro), depois Claúdio (entrou Capela para central) – o Académico apresentou-se completamente balanceado no ataque, assumindo eventuais riscos em contra-ataques do adversário. A verdade é que as várias ocasiões de golos: duas de Luisinho, uma de Cafú e outra de Zé Rui – as mais flagrantes – não foram suficientes para pelo menos chegar à igualdade neste desafio. Apesar da derrota, temos de realçar atitude positiva da equipa, que não se encolheu, mas que voltou a pecar na finalização. 1-0 resultado final.
O próximo desafio é no Fontelo frente ao Maritimo B.
Força Académico!!!


24 comentários:

Anónimo disse...

Estamos muito bem cada vez melhor. Era a inexperiência, era preciso entrosar, era preciso esperar mas os que subiram connosco farense e Chaves estão lá para cima e alguns clubes sem nível para esta liga também estão bem acima de nós. E os que se livraram a tempo do FM estão bem acima. Na semana passada era o Moreirense que era o Real madrid desta liga e mais não sei o quê. Hoje empatou em casa com o Covilhã, esse mesmo que nem lugar tinha nesta liga se a Naval não tivesse sido corrida.
>A direcção não corre com o FM porque tem medo dele da indmnização o pior vai ser no final se vamos parar aos seniores. Para já é uma sorte só descer um e a Oliveirense parece ser a v+ítima mas o Trofa também era e já trepou

sábado, 28 dezembro, 2013
562 disse...

Isto já roça o anedótico... E hoje? Perdemos com o Arsenal da 2ª liga? Impressionante a falta de vergonha do FM.. Venham agora dizer "eu acredito" ou "traz um sócio". Assim????? Não... Assim não dá...

sábado, 28 dezembro, 2013
José Carlos Ferreira disse...

Como fui eu que falei de Real Madrid da segunda divisão, acho que lhe devo responder caro anónimo. A expressão não é minha é mesmo do Francisco Chaló, treinador do Sporting da Covilhã e eu concordo com ela.
Vou-lhe dizer uma coisa sobre o Moreirense vs Covilhã que provavelmente não sabe. O Moreirense jogou 60 minutos com 9 jogadores!

sábado, 28 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Se jogou com 9 foi como jogou que eu saiba ninguém entra com 9 essa mania de mandar bocas desse tipo. O Moreirense entrou com 9 em campo? Se foram para a rua alguma coisa fizeram e foi o Covilhã que os obrigou a fazer, ou expulsaram-se sozinhos. deixem-se de tretas, os outros pontuam contra o Real Madrid o Académico colecciona derrotas, mas é só por azar porque os tipois do Moreirense podiam ter-se expulsado no nosso jogo. Já não há paciência para FM e companhia.

sábado, 28 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Há equipas que de repente acordam e começam a fazer bons resultados, mas o Académico nunca está nesse grupo. Porque será, FM?

sábado, 28 dezembro, 2013
Viriatus disse...

Não entendo como se pode defender um treinador que não vale nada. Já passa da hora para remeter o FM para fora de Viseu. Porque espera a Direcção? Tantas derrotas. É necessário um bom treinador.

sábado, 28 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Frustração completa!

sábado, 28 dezembro, 2013
Paulo Teixeira disse...

Não há palavras para o que aconteceu hoje, podem dizer que a culpa é do FM, podem dizer o que quiserem , mas hoje aconteceu algo que eu nem ao meu pior adversário desejo!
É duro amigos, é muito duro, quando tinhamos ganho uma equipa em menos de 15 dias essa mesma equipa fica reduzida a cinzas, principalmente a defesa agora só falta ficarmos sem GR.
Havemos de renascer outra vez, disso não tenho duvidas, força Claudio, força Tiago Gonçalves, Força Marco Lança, força Tiago Rosa.

Paulo Teixeira sócio 752 a sofrer com o Académico desde 1982.

sábado, 28 dezembro, 2013
José Carlos Ferreira disse...

Que fique bem claro uma coisa: ESTOU-ME A CAGAR PARA O FILIPE MOREIRA. Não é meu amigo, não me é nada, é apenas e só o treinador do Académico de Viseu.
Porque é que continua a ser o treinador do Académico? Não sei, mas confio em quem o mantém no clube. Se o mantém é porque ou acreditam nele ou porque não o podem mandar embora. Não me interessa. Mas o dinheiro não cai das árvores e o clube deve andar com todos os tostões contado
O que me interessa é apenas e só o Académico de Viseu. Ora essa vossa atitude de completo deita abaixo, sempre de baixo da capa do anonimato, aborrece-me. Calam-se nas vitórias, crescem que nem cogumelos nas derrotas.
Alguns de vós são, de certeza, daqueles que dizem que são do Académico, mas depois ao domingo nem sequer sabem quem é o nº 20 e só falam dos acontecimentos dos jogos em que actuam os "3 estarolas".
Amigo Carlos Silva, faltam mais adeptos e sócios como o Senhor!
Não vamos para o CNS, mas mesmo que fôssemos seria sempre do Académico!

sábado, 28 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Tretas.
Nunca faltaram ao Académico sócios e adeptos que apoiaram o nosso Académico em todas as divisões e em todos os campos. Não, não faltam mais adeptos e sócios como o senhor Carlos Silva, sem nenhuma ofensa para esse senhor, faltam é adeptos e sócios que DIGAM AS VERDADES! Com todas as letras e doa a quem doer.
Não é "passa mão pelo lombo", é verdade que queremos.
Pelos vistos há muita gente ainda satisfeita. Ainda bem, mas nenhum academista pode estar satisfeito com o que se está a passar, ou não são academistas.
Há que mudar. De jornada para jornada vamos de mal a pior. Isto não é nada e quem cala consente e apoia a mentira e a vergonha.

sábado, 28 dezembro, 2013
João Nunes disse...

Gostava de saber se algum destes "comentadores" que falam mal de tudo e todos, estavam no lote das 40 pessoas que estiveram nas ultimas eleições do clube, onde o presidente Sr. Albino, depois de eleito, e sem que estivesse na ordem de trabalhos, permitiu aos sócios que pudessem falar aquilo que bem entendessem.

Mas não estava lá ninguém destes que são sempre do contra!

Querem despedir o treinador? Façam uma coleta, convoquem uma assembleia geral, entregamos o dinheiro ao presidente, e então telefonamos logo, ao Ulisses Morais, ao Vitor Paneira, ao Carlos, ao Manel, ao António, ou ao Mourinho, para nos darem a formula do sucesso.

Para o bota-abaixo já temos o governo, chega de tantos papagaios!

Força Académico !

sábado, 28 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Deixe-se de tretas, senhor João Nunes. Papagaio é quem vem para aqui falar de colectas e tretas dessas. Houve alguém que contratou este técnico e esse é o responsável. se há cláusulas alguém as pôs lá e para um técnico que foi corrido de todo o lado, essas cláusulas serão um autêntico crime. Ir buscar um técnico despedido de todo o lado e dar-lhe uma cláusula para ser indemnizado, é o cúmulo, se do outro lado não houver uma cláusula a dizer que tem de ter "x" resultados, "x" pontos à jornada tal, etc.
A nós, adeptos e sócios, que não vemos o contrato, interessa-nos os resultados do Académico e se este FM nem confiança tem do sr. Albino, o que está lá a fazer? Estão todos à espera que ele saia pelo seu pé? O sr. Albino já disse que estava insatisfeito. Agora que diga porque não despede este treinador, quando foi sempre tão lesto a despedir outros. Diga.
Os resultados não prestam, assim que sofremos um golo, perdemos, o presidente não está satisfeito, o técnico não sai, os adeptos e sócios têm de engolir comer e calar porque não t~em dinheiro para correr com o treinador? Que é lá isso? Onde raio vivem estes comentadores muito certinhos e bem falantes?

sábado, 28 dezembro, 2013
josé péreira disse...

Eu nunca vi tantos fãs criticaram senhores FM, o presidente e eu não sei
haverá soluções em breve tenho certeza, mas acalme-se, graças ...........

sábado, 28 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Ninguém deitou abaixo o senhor Albino, era só o que faltava, o homem que salvou (é mesmo esse o termo) o nosso Académico.
Se o senhor Albino não tivesse pegado no clube na altura em que pegou, não estavamos aqui agora a comentar o momento do Académico, porque ele já não existia.
Mas o senhor Albino tem de fazer alguma coisa porque isto não pode continuar, o plantel do Académico vale muito mais do que os resultados miseráveis que tem.
Ninguém pode ficar calmo quando o clube do coração, muito mais do que da razão, está como está, sem melhoras. Quantos meses serão ainda precisos para haver resultados? Meia época já lá vai e agora começam as contas a sério. Contra o Braga B, duas derrotas! Quem se segue? Isto não pode continuar assim.

sábado, 28 dezembro, 2013
RUI SOUSA disse...


Resido fora de Viseu e tenho acompanhado os jogos fora do Académico, sempre que se desloca ao Norte. Como não poderia deixar de ser, estive no 1º de Maio a assistir ao encontro. Hoje, pela primeira vez esta época nos jogos fora, jogámos para ganhar o jogo, e acho que o empate já era injusto para o nosso clube. Infelizmente perdemos mais uma vez por 1-0, mas tivemos 7 ou 8 oportunidades de golo, coisa que esta época ainda não tinha acontecido, repito fora de casa.
Sinceramente acho que a equipa está a praticar um futebol com alguma qualidade, e nestes 2 últimos jogos faltou-lhe um pouco de sorte na finalização e também teve um pouco de azar ao apanhar 2 guarda-redes em tarde inspiradíssima.
Quem esteve como eu em Moreira de Cónegos em Agosto e hoje em Braga viu uma evolução tremenda da nossa equipa. No entanto há sempre críticas a fazer( como em todos os clubes) nomeadamente a pouca utilização do Capela, que parece-me ter lugar de caras nesta equipa; também o fraco rendimento do Zé Rui nas partidas fora do Fontelo(penso que o Leonel, que chuta bem e é bom nas bolas paradas fosse uma melhor solução, ou então para jogar em contra-ataque o Ouattara, que é muito veloz).
O principal problema do Académico, quanto a mim, está na fraca adesão das pessoas da cidade ao clube. Fui ao Fontelo nos jogos com o Chaves e Portimonense e é desolador ver o estádio com 1000 pessoas. Na época passada nos jogos com o Anadia e Espinho a superior central estava praticamente cheia, onde andam essas pessoas???? São academistas? ou são só "festeiros"???? É mais importante a subida à 2 Liga do que a luta pela permanência na mesma????
Felizmente temos o nosso Académico de volta, não podemos deixá-lo morrer mais uma vez. Viseu devia ter orgulho no seu clube e deixar de gostar tanto de outros que nada trazem à cidade.
Estamos a começar a 2ª volta e é altura dos academistas se unirem nesta causa.
Abraço
Rui Sousa(Braga)

domingo, 29 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Campeonato Nacional da 2ª Liga
23ª Jornada, 28 de dezembro de 2013 – Estádio 1º de Maio - Braga
S. C. Braga B – 1 ; Ac. Viseu - 0

Ricardo Janota na Baliza,
Tomé, Tiago Gonçalves, Cláudio, Ricardo Ferreira,
Bruno Loureiro, João Martins, Ibraima;
Luisinho, Zé Rui e Cafú.
Entraram Paulo Monteiro, Capela e Diogo Alves para os lugares de Tiago, Cláudio e Bruno Loureiro

Treinador: Filipe Moreira


Antes de tudo, quero manifestar a minha profunda preocupação pela lesão de Cláudio (fratura do Nariz?), pois da forma como aconteceu e como aconteceu, repito, deixou-me imensamente preocupado, e espero que seja possível uma rápida recuperação, pelo homem e pelo desportista que é Cláudio, um dos nossos Capitães. Desejo também as rápidas melhores a outro dos nosso capitães, Tiago, que julgo, contudo, trata-se de uma rotura muscular, que será certamente muito mais fácil de debelar.
Aos dois, votos de um regresso o mais breve possível e que 2014 lhes sorria, como merecem, pelos 2 exemplares atletas que são.
Falando do jogo, o Académico entrou bem, cria por volta dos 15 minutos uma grande oportunidade de golo, com o Guarda-redes do Braga a ir buscar o excelente cabeceamento de Cafú. Parecia o Marafona do Moreirense. Começa a ser demais, mas parece que todos os guarda-redes guardam a exibição da época, para o jogo com o Académico. Não marcou nesse lance e por volta de meia 1ª parte o Braga B equilibra o jogo e começa a ser bastante mais perigoso no seu ataque, algo que até aí não tinha acontecido. Foi, então, altura de Ricardo Janota estar em grande nível evitando por 2 ou 3 ocasiões o golo do Braga, até que num lance, algo duvidoso, mas admito que legal, surgem 3 jogadores completamente sozinhos na cara de Janota que nada pode fazer e deste modo o Académico ficava a perder por 1-0. Se a 1ª grande situação foi nossa, é verdade que nesta altura o Braga já tinha criado mais situações de golo e a vantagem teria que se aceitar. Começaram aqui uma série de contratempos, golo sofrido, lesão de Tiago Gonçalves e quase de seguida lesão de Cláudio, num lance em que o jogador do Braga B poderia ter tido outro cuidado, de modo a evitar o choque com Cláudio. De repente o Académico fica sem os seus 4 jogadores titulares na defesa nos últimos jogos, ou seja passamos a jogar com uma defesa toda nova e há que dizê-lo sem quaisquer complexos, os jogadores que entraram para substituírem os seus colegas que se calhar constituíam o quarteto que melhor defendia em Portugal (Tiago Rosa, Cláudio, Tiago Gonçalves e Marco Lança), estiveram bem, cumpriram e o Académico não sofreu mais nenhum golo e mais do que isso, o Braga B não conseguiu criar praticamente ocasiões de golo na 2ª parte.
Filipe Moreira, a perder, arriscou e colocou Capela no lugar do lesionado Cláudio. Na 2ª parte só Académico, tal como já tinha acontecido na Trofa e em Aveiro, mas o Guarda-Redes do Braga B, muito inspirado e algum desacerto dos nossos avançados fez com que uma vez mais não conseguíssemos marcar um golo, e por consequência mais uma derrota por 1-0, a 9º, talvez e mais uma vez o Académico sem conseguir ganhar fora de casa. Passaram 2 jornadas da 2ª volta e repetiram-se os maus resultados das 2 jornadas da 1ª volta, no entanto, é justo dizê-lo a prestação do Académico nestes 2 jogos, nada, de nada teve a ver com o que aconteceu no início da época.
Hoje, o Académico merceia outra sorte que não teve, pois na 2ª parte quis, tudo tentou, os jogadores foram ao limite, mas Futebol, tem disto e há que aceitar, tal como ele é.
Os adeptos do Académico presentes no 1º de Maio despediram-se da equipa com aplausos, pois reconheceram os esforço dos jogadores que tudo fizeram para saírem com outro merecido resultado que não a derrota.

(Continua)

Carlos Silva

domingo, 29 dezembro, 2013
Anónimo disse...

(Continuação)

Há que olhar em frente, há que manter a serenidade, dar um safanão mental nos jogadores e fazer-lhes ver que têm de manter o mesmo empenho, a mesma atitude e terem, apenas um pouco mais de decisão na hora de atirar à baliza, pois os resultados têm de aparecer, e os pontos, também.
Custou-nos muito chegar aqui, estamos na 2ª Liga e daqui só podemos sair para cima, por isso, todos temos de ter a consciência do que já foi feito, e do que não pode ser estragado, por isso é imperioso, colocarmos a equipa a salvo de qualquer imprevisto e somar, tão rapidamente quanto possível os pontos necessários para garantir a permanência, nesta divisão. Precisamos de 6 vitórias, e vamos consegui-las, estou certo, mas temos de ser todos a remar para o mesmo lado, pois este é um Campeonato único de uma competitividade nunca vista, em que não vejo esquipas a jogar mais do que nós, mas a verdade é que também não vejo equipas a quem seja fácil ganhar de caras, e mesmo aquelas que nos parecem muito fracas, conseguem resultados espantosos, em todo o lado. Este é um Campeonato onde é muito difícil ganhar e em que cada jogo, só se ganha com muito, muito trabalho, por isso não é fácil a nossa tarefa, mas se todos os Academistas APOIAREM, vamos conseguir, temos de conseguir, só há um caminho, Ganhar jogos e somar pontos, pois as exibições estão num, nível que eu considero bastante aceitável, repito, não vejo muitas equipas que façam melhor do que nós.
Em resumo fiquei triste pelo resultado, como todos os Adeptos, Jogadores, Treinadores e Direção, obviamente, mas valorizo o empenho a atitude, a vontade de querer ganhar, mesmo com tantos contratempos como aqueles que hoje aconteceram. Não nos podemos acomodar, nem vamos fazê-lo com estes 2 resultados muito negativos, mas vamos sim, mostrar Carácter e dar a volta por cima.

Nós SOMOS o Académico, temos de gritar bem ALTO e dizer, Basta, queremos que a sorte nos dê também um bocadinho da sua parte, pois também a merecemos e temos de fazer, ainda mais para a merecer ao ponto de conseguirmos ganhar.
Só Trabalhado mais e melhor poderemos esperar melhores resultados, não há outra forma de os conseguir!

Arbitragem assim-assim, no golo, é difícil saber se está ou não fora de jogo, no entanto os 4 minutos de descontos foram muito pouco para as paragens que existiram na 2ª parte, ou seja não foi uma arbitragem ao nível de Pedro Proença, mas não podemos culpar o árbitro pela nossa não vitória!


Rápidas melhores para todos os nossos jogadores ausente por lesão e um feliz 2014 para toda a Família Academista e para os Desportistas em Geral.

Sê Sócio e Traz um Amigo!

Carlos Silva

domingo, 29 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Ora cá está o que precisamos: não fazer nada e gritar à sorte que BASTA!
23 jogos depois, o que precisamos é sorte!
Francamente também acho que precisamos de muita, muita sorte para não descermos de divisão, porque o resto está tudo bem.
Espantoso como se mete a cassete e pronto.
Todos têm uma sorte danada contra nós e nós temos um azar danado contra os outros todos.
É como a história do tipo que vai numa auto-estrada e ouve na rádio que há um automobilista a circular em sentido contrário e pedir muita atenção. O tipo vira-se para a mulher e comenta: Um automobilista em sentido contrário? São dezenas!

domingo, 29 dezembro, 2013
Anónimo disse...

Epa, já somos campeões em vitórias morais! Ganhamos todas as ssemanas

domingo, 29 dezembro, 2013
José Carlos Ferreira disse...

Ora vamos cá ver coisas que são aqui ditas. Mete confusão a alguém que se fale do “Real Madrid da segunda liga” e logo vem provocações do nível “ e hoje perdemos com o Arsenal da Segunda Liga?”. Que ganham com este tipo de provocação?

O Académico está atrás de clubes sem nível para estar nesta Liga. Que clubes são esses? Em que se baseiam para dizer este tipo de coisas?

“Estamos atrás dos que se livraram a tempo do FM”. Vamos então há época passada. Que ganhou o Sporting da Covilhã com a saída do antigo treinador? Melhorou? Com o Filipe Moreira fizeram 12 pontos em 13 jogos, no restante campeonato fizeram 26 pontos em 29 jogos. Façam as contas e vejam que não melhoraram.

“Mandar bocas desse tipo” diz um anónimo. De que tipo de bocas? Do seu tipo de bocas? Manda as bocas e não quer que lhe mandem bocas?

O anónimo das tretas a que tretas se refere?. Aos “tostões contados”? Aos adeptos que apoiam o clube em todas as divisões? Pois, por isso é que na distrital não passavam dos cem na bancada, quando chegavam aos cem.

Uns criticam a “cassete”, logo alguém que usa também uma cassete.

Razão tem o Rui Sousa, temos apenas e só adeptos “festeiros”. Mesmo assim somos oitavos – salvo o erro – na lista dos clubes que mais adeptos levam às bancadas. E nem contam os cativos! Se não fôssemos tão “festeiros” seríamos imparáveis. Mas vale mais dizer mal de tudo e todos.

Saudações academistas!

domingo, 29 dezembro, 2013
Anónimo disse...

"Mas vale mais dizer mal de tudo e todos."
Claro que sim, devemos dizer mal de tudo e todos que o merecem!
Aí é que está a questão! Devemos mesmo dizer mal de tudo e todos que o merecem e não sermos mais uns papagaios a juntar aos que por aqui andam.

domingo, 29 dezembro, 2013
José Carlos Ferreira disse...

Vou lhe dizer o que já disse a alguém na nossa página no Facebook:

Não depende de si a saída do treinador ou não. Não depende de si, nem de mim, depende da direcção. Os ataques constantes ao treinador fragilizam a equipa, Se fragilizam a equipa, fragilizam o clube. Se gostámos do clube não entendo o que ganhámos ao estar a bater sempre na mesma tecla. Acredito que a equipa já tenha perdido muitos pontos por causa do treinador. Ontem não foi o caso segundo os relatos de quem viu o jogo (leiam o post, o que diz o Rui Sousa, o Paulo Teixeira e o carlos silva). Contra o Moreirense também não.

Mas se acha que é assim que está certo continue. Insultos não passarão, o resto passa.



domingo, 29 dezembro, 2013
Anónimo disse...

É como diz um comentário por aí, "frustração completa".
Estamos todos frustrados é o que é. E quem não estiver frustrado não é seguramente academista.
Nesta jornada fomos ultrapassados por toda a gente menos o Atlético e Oliveirense e como fomos salvos pelos regulamentos que só fazem descer um clube, parece que estamos salvos da descida (5 pontos ainda é alguma coisa), mas esta época era para ser com as regras habituais e aí estaríamos com a corda na garganta.
Toda a gente que falou por aqui e os milhares que seguem o Académico e não vêm cá, têm de estar frustrados.
Eu estou e muito. A "garganta" do senhor FM no início da época parecia dar-nos garantias de que ia ser uma época normal, meio da tabela, mas nada disso está a acontecer e todos sabemos o que é um campeonato lá para o final, quando aparecerem resultados estranhos, vitórias esquisitas e afins e uma equipa aparentemente salva aparece no fundo, sem saber ler nem escrever.
A palavra é mesmo frustração. Não encontro outra e o silêncio da direcção não descansa. Era altura de uma palavra aos sócios e adeptos para que estes saibam como andam as coisas e que a direcção está atenta.
De outra forma, de frustração em frustração é o clube e os atletas que sofrem, quando já não houver paciência e os atletas preferirem jogar fora do que em casa onde são assobiados.
Espero que nunca aconteça, mas...

domingo, 29 dezembro, 2013
Viriatus disse...

Os jogadores tem de ser sempre apoiados, quer em casa quer fora. Quem não merece ser apoiado é o Treinador, se até pelo Presidente já foi dito, que estava por conta própria, o que em linguagem "corrente" quer dizer, "o pá vai-te embora", o que se espera da massa adepta? O que me parece é existirem dois ou três "empresários" apoiantes do académico que defendem, a meu ver erradamente, o actual treinador. O Académico merece bem melhor, pois tem uma razoável Direcção, leia-se Presidente incluído, um razoável plantel, uns optimos adeptos, mas um péssimo treinador para a Liga de Honra.

domingo, 29 dezembro, 2013